Assine o MundoMais

Pode doar sangue?

No Reino Unido, gays só vão poder doar sangue se ficarem 10 anos sem transar. No Brasil, a abstinência é de 1 ano.

por Redação MundoMais

Quarta-feira, 13 de Abril de 2011

O governo britânico vai anunciar, em breve, algumas modificações na regra que proíbe gays e homens bissexuais de doar sangue. A norma que será publicada apenas autoriza a doação de gays e bis que não tenham transado dez anos antes do procedimento.

O órgão que controla a doação de sangue no Reino Unido disse que autorizar a doação por parte de homossexuais que não tenham transado apenas nos cinco anos anteriores aumentaria o risco de haver sangue contaminado em 5%.

A regra continua vendo os homossexuais de forma discriminatória. Gays que se protegem nas relações sexuais ainda são impedidos de fazer a doação! No Brasil, os gays podem doar desde que não tenham feito sexo um ano antes da retirada do sangue.

Comentários (41)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 23-04-2011 às 01:29 P/ Marcos, de Paulinho BSB
    È verdade, Marcos, concordo plenamente. Todo cuidado é pouco. Muita gente que recebe este sangueestá com problemas de imunidade. E não é só o HIV, tem tbm a hepatite, cuja janela é de 6 meses, como você disse. Olha, gente, nos últimos três anos, conheci algumas pessoas com hepatite C, que é incurável. O contaminado faz tratamento, como no HIV, pro resto da vida, pois esta doença mata. Li num artigo, que a hepatite C está uma epidemia, tanto quanto o HIV. Que bom se amássemos alguém que nos amasse pudéssemos viver tranquilos, fiéis! Será? A esperança não pode morrer, né? Kisses!
  • em 21-04-2011 às 21:57 david manrick
    gente vejam o comentario do marcos com atenção, sou gay e posso entender o porque não podemos fazer doação assim tao simples....
  • em 21-04-2011 às 19:10 André
    Concordo com o Wagner e o Marcos. Acredito que, mesmo sem fazer a doação de sangue, podemos ajudar, divulgando, incentivando e disseminando a idéia da doação. Faço a todos a seguinte pergunta: No caso de um acidente ou doença grave em que você estivesse necessitando de uma transfusão e pudesse escolher, você receberia o sangue de um gay, mesmo sabendo que existem gays não promiscuos? E os parceiros destes gays fiéis? Será que são fiéis também? Sou gay assumidíssimo. Conheço a causa da doação de sangue. Participo ativamente. Só que promovendo este ato tão nobre.
  • em 21-04-2011 às 18:28 Marcos
    Antes de tudo, gostaria de esclarecer que TODO e QUALQUER doador passa por uma triagem ANTES de doar sangue. Esta entrevista é realizada para resguardar tanto o doador quanto o receptor. E também TODO material coletado passa por uma minuciosa análise (exames sorológicos) antes da bolsa de sangue ser liberada. O maior problema é em relação a algo que poucas pessoas discutem ou sabem, que é a JANELA IMUNOLÓGICA. É por este motivo que muitas pessoas não podem doar sangue TEMPORARIAMENTE ou DEFINITIVAMENTE, dependendo da análise do médico. A JANELA IMUNOLÓGICA é o período em que o indivíduo foi infectado por um virus, mas que ainda não é detectável nos exames. Por exemplo: quem teve contato com uma pessoa infectada por hepatite C, por exemplo, pode só vai ficar sabendo que realmente tem a doença após uns 6 meses. O HIV, virus da AIDS, leva em torno de 22 dias para ser detectável através dos exames. Então, não adianta fazer um exame anti-HIV no dia seguinte da relação sexual achando que está contaminado pelo virus porque o exame vai dar negativo. Hoje em dia existem testes mais potentes (os chamados NAT, que são testes de ácido nucléico), que reduzem o período da janela imunológica, ou seja, os exames conseguem "enxergar" o vírus com um prazo menor (mas mesmo assim, ainda é um período longo que, em se tratando de medicina, temos que considerar). Certamente a medicina caminha a passos largos em relação à segurança transfusional. Haverá um tempo em que certamente esses exames terão um resultado imediato em relação à janela imunológica. Como bem disse o Wagner em seu comentário, é verdade que o homossexual masculino tem 30 vezes mais risco de contaminação por DST do que os heterossexuais, por causa do sexo anal (principalmente o passivo). As mulheres lógico que fazem sexo anal também, mas a chance é infinitamente menor do que no homossexual masculino. É importante que os homossexuais masculinos entendam que de forma alguma esse impedimento é uma forma de preconceito contra os gays, até porque homossexuais femininos doam sangue normalmente. Existem grupos de pessoas que infelizmente não podem doar sangue definitivamente como por exemplo, as pessoas que tem diabetes, que tiveram hepatite B ou C, que fizeram tratamento quimioterápico ou temporariamente: indivíduos que fizeram tatuagem ou piercing não podem doar sangue no período de 12 meses após a realização do procedimento, uso de certos medicamentos ou até o número de parceiros sexuais no período de 12 meses. Héteros também podem ser impedidos de doar temporariamente por causa desse último tópico relacionado ao número de parceiros (as) sexuais. Existem estudos recentes que mostram que de 15 indivíduos que doaram sangue e tiveram soroconversão (que doavam normalmente e que após um período apresentaram sorologia para sífilis, hepatite ou HIV), 11 eram homossexuais que omitiram a informação na triagem. Portanto, pensem em quem irá receber o sangue. Na grande maioria das vezes, são pessoas que estão muito debilitadas, fazendo quimioterapia por causa de um câncer, pessoas que sofreram um acidente, crianças que nascem com incompatibilidade sanguínea... A segurança da transfusão começa com a sinceridade do doador. Mesmo que o indivíduo seja impedido de doar sangue temporariamente ou definitivamente, não impede que ele continue defendendo a importância da doação de sangue contínua ou até mesmo levando parentes e amigos a um hemocentro. Pensem nisso.
  • em 20-04-2011 às 19:46 De Thiago/RJ para o outro Thiago
    Que que é isso, meu xará?! Você quer se matar?! Também não é pra tanto...
  • em 19-04-2011 às 02:49 Sandrão
    A notícia é chocante, desde quando gay não se cuidam? As estatisticas mostram que os gays fazem sexo mais seguro que os héteros, mas mesmo assim o preconceito existe. Então, querem fazer uma boa ação, doem, e mintam na parte deste questionário, desde que saiba e tenha certeza de que estás bem de saúde. O mundo está acabando e atitudes arcaicas como esta por parte das autoridades só contribuem para a desgraça,, a vergonha, a escassez de sangue neste país. Sejamos realistas, se levas uma vida promiscua e sem cuidados, não vá querer levar mais problemas para quem já está internado né, mas se sabes q está tudo bem, manda ver na mentira, o mundo gira em torno da mentira mesmo. É o mundo do faz de conta que conta. A sociedade se cega perante ao número de casos de heteros contaminados, e os gays, se cegam para as perguntas do questionário e ajudem a salvar vidas. Neste caso o que manda é a consciência, se levar uma vida legal como gay, cuidadosa, não se diminua perante o hétero promiscuo, mente la na porraaa do questionário e manda ver. Ah me chupem, materinha sem vergonha essa, mas saúde é saúde, e tem muito gay que já não se responsabiliza pelos seus atos nem na cama. É a vida. O mundo realmente é um moinho e vai reduzir as ilusões a pó, né cazuzaa
  • em 18-04-2011 às 07:10 Andrey
    Então nenhum homosexual vai poder doar sangue, ninguem fica 10 anos sem transar.
  • em 18-04-2011 às 03:44 rafa
    nunca vou doar sangue, só se for pra salvar um parente ou um amigo meu, meu sangue bi é muito ruim para a comunidade, rs
  • em 18-04-2011 às 00:03 Mr X
    Eu pensava que todo sangue doado passasse por uma análise minuciosa antes de ser utilizado. Com essa preocupação toda com a origem e tipo dos doares é um sinal de que o controle de qualidade é bem fraquinho.
  • em 18-04-2011 às 00:01 Nereu-SP
    Sei que estou limpo. Afinal faço exames todos os anos. Se não querem meu sangue por preconceito e burrice.... foda-se.... Estou me lixando.... depois não digam que está faltando sangue.... Vontade para doar eu tenho... não querem.... danem-se...
  • Mostrar mais comentários...