quero assinar Entrar na área VIP

Polêmica

ABGLT denuncia discriminação em publicidade de cerveja.

por Redação MundoMais

Segunda-feira, 28 de Maio de 2012

Em oficio para o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) solicitou a retirada do ar do comercial da Nova Schin, que traz uma transexual e divide opiniões. Veja o documento na íntegra:

A Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) – é uma entidade de abrangência nacional, fundada em 1995, que atualmente congrega 257 organizações congêneres e tem como objetivo a defesa e promoção da cidadania desses segmentos da população. A ABGLT também é atuante internacionalmente e tem status consultivo junto ao Conselho Econômico e Social da Organização das Nações Unidas. A missão da ABGLT é Promover ações que garantam a cidadania e os direitos humanos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, contribuindo para a construção de uma sociedade democrática, na qual nenhuma pessoa seja submetida a quaisquer formas de discriminação, coerção e violência, em razão de suas orientações sexuais e identidades de gênero.

Tendo isto em vista, a ABGLT gostaria de expressar sua indignação com o comercial “Festa de São João”, da empresa Nova Schin, em que um homem travestido de mulher é objeto de escárnio, piada e deboche, “de noite era Maria e de dia era João”.

Nossa consternação se dá pelo fato de que a população de travestis é entre as mais discriminadas no Brasil e que o comercial contribui para referendar e banalizar essa discriminação, ridicularizando a personagem travestida. Para ilustrar, em pesquisa feita na Parada LGBT de São Paulo em 2005, 77,% das pessoas travestis e transexuais afirmaram já ter sofrido agressão verbal/ameaça de agressão em virtude de sua sexualidade. (www.clam.org.br)

Para entender nosso posicionamento, bastaria ridicularizar a personagem do comercial por causa da cor de sua pele ou por causa de sua raça, para perceber que o conteúdo é discriminatório.

Ao mesmo tempo em que entendemos que é preciso ter bom humor, não se deve utilizar-se da fragilidade de uma população para vender um produto. Isto não é condizente com o preceito constitucional da dignidade humana.

Tem havido muito debate no Congresso Nacional e na sociedade brasileira sobre a discriminação por homofobia. Neste sentido, a fim de elucidar porque o comercial nos ofende, oferecemos uma definição bastante abrangente do conceito de homofobia que também demonstra a forma como o comercial está contribuindo para reforçar preconceitos baseados em estereótipos negativos:

[A homofobia é] um conjunto de emoções negativas (tais como aversão, desprezo, ódio, desconfiança, desconforto ou medo), que costumam produzir ou vincular-se a preconceitos e mecanismos de discriminação e violência contra pessoas homossexuais, bissexuais e transgêneros (em especial, travestis e transexuais) e, mais genericamente, contra pessoas cuja expressão de gênero não se enquadra nos modelos hegemônicos de masculinidade e feminilidade. A homofobia, portanto, transcende a hostilidade e a violência contra LGBT e associa-se a pensamentos e estruturas hierarquizantes relativas a padrões relacionais e identitários de gênero, a um só tempo sexistas e heteronormativos (JUNQUEIRA, 2007).

Assim sendo, vimos por meio deste solicitar a imediata retirada do ar do comercial “Festa de São João”, da empresa Nova Schin.

Na expectativa de sermos atendidos, estamos à disposição.

Comentários (93)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 04-06-2012 às 02:48 Lauro
    Cade a associação LGBT para tirar Léo Áquila do programa A Fazenda da rede Record? Ela, ele é pai de duas crianças. O que essas crianças passam na escola, nas ruas, em sociedade? Festa do dia dos pais e, ela vai de avestruz albino? Isso sim é homofobia gerada e causada pela mesma que diz ser pai. Com 42 anos nas costas, devia pensar duas vezes em se expor. Vocês já viram meu pai na Fazenda? Quem é seu pai? O SIlvinho Blau blau? Não! O Léo Áquila! Situação e muita confusão!!
  • em 03-06-2012 às 19:38 Anônimo
    Não achei isso uma ofensa, visto o fato de que as risadas são destinadas a cara e não ao travesti, ele até se senta com os amigos e aproveita a festa! Concordo com o Thiago, essas reações só servem para dar os LGBT a imagem de fracotes que não aceitam uma comercial em que se diz apenas: "De noite era de dia e de dia era João" ... Afff
  • em 03-06-2012 às 11:33 GP
    Desculpa meu povo, mas eu não vi nada demais nesse comercial. A galera estavam rindo do Marcão pelo engano dele. Seria o mesmo tipo de chacota que fariam se ele tivesse caído naquela pegadinha da cédula de dinheiro que tá no chão e quando a pessoa vai pegar o dinheiro, um brincalhão puxa a cédula com uma linha e o cara fica no "vácuo"... e se perceberem, no final, ele ainda fica tomando a cerveja com o travesti. Se quisermos, podemos até viajar nas ideias e imaginarmos que mesmo dando uma de machão na frente dos caras, depois da cervejada o Marcão "pegou" o travesti. Fala sério né amigos? é por isso que os "Silas Malafaias" da vida, argumentam que os gays estão querendo obrigar o povo a aceitá-los. Temos que mostrar que somos normais e a aceitação será uma consequência.
  • em 02-06-2012 às 17:05 vitor o safadão
    Cara eu não vie nada demais achei até diferente eles estão vendo que isso da mídia e estão querendo investir!!
  • em 02-06-2012 às 17:02 vitor o safadão
    lucas vitti larga de ser otario e vai estuda um pouco sobre a história do seu país,vc sabia que milhares de gays já perderam a vida pra te da liberdade de expressão seu muleque!!
  • em 02-06-2012 às 15:24 Lucas de Vitti
    Se começar assim, essa nova geração vai ser a pior de todos os tempos pq em tudo vai haver preconceito e vai voltar a ditadura ou melhor como alguem ja disse a BICHADURA kkkkkkkkkkkkkk
  • em 01-06-2012 às 23:45 Kate Middleton
    Se vcs não quiserem ver preconceito contra gays nas propagandas de cerveja, então passem a beber cointreau, meus amores....
  • em 01-06-2012 às 14:08 SID
    Aos que defendem que a travesti da propaganda foi ridicularizada. Onde ocorreu isso? Só pq o cara ia ficar com ela, e descobriu que não era uma mulher autentica, e sim um travesti ele deveria ficar com ele de qualquer forma? só pra não criar essa polemica desnecessária toda????
  • em 01-06-2012 às 11:39 Thiago
    Quer saber de uma coisa? É por isso que os homofóbicos falam mal de nós. Não tem nada de errado no comercial gente! Os caras estão rindo do Marcão e não do travesti. A ALGBT fez burrada dessa vez. Quantos mais coisas bobas como essa forem tiradas do ar, mais as pessoas vão ter motivos pra falar mal de nós gays!
  • em 01-06-2012 às 07:52 Nelson
    Mil desculpas ao ABGLT, mas desta vez piso na bola. Eu não vejo discriminação, vejo talvez até Inclusão.
  • Mostrar mais comentários...