Gays na cam

Segunda-feira, 15 de Julho de 2013
CONTOS DOS LEITORES
Fantasias
Meu vizinho policial me espiava enquanto eu batia punheta todo dia no mato e gostou do meu pau.
por William Saints

Eu sentia o cheiro da mata verde que me cercava. Sentia a terra vermelha por entre os meus dedos enquanto me masturbava. Minha mão movia-se rápido sobre o meu pau grosso. Eu ouvia aquele barulhinho gostoso que se produz durante uma boa punheta.

Já sentia o esperma andando pelo meu pau quando parei. Minha respiração estava pesada. Senti meu saco doer, reclamando do gozo interrompido. Tinha ouvido um barulho. Pareciam passos sobre as folhas secas. Olhei em volta e só vi os troncos das árvores ao meu redor. Não havia nada.

Eu estava no meio da mata fechada que ficava próxima a minha casa. E era dentro dela que toda tarde eu me masturbava. Amava sentir o cheiro de terra e folhas enquanto derramava meu sêmen em jatos no chão. Era ali que tinha minhas fantasias. Minha bermuda estava nos joelhos, olhei para baixo e contemplei meu belo pênis. Grande, inchado e pulsante. Sua cabeça vermelha parecia que ia explodir. Eu sempre ficava com muito tesão quando via meu pau.

Desde criança eu sentia orgulho do mastro que carregava por entre as pernas. Eu era um garoto magricela, mas eu era um garoto muito bonito. Meu rosto era perfeito, boca grande com lábios carnudos, um nariz reto, olhos verdes e um cabelo preto lisinho. Minha pele era perfeita, branca como leite.

Os meus primos me chamavam de "três pernas" por causa do tamanho do meu pau. E eu amava ser admirado e reconhecido pelo seu tamanho. Fechando os olhos respirei fundo e voltei a me masturbar. Eu tinha quinze anos. E essa é uma fase difícil. Sentia o meu corpo queimar de desejo. A tensão sexual aumentava a cada dia e eu pensava que iria morrer com a vontade tremenda de meter em alguém.

Abri os olhos e entortei a cabeça enquanto contemplava minha mão correr sobre o meu pau branco, grosso e cheio de veias. Senti minha boca encher de água. Eu tinha que prová-lo.

Procurei por algum lugar para me sentar e encontrei o tronco cortado de uma árvore. Levantei a minha bermuda, mas deixei a minha vara de fora. Ela balançava para os lados enquanto eu andava.

Sentei-me sobre o troco. Segurando o meu pau na base abaixei a minha cabeça na sua direção. Eu tinha 10 anos quando descobri que podia chupar o meu próprio pau. Aproximei o meu nariz de sua cabeça. Senti o cheiro de esperma e o cheiro delicioso que todo pênis tem. Minha boca ansiava pelo gosto do meu próprio pau.

Sem demora abocanhei a cabeça vermelha dele e comecei a chupar. A sensação é indescritível. Eu sentia minha boca deslizando sobre o meu pau. O gosto era algo totalmente proibido. A sensação completamente carnal.

Gemi baixinho enquanto meu pau derramava esperma dentro da minha boca enquanto se contraia. Eu engoli cada gota enquanto meu corpo era consumido pelo fogo do desejo.

Meu coração batia acelerado, eu podia ouvi-lo em meus ouvidos. Voltei para casa que estava vazia. Minha mãe trabalhava a noite. Entrei em meu quarto e deitei na minha cama. Tentei dormir, mas logo meu pau ficou duro novamente. Minha mente estava vazia e quando isso me acontecia sempre pensava em coisas proibidas.

Minha casa estava silenciosa. Andei até o sótão e encontrei a caixa do papai que eu escondia. Ele não morava mais com agente. Depois de viver um casamento infeliz e arranjado pelos meus avos ele se assumiu gay e foi viver com o namorado no exterior.

Levei a caixa preta para o meu quarto, coloquei-a sobre a minha cama e a abri. Senti o desejo arder em meu peito. Ao ver as revistas pornôs e o baralho de homens transando.

Meu pau inchado era visível sob minha bermuda. Peguei a minha revista favorita de dentro da caixa e me sentei em uma poltrona preta que ficava dentro do meu quarto. A revista era bem antiga, suas páginas estavam amarelas e algumas pregadas - eu não duvidava nada que aquilo era por causa da porra do meu pai.

Fantasias Gêmeas era a melhor revista de todas, extremamente excitante. É incrível como o pornô de antigamente era bem melhor. As imagens exalavam desejo, os atores másculos e gostosos deixavam qualquer um de pau duro.

Abri a revista e contemplei a imagem de dois gêmeos loiros se chupando. Sentia o corpo tremer com as imagens incestuosas. Dotados e super gostosos os dois gêmeos metiam e comiam um ao outro. Eu passava cada página enquanto batia uma punheta forte e rápida. Meu pau doía com a força que usava, mas isso só me dava mais prazer.

A campainha tocou. Levantei-me assustado. Do orifício na cabeça do meu pau brotava gotas grossas de líquidos seminais. Guardei minha revista e coloquei a caixa de baixo da cama. Tentei ao máximo esconder a minha ereção e me arrastei até a porta amaldiçoando quem me interrompia em uma hora gostosa e intima como aquela.

Abri a porta e me deparei com o meu vizinho PM. Ele ainda usava o uniforme da polícia.

_ Sua mãe tá em casa? – ele perguntou logo.

_ Não, por quê?

_ Hum... Preciso conversar com você.

O que ele queria conversar comigo? Ainda mais que ele era um policial. Eu não me lembrava de ter feito nada contra a lei nos últimos dias.

_ Tudo bem, Samuel, mas eu...

_ Relaxa cara, eu não vou te prender nem nada. Só quero conversar com você. E pode me chamar de Samu.

Olhei desconfiado para o Samu. O cara nem tinha 20 anos e já era da policia. Todos do bairro o idolatravam como um herói e, além disso, ele era super gato e gostoso. Eu morria de tesão por ele.

_ Entra. – eu disse abrindo a porta e o deixando passar. Ele era alto, devia ter quase 1,90. Loiro, com os olhos azuis e um rosto quadrado. Com 14 anos o cara já tinha comido todas as garotas do bairro.

Era estranho ver um policial tão jovem, ainda por cima em pé na minha sala.

_ Senta ai. – disse mostrando-o o sofá.

Ele se sentou. Lindo com aquela farda. Seus cabelos loiros estavam cortados no estilo militar. Ele puxou os lábios naquele seu sorriso safado que ele sempre dava.

_ Então o que você tá querendo falar comido? – eu perguntei desviando os olhos do volume entre as pernas abertas dele.

_ Senta ai. – disse ele.

Eu obedeci.

_ Então Victor notei que tu vai muito à mata...

Putz. Ferrou. Foi o que eu pensei. Ele deve tá pensando que estou usando drogas.

_ Cara não é nada disso que você tá pensando...

_ Fica calmo e deixa eu terminar de falar. – ele sabia ser chato. Isso era por causa da beleza eu não tinha duvidas disso.

_ Sei que você não ta usando drogas. Que tu só vai lá pra bater uma... – Samu disse sorriso maliciosamente.

Eu não podia acreditar no que ouvia. Um policial estava na minha casa por causa de umas punhentas ao ar livre? Isso era crime? Imagina se ele soubesse o que eu aprontava nos meus treze anos. Quando meus tios vinham dormir em casa e sorrateiramente à noite eu ia até a cama deles e os mamavam como louco enquanto eles dormiam.

_ Tu anda me seguindo... – eu disse lembrando-me dos sons dos passos. – Vai me prender por bater punheta?

Os olhos do Samu brilharam e seus lábios se afastaram em um sorriso provocador. Ele se aproximou de mim, eu podia sentir o calor do seu corpo. Seus lábios quase tocaram em meu ouvido enquanto ele sussurrava:

_ Cara em toda a minha vida eu nunca vi um pau gostoso como o seu. Tu é enorme e só tem quinze anos. Você é o único cara que me dá tesão. Eu não consigo mais parar de pensar em você, nem comer a minha namorada mais... Eu preciso muito sentir o seu pau dentro de mim velho.

De boa. Isso é muito difícil de acreditar. Sabe aquela hora que tu espera acordar de um sonho? Pisquei tentado acordar. Essas coisas não acontecem na vida real.

_ Cara você não sabe o que ta dizendo.

_ É claro que eu sei moleque. E você também sabe tá vendo? – disse Samu pegando meu pau que tava durão. Eu parecia um cavalo.

Eu não conseguia falar mais nada e nem o Samu; os olhos dele ardiam de desejo e segurando a minha nuca ele me beijou de um jeito forte e bastante selvagem. Eu nunca tinha beijando outro garoto antes. E nossa. Aquilo era demais. Eu sentia sua língua grande em minha boca. Seus dentes mordendo os meus lábios. A boca dele tinha um gosto esplendido. Coisa de macho.

Sua mão deslizou sobre o meu pau. Subindo e descendo. O cara realmente parecia louco pelo meu mastro. Não pedir tempo. O tesão estava me matado. Abri a bermuda e liberei o meu pênis que bateu no rosto do Samu. Ele gemeu quando o viu. Parecia que tinha ganhado o presente do ano. Segurando o meu pau com as mãos trêmulas ele passou o nariz sobre ele, sentindo o seu cheiro e a sua temperatura quente.

Quase gritei de prazer quando ele colocou a sua boca gostosa no meu pinto. O meu pau estava acostumado apenas com a minha boca nele e sentir a boca de Samu fez com que uma corrente elétrica percorre-se meu corpo e as minhas pernas tremerem.

Por ser um hetero até que o Samu mamava muito gostoso. Agarrei a cabeça dele e o fiz engasgar com o meu pênis. Ele não conseguia colocar tudo na boca, mas o cara estava determinado. Ver um PM super gostoso te mamando de joelhos não tem preço. Eu estava no paraíso.

Samu me chupava e lambia enquanto abriu o zíper da calça e liberou o seu pênis. Nossa pensei que fosse gozar com aquela visão. Grosso, com uma cabeça grande e rosa. O cara tinha o pinto de um deus. Suas bolas grandes tinham alguns pelos dourados.

Suspirei. E enfiei meu pau mais fundo na sua garganta fazendo-o se engasgar.

_ Cara você tem que me comer. Agora. – Samu implorou tirando a boca da minha vara.

_ Tira a calça e senta. – eu mandei me ajeitando no sofá.

Samu se ergueu. Enchendo-me de desejo. Ele tirou as botas com pressa. Seu uniforme de PM fazia meu pau latejar.

Ele se livrou da calça. Suas pernas eram perfeitas. Grossas e definidas com pelos dourados. Seu pau duro era uma delicia no meio daquela moita de pelos. O que me matou foi à bunda dura e empinada. Bunda de homem. Com a marca branca da sunga.

O Samu era um deus grego. Antes de ele sentar chupei o meu pau pra lubrificar e isso deixou o PM ainda mais maluco. Senti o meu pau na entrada do seu cu rosado que piscava para mim. Eu dúvida que meu pau fosse entrar todo. Mas queria muito tentar.

O Samu fez força. Ele gritava, mas não queria parar. Senti meu mastro gigantesco deslizar lentamente para dentro dele. Rasgando seu cuzinho virgem. Não tenho dúvidas, todo cara tem tesão no pau de outro cara. No fundo todos sentem aquela vontade proibida de sentir um latejando em seu cu.

Fiquei surpreso quando seu cu engoliu meu pau como se fosse uma capa de guarda-chuva. Minhas bolas batiam em sua bunda. Segurando seu pau eu comecei a masturbá-lo enquanto ele subia e descia. Ele era grande demais pra mim. Eu era um adolescente que comia um cara adulto e saber disso me deixava maluco. Eu era apenas um moleque que comia o policial gostoso da minha rua.

Fiquei com dó dele por que eu demorava muito a gozar. Acho que isso era por causa do tamanho do meu pau. Eu não sei. Depois de um tempo eu o coloquei de quatro e meti com força enquanto ele gemia e sussurrava o meu nome.

Ele gozou umas três vezes, parecia que ele tinha nascido para aquilo. Gozei aos berros enquanto mordia o pescoço dele. Seu cu apertando meu pau. Tirei o meu pau lambuzado de sangue e esperma.

O deixei ofegante deitado no sofá enquanto fui me lavar no banheiro.

Quando voltei o Samu não estava mais lá, mas sobre o sofá havia um bilhete:

"Cara, isso foi demais. Melhor que comer mulher. Te encontro amanhã na mata. Já estou com saudades. S."

Sorri maliciosamente, com o pau duro novamente mal conseguindo esperar pela tarde seguinte.

Norma para comentários:
Acusações insultuosas e comentários em desacordo com o tema da matéria serão despublicados.
Comentários dos leitores (58)
VítorRj14/05/2016 14:14
VítorRj14/05/2016 14:14
Amei por demais. Meu whatsup é esse 21982514048
Dico - Brasília-DF18/10/2015 23:22
Dico - Brasília-DF18/10/2015 23:22
Muito bom os contos do Willian Saints, uma leitura que dar prazer e tesão no cu, no pau e em todo o corpo. Parabéns.
RD1027/07/2015 16:07
RD1027/07/2015 16:07
ai vai meu email eusemparar@ig.com.br quem quizer dar pra mim to dentro sou de sp .
SantoProfano07/09/2014 14:31
SantoProfano07/09/2014 14:31
Seu conto é tão excitante e gostoso quanto as fantasias que a gente tem de transar com um cara hétero, bonito , gostoso e de preferência do pau bem grande.
Fabio15/06/2014 21:00
Fabio15/06/2014 21:00
nossa que delicia fiquem com muita vondade
PERNAMBUCANO20/05/2014 20:22
PERNAMBUCANO20/05/2014 20:22
PQP MUITO FODA ESSE CONTO GOZEI MUITO E QUERIA TER UM SAMU DESSES HAUAHAUHA QUER DIZER OS DOIS GOSTOSOS TESÃO D++++++++
ralf13/05/2014 13:48
ralf13/05/2014 13:48
Adoro uma farda ,principalmente o volume do penis.eu 1.80,moreno,82kl.quero seguranca,policial rodoviario.whats996272245sp
parana14/09/2013 12:22
parana14/09/2013 12:22
manda sms,pro numero (042-98092274) me deixa louquinho,se vc for policial melhor aina
lucas06/09/2013 7:58
lucas06/09/2013 7:58
adorei o comentario..muuto tesao...pena que nao moro no brasil....moro em milao na italia....
Jr17/08/2013 1:03
Jr17/08/2013 1:03
Também sou da região metropolitana do Recife, me manda teu número Joseph/ Pernambuco e vamos ver o q rola.
Jj09/08/2013 16:48
Jj09/08/2013 16:48
18 anos, zona Oeste São Paulo corpo legal não afeminado discreto... Ativos ate 27 anos discretos que ta afim manda msn 969408044 oi
Gabriel C.30/07/2013 20:10
Gabriel C.30/07/2013 20:10
Parabens William, ótimo conto. Mas me conta que mata é essa rsrsrs. Sem sombra de duvidas que você é ótimo escritor e produz excelentes obras. Continue assim. Abraços
Andre29/07/2013 16:59
Andre29/07/2013 16:59
Gente muito bom me senti dentro deste conto.
Elias29/07/2013 10:34
Elias29/07/2013 10:34
Muito criativo, mente fértil, avante garoto....
Douglas 29/07/2013 10:32
Douglas 29/07/2013 10:32
Um belo escritor, criatividade exuberante, muito bom escritor!!
Douglas 29/07/2013 10:25
Douglas 29/07/2013 10:25
Parabéns, que bela criatividade, da gosto de ler, continue assim!
Ricardo Mesquita27/07/2013 7:24
Ricardo Mesquita27/07/2013 7:24
Parabéns pelo conto erótico, fez uso de uma linguagem bem clichê desse tipo de texto, mas demonstra sem sombra de duvidas uma imaginação rica para outras publicações, vou te passar via facebook algum autores que podem incrementar esse seu talento, boa sorte e parabéns, continue escrevendo sempre. Abs RIcardo Mesquita - autor de all star azul
Elias26/07/2013 11:28
Elias26/07/2013 11:28
Atualmente só é considerado pedofilia se for forçado, a não ser que seja menor de 13 anos. Sendo forçado ou não, menor de 13 anos é crime. Acima disso, como já disse não é interpretando crime no caso do conto.
Elias26/07/2013 11:20
Elias26/07/2013 11:20
Está muito legal, continue assim
passivo zl sp26/07/2013 0:27
passivo zl sp26/07/2013 0:27
sou passivo se tiver um ativo de sao mateus zl sp ta ae meu contato 11 9 93408986 operadora claro.
alessandro24/07/2013 13:59
alessandro24/07/2013 13:59
Que tesao demais, já virou uma fantasia p mim realizar, ameii.
SAM24/07/2013 13:57
SAM24/07/2013 13:57
Q tesao, demais. já virou uma fantasia p mim realizar, ameiii....
walisson 24/07/2013 13:10
walisson 24/07/2013 13:10
eum que delissi tesaõ
P21/07/2013 18:48
P21/07/2013 18:48
Galera, conto muito bom mas devemos tomar cuidado com a idade das personagens para não ser algo interpretado como pedofilia pelas autoridades, mundo mais atenção as historias.
Waliison21/07/2013 13:04
Waliison21/07/2013 13:04
Muito bommm .kkkk.
Matheus21/07/2013 12:58
Matheus21/07/2013 12:58
Muito bom!
Dênis21/07/2013 12:22
Dênis21/07/2013 12:22
Muito legal esse conto me deixou tipo assimm ......... kkkkkk adorei bom memso
Netto Rosa20/07/2013 14:38
Netto Rosa20/07/2013 14:38
Fábio Souza, tá certinho melhor que vídeo com certeza. Adoro os contos do Mundo mais. Valeu, galera.
MAINE20/07/2013 12:10
MAINE20/07/2013 12:10
CARACA MY FRIEND, VC ESCREVE BEM DEMAIS E QUE IMAGINAÇÃO FÉRTIL, ENTREI NO CLIMA DO POLICIAL, QUE DELICIA. QUERIA IR AGORA PARA A MATA. ME FAZ SENTIR UMA PITANGA, UMA FRUTINHA QUE DÁ NO MATO. KKKKK
tony18/07/2013 20:56
tony18/07/2013 20:56
delicioso conto. to morrendo de tesaoooo..
fabio souza18/07/2013 14:44
fabio souza18/07/2013 14:44
Nossa que delicia de conto,foi melhor que assistir ao um videio,
persil18/07/2013 2:28
persil18/07/2013 2:28
Muito bom espero a segunda parte logo pois fiquei de pau durao
Marcos Molinnari17/07/2013 22:34
Marcos Molinnari17/07/2013 22:34
Nooooossa incrivelmente excitante vc escreve muito bem. adorei... espero ver a 2 parte. marcosmolinnari@hotmail.com
Pardo Paquita17/07/2013 21:05
Pardo Paquita17/07/2013 21:05
Ameeeei .. imagenei tudo aqui na minha frente !!
jose carlos,barao de cocais17/07/2013 20:29
jose carlos,barao de cocais17/07/2013 20:29
eu vou sempre na sauna tres chic em bh e ,saio de lá totalmente realizado ,sacio todas as minhas sedes de varas e de cu,
JOSEPH/PERNAMBUCO17/07/2013 16:58
JOSEPH/PERNAMBUCO17/07/2013 16:58
GOSTEI DO CONTO REAL OU FICTICIO TANTO FAZ, BATI UMA SÓ DE IMAGINAR EU NO LUGAR DESSE MILITAR, ADORO BEM DOTADOS... UIIII. QUERIA CONTATO COM MACHOS GOSTOSOS E DOTADOS AQUI DA AREA METROPOLITANA AQUI DE RECIFE, SÓ NAO CURTO DROGAS NEM BEBIDA, NEM SADO, O RESTO NA CAMA, ROLA BARBA CABELO E BIGODE.
JOSEPH/PERNAMBUCO17/07/2013 16:50
JOSEPH/PERNAMBUCO17/07/2013 16:50
GOSTEI DO CONTO REAL OU FICTICIO TANTO FAZ, BATI UMA SÓ DE IMAGINAR EU NO LUGAR DESSE MILITAR, ADORO BEM DOTADOS... UIIII.
Webert17/07/2013 14:04
Webert17/07/2013 14:04
Muito interessante.... foi muito criativo.. incrivel
william17/07/2013 13:44
william17/07/2013 13:44
nuss q delicia d conto...
Igor Soares17/07/2013 13:39
Igor Soares17/07/2013 13:39
aiiiin que conto os caras fudia gostoso !
Bruno17/07/2013 12:36
Bruno17/07/2013 12:36
Vei que imaginação vc tever para escrever esse conto que deixa qualquer um excitado e com vontade de presenciar isso na realidade. Confesso que deu aquela vontade de tirar a vara pra fora e bater uma lendo esse magnífico conto. Parabéns pela inspiração.
Higor17/07/2013 11:18
Higor17/07/2013 11:18
Ótimo isso! Cada vez melhores seus textos... =D
Hugo17/07/2013 11:13
Hugo17/07/2013 11:13
Delícia!
Rafael 17/07/2013 10:57
Rafael 17/07/2013 10:57
Muito bom! :)) como sempre surpreendendo!
lulu es16/07/2013 21:12
lulu es16/07/2013 21:12
Cara que conto maravilhoso,vc me deixou mto excitado qro ler a 2ª parte..Parabéns!!
Raio16/07/2013 19:57
Raio16/07/2013 19:57
Parabéns ao MM, este conto foi maravilhoso e excitante. Que os contos permaneçam no mesmo nível deste. Abraços...
Miguel16/07/2013 19:08
Miguel16/07/2013 19:08
Pode parecer absurda a ideia de um policial, aparentemente hétero, estar numa situação dessas. Mas tudo é possível e eu ter pego meu primo, também fortão, hétero e que inclusive tem uma filha, fez eu acreditar mais nessas histórias que parecem sair dos nossos sonhos. ESSE CONTO FOI UMA DELÍCIAAAAAAAAAAAAA!
Miguel16/07/2013 19:06
Miguel16/07/2013 19:06
Meu Deus, esse conto me deixou looooooooouco!!! Até eu to com vontade de mamar e sentar nesse seu pau!!!!!
bh16/07/2013 11:43
bh16/07/2013 11:43
mande seu Skype cara...que delicia de conto...qro ser rasgado por vc tb!!!
Vitinh16/07/2013 11:35
Vitinh16/07/2013 11:35
Genial esse conto
Jhonas Campos 16/07/2013 10:44
Jhonas Campos 16/07/2013 10:44
kkkkkkkk Hum muito bom viu!!!!
Lucas16/07/2013 10:33
Lucas16/07/2013 10:33
Muito bom. Adorei.
Oralbc16/07/2013 10:23
Oralbc16/07/2013 10:23
Caralho, que mata é essa ??? rsrs passa o endereço p povo fera kkk... Sempre curto uma trilha na mata... principalmente aqui em Balneário na praia do pinho... uma delícia de lugar.. oralbalneario@gmail.com..
Linda&Lusho16/07/2013 9:48
Linda&Lusho16/07/2013 9:48
Genteeee!! Adorey! o que eh isso!! que deliciaaaaa Que conto maravilhosoo! Está de parabéns!!
cacopes16/07/2013 3:36
cacopes16/07/2013 3:36
Delicia de conto..... muito bom.....cheio de tesão;;;;;
gato danado15/07/2013 22:36
gato danado15/07/2013 22:36
Whatzaap 96 91536364 Adc ai so me chamar
Lek 17a Joinville15/07/2013 20:27
Lek 17a Joinville15/07/2013 20:27
Porra que tesão
ceara15/07/2013 16:05
ceara15/07/2013 16:05
legal,quero dar meu cu tambem
Faça seu comentário!
Nome

Faça seu comentário:

Rodrigo