Assine o MundoMais

Interdição

Polícia de Madri impede beijaço gay, durante visita do Papa Bento XVI.

por Redação MundoMais

Sexta-feira, 19 de Agosto de 2011

Dois rapazes são fotografados beijando-se em manifestação, impedida pela polícia.Dois rapazes são fotografados beijando-se em manifestação, impedida pela polícia.

ESPANHA - A polícia impediu, nesta quinta-feira, a manifestação de uma centena de homossexuais, homens e mulheres, que convocaram um "beijaço" durante a passagem do papa Bento XVI, bloqueando o grupo quando ele se dirigia ao local previsto para sua ação. Apesar disso, ao menos dois rapazes foram fotografados se beijando durante a passagem do Pontífice pela Praça Cibeles.

Os manifestantes planejavam reunir-se na rua Serrano, por onde Bento XVI deveria passar a bordo do "papamóvel" em direção à Praça de Cibeles, onde estava prevista uma cerimônia de boas-vindas no coração de Madri.

Mas a algumas centenas de metros do local do encontro, cerca de uma hora antes da passagem prevista do Papa, os manifestantes encontraram um cordão policial e começaram a se dispersar em pequenos grupos, seguidos pelos agentes.

Cerca de 50 deles se beijaram então diante dos policiais, mais numerosos que os manifestantes, enquanto um pouco mais adiante um grupo de jovens peregrinos católicos gritava "Esta é a juventude do Papa", enquanto eram mantidos afastados pela polícia.

A manifestação relâmpago foi convocada no Facebook por um grupo de defesa de homossexuais e transexuais criado dentro dos "indignados", que protestam contra as consequências da crise, havia explicado à AFP seu porta-voz, Jaime del Val.

"A Igreja Católica promove políticas vergonhosas, gravemente sexistas e homofóbicas", disse del Val.

O "beijaço", parecido com o que ocorreu pela visita de Bento XVI à Espanha em novembro de 2010, tinha por objetivo protestar contra o "fundamentalismo da Igreja Católica" e contra "as condenações moralizadoras" sobre a sexualidade manifestadas pelo Vaticano.

Comentários (46)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 29-01-2012 às 19:34 Para todos
    Senhores eu sou gay e repudio esse tipo de protesto, Vocês não sabem nada da Igreja - acham que sabe o que a midía repete e os banco escolares nos fizeram acreditar e até mesmo nas universidades com professores ateus - tem mais de 2.000 anos e uma história impressionante. A cena desses caras é falta de respeito com o Sumo Pontífice e com as pessoas que estavam lá e cria não queria ver esta cena - lamentável-, cuidado o islã vem crescendo no mundo inteiro e já ultrapassou os católicos, com eles sim vocês devem se preocupar que considera os homossexuais possuídos por satanás e vai saber o que aqueles fanáticos fará com pessoas como nós se cairmos nas mãos deles. Por que não atacam a eles ao invés do ódio dispensando ao Papa sempre por todos os lados.
  • em 27-08-2011 às 21:32 Edu
    Genteeeee...sou gay, catolico, amo minha igreja pq sei que ela nao me condena! Sou mt mais livre na igreja catolica do que eu era na universal! Aqui ninguem me condena nao! Muito menos o papa! Sinceramente, ridicula essa atitude desses gays depravados!
  • em 26-08-2011 às 05:08 leandro
    nossa que gatinho o rapaz da direita, delicia.
  • em 24-08-2011 às 17:39 Paulo Couto
    É um erro agredir o Pontífice assim descaradamente, isso só mvai aumentar o radicalismo e a persiguição da Igreja. Penso que o melhor é ignorar e seguir em frente! E a Cúria Romana que se morda!
  • em 23-08-2011 às 21:23 Caio Rodrigues
    Penso que eles usaram a estratégia errada. Deveriam entrar normalmente no espaço para o encontro com o papa, e ja previamente combinado um local para todos se encontrarem e ai sim começarem o beijaço. E o beijo não é um ato de derespeito ao pontificio. Se você é gay e acha que beijar outro homem é pecado você precisa rever seus conceitos.
  • em 23-08-2011 às 01:37 ...
    para o "falei": meu caro, não é porque você é gay que tem que concordar com tudo que se faz sob a bandeira colorida, entendeu? Esse protesto foi sim um ato impensado, sem respeito algum para com o Papa e as pessoas que estavam lá. Se não dão a mínima para a Igreja Católica, por que se incomodam tanto? Vão lutar, seja em Madri ou Brasília, por mais direitos, por igualdade de direitos, pela criminalização da homofobia, etc etc. Mas saibam que só terão um pouco mais de apoio da sociedade se pararem com a promiscuidade desses "protestos".
  • em 23-08-2011 às 00:10 Kaike
    cada um vive a sua vida, nao precisa ficar provocando a ira de outrem
  • em 22-08-2011 às 22:19 Falei
    Quando uma pessoa procura este site para defender atos homofobicos...no minimo adora ver os videos e os garotos pelados...e ficam com essa falsa moral...ora....ora....ora vao se f.u.d.er
  • em 22-08-2011 às 20:53 Jhon
    Caro Ozires Xarlaw:Ser homossexual é pecado, segundo eles!!! A principio é vc mesmo que deixa a desejar... pois em momento algum na biblia Deus define que o homossexual é um pecador, ele apenas disse que criou o homen e a mulher a imagem e semelhança... no entanto ele deu a vida para cada ser, ou seja, tanto eu como vc temos vida própria, apesar de ninguém ter as mesmas opiniões...o homossexual, o hetero enfim ...todos tem direito de expressar,mas devemos pensar de que a humanidade catolica não tem a obrigação de presenciar atos de manifestações, cabe a cada um de nós viver em harmonia com o proximo...pois nem Deus agradou a todos. Um dia ...os homossexuais serão respeitados como todos nos merecemos...
  • em 22-08-2011 às 12:47 pra anonimo
    realmente bijasso nao é forma de protestar, melhor seria espancando nao é? quanta idiotisse
  • Mostrar mais comentários...