quero assinar Entrar na área VIP

Acampamento para afeminados

Jovens foram indicados por suas escolas para um “tratamento” contra a homossexualidade. País proíbe relações homossexuais.

por Redação MundoMais

Quinta-feira, 21 de Abril de 2011

MALÁSIA - O jornal New Straits Times afirmou que um grupo de 66 adolescentes malaios com 'tendências afeminadas' será enviado a um acampamento, com o objetivo de 'passar por uma reeducação'.

O jornal credita a informação a autoridades da Malásia, país que não tolera a homossexualidade.

Segundo o Departamento de Educação do Estado de Terengganu, o acampamento começou a funcionar no último domingo. Os jovens enviados ao local foram indicados por suas escolas, que foram instruídas no ano passado a 'denunciar alunos que pudessem ser gays'.

A Malásia considera ilegais as relações entre pessoas do mesmo sexo. Homossexuais malaios denunciam medidas do governo que consideram discriminatórias, como, por exemplo, a pena de 20 anos de prisão por sodomia.

De acordo com o New Straits Times, os estudantes terão aulas de educação física e religião, conduzidas por 'palestrantes motivacionais'.

O diretor do departamento, Razali Daud, disse ao New Straits Times que, embora os 'sintomas' variem, o comportamento dos 66 jovens - todos estudantes do ensino médio - 'não são comuns para rapazes normais desta idade'.

"Nós não estamos interferindo com o processo da natureza, e sim meramente tentando guiar estes estudantes a seguir um caminho adequado em suas vidas", afirmou Daud.

"Nós sabemos que algumas pessoas acabam se tornando mak nyah (travestis) ou homossexuais, mas nós faremos o melhor para limitar este número", disse.

A entidade malaia Grupo Unido de Ação para a Igualdade de Gêneros (JAG, sigla em inglês) afirmou, em comunicado publicado pelo site de notícias The Malaysian Insider, que a medida vai contra os direitos humanos, além de promover a homofobia e o preconceito.

Comentários (34)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 18-09-2011 às 16:48 Dona Salomé
    Não entendo! Ah! não entendo mesmo!!! E os bissexuais, os transgêneros, os giletes de todos os tipos, os travecos e, assim como Laerte, os crossdessers, ou seja, os sem definição???!!! Também serão encaminhados para uma provável ressocialização???!!! Algo me diz que só pode ser para desviar o foco das coisas que são importantes, necessárias e vitais para um povo, como educação, saúde e....os homossexuais servem de bodes expitórios para políticas discriminatórias e sensacionalistas. Países laicos, ricos e com culturas bem formadas e, até, invejadas, não se submetem ao ridículo. Como disse uma mona, pelas barbas do profeta!!!!
  • em 06-05-2011 às 00:53 Jakson 16 anos!
    Realmente é um absurdo para a nossa visão ,mas a visão deles é totalmente diferente, eles não observam e não educam como aqui. È algo totalmente diferente! é a educação que não é bem formada no país! Achei um país que ainda acredite em religiao ! ridículo! religião é poder meu povo ! vamos sair dessa alienação!
  • em 26-04-2011 às 12:21 Abelito
    Que tamanha burrice, será quando não vou me deparar com noticias desse tipo? pela barbas do profeta
  • em 25-04-2011 às 15:15 billy.floripa
    NOSSSA QUE SURUBAO QUE VAI ROLAR LA. 66? POR QUE NAO AUMENTARAM PRA 69 ESTE NUMERO É MAIS BONITO. JURA QUE ELES QUEREM A CURA. VAI ROLAR ORGIA ATRAZ DE ORGIA.
  • em 25-04-2011 às 14:21 Paulinho BSB
    Isto é tão ridículo, que nem vou comentar. Infelizmente não é possível que tudo se transforme numa pegação, porque a vigilância e a crueldade por lá é grande.
  • em 25-04-2011 às 03:04 Gustavo
    Hahahahaha 66 jovens gays num acampamento? vai ser uma putaria geral, vai ser até pior, q o que vai ter de pegação ali meu querido ... deu até inveja rs ... qndo acabar o acampamento, vão estar todos íntimos e com doutorado em pegação, ele se deram bem isso sim rs
  • em 25-04-2011 às 00:15 P/ RICARDO PESSOA LINDENBERG, Físico
    Do Paulinho BSB : Meu caro, sinto que compreendeu com profundidade os meus comentários. Percebo que você tem um estilo todo seu de se expressar, às vezes com um humor sutil e peculiar. Leio o que escreve e respeito e aprecio a sua opinião. Tenho curtido tudo isto que vejo dos outros comentaristas, também. Quanta maneira de pensar diversa! E quase todas interessantes ao seu modo. Tenho melhorado a minha capacidade de aceitar pensamentos diferentes, sem sofrer, atravéz destes comentários, no mundomais. Há momentos que vocês me levantam, quando estou meio down. Minha passagem por aqui tem sido fascinante. Não sei no que vai dar esta experiência, mas creio que sairei uma pessoa melhor. Se pudesse, pois sou muito desconfiado, sairia acompanhado, né? rerere. Sabe como é o mineiro! Mas num site de filme pornô? rsrsrs... Ó, não é cantada, tá? Only making fun! Kisses!
  • em 24-04-2011 às 11:03 Gaucho poa
    hahahaha muito bom o comentário do NATALENSE! Concordo! Este acampamento vai virar um grande campo de pegação...o q eles fizeram foi colocar um bando de pessoas com as mesmas vontades, juntos... E Sandrim, vc dizer que " o governo está fazendo alguma coisa"...fazendo o que? Opressão? Preconceito? Isso sim! Ninguém precisa fazer nada, pois não existe esta de ficar em cima do muro...salvo um ou outro caso de bissexualidade, de resto quem é gay, é sempre gay...não tem um "muro da cura", ou um "muro da vida normal"... tem sim a vida e a condição que cada um deve adotar, independente do que seja: homo, hetero,bi... uma atitude destas não tira ninguém da dúvida, pq sabemos q não há dúvidas! Há sim um medo de assumir, mas todos sabemos o q somos desde sempre, porém não é desde sempre que aceitamos... Felicidade a todos!
  • em 24-04-2011 às 00:59 MARCOS / STA CATARINA
    Quanta ignorância e preconceito, bem que poderiam mandar os rapazes acampar aqui no Brasil!!!Assim poderiam pedir exilio político!!
  • em 23-04-2011 às 19:32 Mel
    Tenho muita pena desses 66 rapazes que passarão por opressão e muita discriminação. Que bom que aqui no Brasil, apesar dos últimos acontecimentos, pelo menos podemos assumir a nossa sexualidade. O mundo ainda precisa aprender muito. Abraços a todos.
  • Mostrar mais comentários...