No vestiário do trabalho

Esta é uma história real que aconteceu quando eu trabalhava num supermercado no Rio de Janeiro. Tudo começou no vestiário.

  • Publicado em 19/fev/2019
  • Um conto de Paulo
  • Lido por Bruno Filho
Comentários (18)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 05-05-2019 às 01:15 Neidson
    Ola siu baiano quem quiser conversa ou quem sabe algo mais chama whats 71991189476
  • em 21-04-2019 às 23:16 DAN
    Até coisas de conto acho super Interessante mais broxante qdo cara chama menciona os nomes feminino, ate mesmo cara gay e não uma mulher, certo ser chamado gênero masculino só uma dica.
  • em 12-04-2019 às 12:16 RUBENS
    MIM AD NO WHTSAPP SOU PASSIVO NÃO SOU AFEMINADO NAO SOU GORDO TENHO 1,80 ALTURA PESO 75 KG CURTE ATIVO DOTADO 77 981287555
  • em 12-04-2019 às 12:15 RUBENS
    MIM AD NO WHTSAPP SOU PASSIVO NÃO SOU AFEMINADO NAO SOU GORRO CURTE ATIVO DOTADO 77 981287555
  • em 09-04-2019 às 17:43 Dante
    Não curto contos,até paro de ler ou ouvir, qdo se fala -puta putinha minha fêmea e tals. tem de ser tudo no MASCULINO !
  • em 06-04-2019 às 09:25 Diego
    Áudio gostoso, mas tratar no feminino pra mim é meio brochante!
  • em 26-03-2019 às 21:13 ADAM VITTÓRIA
    bom conto em chamo Adalberto na vida real e juro sou bem dotado de dote e gluteos logo quero realizar meu sonho de me tornar UM MENINO MAIS aqui nesse site na area do DELEI-SE E CINESEX AGUARDEM.
  • em 23-03-2019 às 13:11 Rafael
    o conto é bom,mas esse negocio de chamar viado de mulher é broxante aff
  • em 07-03-2019 às 04:40 Luckas
    Quem não quer ser uma putinha de algum Adalberto, né ? Queria ser putinha
  • em 06-03-2019 às 09:04 Max - BalsaaMA
    Nossa delícia
  • Mostrar mais comentários...