Quarta-feira, 29 de Setembro de 2010
CONTOS DOS LEITORES
A Viagem dos Sonhos
Durante uma viagem de ônibus entre Maceió e Recife, uma deliciosa brincadeira aconteceu entre mim e o rapaz que se sentou ao meu lado.
por Abraham Lebron

Uma vez fiz uma viagem de Maceió para Recife de ônibus. Era um ônibus muito confortável, com um ar condicionado bastante frio. Por conta disso, a empresa distribuía cobertores para os passageiros que assim os desejassem.

Minha poltrona era a da janela. Entrei no ônibus e sentei na minha poltrona na expectativa de quem sentaria ao meu lado. Logo em seguida entrou um homem de uns 30 anos, alto, magro, me cumprimentou e sentou ao meu lado.

A viagem teve início às 18h00. A noite chegara e com ela a escuridão, ampliada quando as luzes internas do ônibus foram apagadas. Começamos a conversar sobre a viagem, quem morava onde, em que bairro, o que cada um fazia, etc. Percebi que na conversa, ele me olhava com um olhar penetrante, talvez querendo conhecer-me muito mais além das palavras, que não deixavam de ser superficiais. Eu fazia o mesmo, aliás sempre procuro descobrir mais de alguém com quem converso, pelo olhar fixo nos olhos do outro ou pelo toque em qualquer parte do corpo, como na mão, no braço, na perna, etc. Percebi que ele fazia o mesmo quando queria enfatizar algo, chamar a minha atenção para aquilo que ele achava importante.

Durante a viagem, acomodando-me melhor na poltrona, deixei minha perna tocar levemente na dele, esperando a resposta: se ele a retiraria daquele contato ou se forçaria para que o contato ficasse mais próximo. E foi isso que aconteceu. De repente estávamos conversando e empurrando cada um a perna do outro com mais força, como se quiséssemos montar uma em cima da outra. Nisso, o ar começou a ficar mais frio. Ambos pegamos os cobertores e nos cobrimos, cada um com o seu, de tal forma que o cobertor de um cobria o cobertor do outro. Assim, protegidos pelos cobertores, podíamos agora colar também os nossos cotovelos um no outro, sem que ninguém percebesse. E foi isso mesmo que aconteceu.

Ainda conversando, nos tocávamos com mais liberdade e de repente nossas mãos se cruzaram e se apertaram e ultrapassaram os limites das poltronas (já que tínhamos levantado o braço móvel entre elas de propósito). Minha mão direita pousou suavemente sobre sua perna esquerda e a mão esquerda dele também pousou sobre a minha perna direita. O balanço do ônibus nos ajudava a esquadrinhar com mais ousadia o caminho que as nossas mãos queriam alcançar.

Foi assim que em uma curva, minha mão foi mais além da perna e sentiu que havia tocado em algo endurecido sob a calça dele. Imediatamente parei a caminhada, pois havia encontrado o destino, que mudara a minha respiração e deixara o meu corpo experimentar uma sensação de muito prazer. Quando comecei a tocar e apertar o que era o que eu queria tocar, ele fez o mesmo em mim, descobrindo que algo muito duro estava também sob a minha calça.

E agora? Agora começava a parte mais difícil. Tocar além da calça, abrir um zíper, desatacar um cinturão, mergulhar a mão dentro da cueca, enfim, sentir um membro duro, quente e pulsando de sensações que terminariam em um prazer sem precedentes. Tudo o que eu fazia, ele fazia também. Para facilitar as coisas, tivemos uma parada das atividades de nossas mãos para nos ajudarmos cada um a desatar seu próprio cinturão e abrir o seu próprio zíper. Depois deste trabalho de “infraestrutura”, as coisas ficaram bem mais fáceis e passamos a explorar (tudo isso por baixo dos cobertores) as partes dos nossos corpos que mais nos interessavam naquele exato momento.

Foi com muito tesão que pude tocar nos seus pentelhos que eram grandes a abundantes, sentir a sua rola dura, levar a mão um pouco mais abaixo da rola e sentir os ovos grandes, peludos e quentes. Ele descobria o mesmo em mim, explorando os meus pentelhos, rola e ovos. Nós sabíamos que não poderíamos nos expressar como se estivéssemos em uma cama, mas os avanços que havíamos alcançado com a conivência dos cobertores, já nos deixavam desejosos que a viagem demorasse mais, até alcançarmos o que tanto desejávamos: o orgasmo.

Entre carícias e suspiros reprimidos, pudemos perceber que começavam a aparecer os primeiros sinais de que estávamos perto do clímax. Nossos dedos tocaram em alguma coisa líquida, expulsa das rolas acariciadas. Era como se elas chorassem, clamando que o melhor de tudo finalmente chegasse.

Começamos, já sem mais nenhum pudor, a executar os movimentos de ida e volta em torno da glande de cada um. Os movimentos não poderiam ser intensos, mas o tesão era tanto que nem precisou muito esforço. Como um rompimento de uma represa, os nossos espermas foram jateados para fora, fazendo-nos contorcer de prazer e gozo. Gozamos ao mesmo tempo e ficamos cada um segurando as rolas um do outro, esperando o relaxamento e posterior repouso dos nossos preciosos membros. Tentamos nos limpar com o que tínhamos no momento, que eram as cuecas e as camisas. Que alívio!

Quando percebemos, já era 22h00 e estávamos entrando em Recife. O ônibus nos levou para a rodoviária, onde depois de nos despedirmos, cada um foi para o seu destino. Não sei por que, não trocamos nem números de celular nem endereço de e-mail. Talvez quiséssemos apenas recordar aquela viagem como um sonho mágico, impossível de repetir-se. Mas posso garantir que não foi sonho. Em casa tive que lavar eu mesmo minha cueca e camisa, para que minha mulher não descobrisse as manchas amareladas e endurecidas, nelas impregnada.

almelo60@hotmail.com

Norma para comentários:
Acusações insultuosas e comentários em desacordo com o tema da matéria serão despublicados.
Comentários dos leitores (34)
Recife-Maceió13/09/2013 0:37
Recife-Maceió13/09/2013 0:37
Alguém aí faz usa o onibus da real alagoas, pra fazer o trajeto recife-maceió? quem tiver interessando, me add no skype: arthur_vs_tigre@hotmail.com
Siceramente14/08/2012 2:12
Siceramente14/08/2012 2:12
Já viajei muito pra maceió....nunca vi esta história de cobertor...a senhora incrementou o conto....oÓ
afonso´20/03/2012 14:25
afonso´20/03/2012 14:25
, bem passei pela mesma situação so q foii meio diferente , foi no avião, depois de termos tranzando, quando chegamos tive q ir pra um hotel, mais ñ foii o caso ele pegou e me levouu pra a masão dle! até hj tamos juntos namorando! bjks te amoooo murillo mataar´
gato13/03/2012 1:07
gato13/03/2012 1:07
uuuuuuhhhhhhhh. lady gaga
MOISÉS07/09/2011 16:16
MOISÉS07/09/2011 16:16
O CONTO É DEZ,JÁ OS COMENTNTÁRIOS...TEM UNS QUE NEM DÁ PRA SE LER. MIKI,EU JA FIZ VÁRIAS PEGAÇÕES EM ÔNIBUS E DÁ PRA VER SIM OS OLHOS DO PARCEIRO,UMA VEZ QUE SE PASSA POR LUZES EXTERNAS.BOM,EU SÓ SEI QUE ANDO SEMPRE DE ÔNIBUS,SEJA DE VIAGEM OU CIRCULAR,E SEMPRE FICO COM TESÃO,NÃO PERDENDO NUNCA O OPORTUNIDADE DE UMA PEGAÇAÕ BÁSICA,ADOOOOOOOOOOOOORO!
Matheus05/09/2011 15:09
Matheus05/09/2011 15:09
passei por uma situação quase parecida com essa, pena q tive essa sorte de poder tocar o kcte do cara q tava do meu lado, veio ele pediu licença e sentou ao meu lado, bem aparentado simpatico e educado, cv a viage quase toda, ele mora na cidade onde fui, e ainda era perto da rodoviaria, ate cheguei a brincar com ele de q se meu amigo naum aparecesse para me buscar, iria passar a o restante da noite na ksa dele,logo ele me disse q movava sozinho ainda dando um sorriso meio mal intensionado, percebi na hra qual era sua intenção. pena q naum cheguei a trocar telefones e-mails algo assim, pois meu amiga ja estava a minha espera e precisava ir logo.. Queria passa por uma situação como essa algum dia desses para poder saber aproveitar melhor o momento...
junior 12/07/2011 11:30
junior 12/07/2011 11:30
ola isso e muito bom gostaria de verdade vivier uma aventura ssim parabens. me add hbhte@hotmail.com
kas_imp@hotmail.com08/07/2011 3:30
kas_imp@hotmail.com08/07/2011 3:30
Muito bom esse conto queria eu ter essa oportunidade...
podre podre podre 30/06/2011 2:49
podre podre podre 30/06/2011 2:49
aff eu nem perdia meu tempo para mandar um conto desses . No momento que falou que o ônibus tinha cobertores eu ri demais kkk estva na europa foi filha kkkkk
Who !03/05/2011 7:56
Who !03/05/2011 7:56
Isso ja aconteceu comigo, porem eu estava no ultimo banco e ao meu lado era o banheiro do Bus.... Outra coisa nao gostei da escrita desse autorz. Tentou falar dificiul e com um tom de cultura mas para mim somente estragou o conto, Beijos
Bruno 09/11/2010 17:53
Bruno 09/11/2010 17:53
gostei de seu conto isso ja aconteceu comigo tambem me add fera seiqenadasei@hotmail.com
MEU CU07/11/2010 17:47
MEU CU07/11/2010 17:47
GENTE ESSAS BICHAS SÃO MUITO MAL AMADAS!!! elas so criticam, deveriam ficar caladas, nossa é por isso que esse país é uma merda mesmo, essa classe c e d que subiu um pouco de vida mas é muito mau humorada, coitadas, elas não apoiam nada e querem que o pais evolua na visibilidade das causas glstb. coitadas vão ser cabelereiras de bairro e atendentes de telemarketing até a morte, se não forem assassinadas por um homofobico que come o cu delas por dinheiro antes. vão ser felizes bicharada podre
Gugu 21/10/2010 4:24
Gugu 21/10/2010 4:24
isso é mentira agora bem aí é d+++ flw!...
silva19/10/2010 22:53
silva19/10/2010 22:53
Esse conto é uma ficção,nunca que um cara que vc nunca viu,faz as mesmas coisas que vc faz.Aonde...paraem com isso.
fuderoso de salvador16/10/2010 17:01
fuderoso de salvador16/10/2010 17:01
Hum.. vez por outra leio os contos do site. Se são fatos veridicos ou meras quimeras não sei. Só sei que tenho várias experiencias interesantes e nada convencionais como sexo na praia, no pq da cidade a tarde,no banheiro publico,pegação no busu, sexo na rua,..enfim, quem sabe um dia eu tire tempo pra escrever algo aqui! Um amigo o qual narro minhas aventuras sempre me diz que eu deveria era fazer um blog! kkk Mas nem sei como se faz isso!!
Abraham Lebron07/10/2010 21:47
Abraham Lebron07/10/2010 21:47
Vivente SP/SP, O ser que contou este conto entende que cada ônibus possui poltronas de janela no lado esquerdo e no lado direito. No conto este ser estava sentado na poltrona da janela do lado esquerdo do ônibus, por isso pode usar a mão diteita para tocar a mão esquerda do acompanhante do lado. Parece que os ônibus que o Sr. Vivente SP/SP usa só possui poltronas de janela do lado direito. Outra coisa, a frase correta é "me poupe" e não "me pope" . Da próxima vez que fizer algum comentário, procure um dicionário de português. É mais elegante saber escrever correto.
junior07/10/2010 20:02
junior07/10/2010 20:02
eu tive umas dessas aventuras sou de natal e fui a uma viagem a ilha de itamaraca recife e na volta no onibus todo mundo canssado e durmindo estava sentado em uma poltrona e um rapais do meu lado e aconteceu o mesmo foi otimo !!!!!!!!!!
Vivente SP/SP07/10/2010 9:43
Vivente SP/SP07/10/2010 9:43
Que horrivel!!! O ser que contou esse conto não sabe nem se quer falar dele... péssimo.... Uma hora ele estava sentando na poltrona do lado da janela, como isso facilitou ele usar a mão direita para tocar a mão esquerda do parceiro ao lado................. Ai me pope..... essa minina tem que aprender contar contos mais reais , pq esse foi de matar.... abraço a tdassssssssssss
Admirador de contos04/10/2010 17:58
Admirador de contos04/10/2010 17:58
Posta mais contos ai... esse aqui foi uó, posta contos do tal Diego, que ele faz a temperatura subir
Fábio02/10/2010 16:44
Fábio02/10/2010 16:44
Já tive,uma esperiência igual,também,só que mamaei no pau do cara,nossa foi muito gostoso !!! Também já deixei muito caras,me encoxar no buzão coletivo,lotado,nossa isso foi muito excitante.
GILLOPES01/10/2010 21:27
GILLOPES01/10/2010 21:27
Bem interessante a história apesar de lugar comum, mas valeu. Não entendi a biba que condenou a amiga. Gennnnnnnnnnnnntttteeeeemmmmmmmm, tem lugar para todas, vamos ser unidas, a festa fica mais interessante. Beijos em todas.
Joao30/09/2010 18:29
Joao30/09/2010 18:29
Ridiculo, a bicha ta querendo ser escritora de novela gay!!!!Por favor!!!!
Abraham Lebron30/09/2010 10:29
Abraham Lebron30/09/2010 10:29
Rodrigo, Seu e-mail voltou. Por favor, se comunique comigo através do meu e-mail: almelo60@hotmail.com. Abraham
Malina30/09/2010 1:31
Malina30/09/2010 1:31
Uh Madonna Uh Katy Perry Uh Ke$ha kkkkk
wenner30/09/2010 1:20
wenner30/09/2010 1:20
que horror! péssimooooooooooooooooooo!
baiano29/09/2010 23:31
baiano29/09/2010 23:31
horror por favor da proxima conta outra cara!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! (melhor)
Miki29/09/2010 16:44
Miki29/09/2010 16:44
As luzes do ônibus se apagaram, era noite e ele pôde ver o olhar do amigo! Hhauahua Superman. Uhhh Lady Gaga!
bamby29/09/2010 13:14
bamby29/09/2010 13:14
ai naum gostei....essa bixa ta tentando fala dificilll....issso foi um momento de tesão ou uma aula de anatomia humana...a nemmm podem melhorar essas historias....afffff
Rodrigo - BRASÍLIA/DF29/09/2010 11:35
Rodrigo - BRASÍLIA/DF29/09/2010 11:35
Tenho 22 anos, 1,75 de altura, 66 kg, branco, cabelo/olhos castanho escuro, bonito, super discreto. Moro na ASA NORTE. Add ai: mson_df@hotmail.com.br Falow!
DANIEL29/09/2010 11:21
DANIEL29/09/2010 11:21
oauuu o cara é casado !! meu que tesão gosto de homens casados H X H SEXO É ASSIM ADOOORO...!!
Mineiro29/09/2010 2:11
Mineiro29/09/2010 2:11
Muito lady gagaga Nesse eu nao digo adoloooo e sim odiei hhauha
Mineirinho passivo29/09/2010 0:54
Mineirinho passivo29/09/2010 0:54
Legal, mas podia ter rolado pelo menos um sexo oral ai ne? Uhhh Lady gaga
wellynton29/09/2010 0:53
wellynton29/09/2010 0:53
muito gostoso msm k delicia
Erick29/09/2010 0:41
Erick29/09/2010 0:41
Adoorei ^^
Faça seu comentário!
Nome

Faça seu comentário:

Garotos de programa