Ele é

Deputado do PSL que atacou colega transexual em discurso se assume gay.

por Redação MundoMais

Segunda-feira, 08 de Abril de 2019

O plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo presenciou um momento diferente na tarde da última sexta-feira (5). O deputado estadual Douglas Garcia (PSL) resolveu revelar que é gay e teve como porta-voz da notícia a colega de partido, Janaína Paschoal.

Contudo, antes de tomar a decisão, o parlamentar foi acusado de homofobia, após ter dito na sessão anterior que “tiraria a tapa” homem que se sente mulher e estivesse usando o banheiro feminino, se referindo a pessoas transexuais.

Durante a sessão de sexta, Janaína foi ao microfone da casa para fazer o anúncio. “Ele tomou uma decisão e como ele está um pouco abalado, pediu para que eu faça essa comunicação por ele. Hoje depois de 25 anos ele conseguiu conversar com os pais dele é dizer que é homossexual”, contou. Do plenário, Douglas acompanhava ao momento e sorria.

A deputada disse ainda que foi procurada por Douglas Garcia que demonstrava preocupação com possíveis consequências para a bancada do partido. Após a revelação, Garcia disse que foi acolhido pelos integrantes da legenda e que o fato demonstra que a imagem de truculência do partido é deturpada.

“Como uma questão particular minha, eu nunca quis trazer a público, porque é uma coisa de foro íntimo minha e eu nunca utilizei como bandeira política etc”, disse.

Ainda de acordo com ele, sua sexualidade não era segredo e amigos mais próximos já tinham ciência. Porém, ele sentiu necessidade de dizer isso, devido a “ameaças” que recebeu após a fala violenta contra transexuais no plenário da Casa.

“Eu ficaria o resto da minha visa resolvido, porque eu sou uma pessoa resolvida e extremamente feliz. Mas como estão chegando essas ameaças e pode ser que muito em breve exploda alguma coisa na internet eu resolvi me antecipar”, afirmou.

A revelação pública de que é gay, contudo, não parece que terá impacto nas pautas conservadoras defendidas por ele. Em postagem nas redes sociais, Douglas disse que continuará lutando contra causas como a que ele chamou de “ideologia de gênero” e outras matérias inclusivas para a população LGBTI+. “Eu sou gay, sim, Mas o movimento LGBT nunca me representou. Eu nunca neguei minha orientação sexual para ninguém”, declarou.

Sobre a acusação de homofobia, Douglas Garcia disse que usou apenas de sua imunidade para demonstrar indignação. “Usei uma figura de linguagem para demonstrar o tamanho da minha discordância, respaldado pela minha imunidade parlamentar”, disse. O episódio, no entanto, levou as bancadas do PSOL, PT e PCdoB a representar por quebra de decoro contra ele, por causa das declarações consideradas homofóbicas.

Pedido de desculpas

O parlamentar pediu desculpas pela fala. “Muito embora eu possua imunidade parlamentar, eu gostaria de pedir desculpas caso as palavras que eu tenha proferido mais cedo tenham ofendido alguém.”

Erica Malunguinho também se pronunciou. “Discursos como você proferiu nesse plenário matam vidas todos os dias. Você mencionou aqui, e isso não existe desculpa que apague. Discursos não apagam sentimentos e construção dos seus valores”, declarou.

Comentários (18)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 11-04-2019 às 21:19 Frazão
    A quantidade de beshas que são atacadas por travas e a quantidade de travas que atacam beshas, não é novidade alguma
  • em 10-04-2019 às 21:03 Flávia
    Por essas e outras somos campeões em assassinatos da comunidade lgbtqi+!
  • em 09-04-2019 às 22:18 Vander
    Mas eu sabia que ele arriscava as calcinha.
  • em 09-04-2019 às 12:28 Aprendiz de Militante
    Parafraseando-o em seu próprio discurso: HÁ MALES QUE VEM PARA OS 'BENS'!
  • em 09-04-2019 às 07:55 Marcelo
    Todo cara preconceituoso, no seu intimo, tem vontade de dar o olho da goiaba. Ele com essa carinha e essa boca de chupar ovo, não engana ninguém
  • em 08-04-2019 às 22:27 Minerva
    A esquerda nao é nada perto desta direita ridicula,esquizofrenica,paranoica e q nem projetos tem alem de babadeiras do twitter kkk
  • em 08-04-2019 às 19:26 Mão capirotesca das labareda do seu z&
    Nossa, ele falo ki é gay mesmo? Nossa, que novidade! Nojo, da cara desse babaca, hipócrita! Vai caçar o que fazer, nojento vagabundo!!!
  • em 08-04-2019 às 19:01 Lipe
    As pessoas acham que por ser gay, o indivíduo tem de ser pró-minorias. O que mais conhecemos é gay preconceituoso.
  • em 08-04-2019 às 18:59 Pau de Jumento
    Logicamente que esse tal de Garcia, embora gostosinho, não passa de um burrinho, de um idiota. Um aluno medíocre de Olavo. Ele precisa, sim, aprender e deixar de dizer bobagens. Pode, perfeitamente, defender suas bandeiras, mas não da forma burra como fez.
  • em 08-04-2019 às 18:57 Pau de Jumento
    Piada? A deputada Malunguinho custa aos cofres de SP tanto quanto qualquer outro deputado. Tem, sim, uma agenda de ódio. Quer jogar uns contra os outros. Esta é sua bandeira. Mas não daremos trégua: assume seu mandato, Malunguinho, e vai estudar, trabalhar e produzir! Você custa caro, querida! Elegemos você para produzir, não para destilar ódio e meia dúzia de bobagens que não saem da cabeça dos esquerdopatas do PSOL.
  • Mostrar mais comentários...