Entrar na área VIP

Censo gay

Rio de Janeiro é a capital com mais gays e Manaus com mais lésbicas, diz pesquisa Mosaico Brasil

por Redação MundoMais

Segunda-feira, 16 de Março de 2009

ReproduçãoRio de Janeiro é a capital com maior número de gays do Brasil e a segunda capital com maior número de lésbicas

BRASÍLIA – O Estruturação – Grupo LGBT de Brasília incorporou à sua coordenação de pesquisas os dados da pesquisa Mosaico Brasil, que identifica o número de gays, lésbicas e bissexuais em dez capitais brasileiras. De acordo com a pesquisa, O Rio de Janeiro é a cidade com maior índice de gays e bissexuais masculinos com 19,3%. Manaus tem o maior índice de lésbicas e mulheres bissexuais com 10,2%.

A pesquisa Mosaico Brasil foi realizada pelo Projeto Sexualidade (Prosex), do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. Foram entrevistadas 8.200 pessoas de Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Importância – Divulgados no final de 2008, os dados são importantes para que a sociedade possa quantificar estas pessoas diante dos seus direitos como cidadão. É o que pensa o Welton Andrade da Coordenação de Pesquisas do Estruturação. “Índices como os apresentados pela Mosaico Brasil são importantes para que o poder público e o país de forma geral vejam o quanto nós homo e bissexuais integramos a sociedade”, afirma.

Welton Andrade tomou a porcentagem da mostra do Distrito Federal e calculou em números. Levando em consideração a população acima dos 18 anos, divulgada pelo censo de 2007 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o levantamento, 10,8% dos homens e 5,1% das mulheres, com mais de 18 anos de idade da capital de República, são homossexuais ou bissexuais. O que significa, de acordo com os cálculos do Estruturação, aproximadamente de 135 mil indivíduos.

Referência – Welton afirma que a coordenação de pesquisas do Estruturação é hoje o maior centro de pesquisas sobre LGBT do Brasil, tanto promove quanto armazena levantamentos sobre o tema. “Pesquisas são fundamentais para que nos conheçamos quanto para que governos e sociedade enxerguem a nós, nossas vidas e nossos anseios como cidadãs e cidadãos”, diz.

Pela ordem, as cidades mais gays são: Rio de Janeiro (19,3%), Brasília (10,8%), Fortaleza (10,6%), Salvador (9,8%), São Paulo (9,4%), Belo Horizonte (9,2%), Cuiabá (8,7%), Curitiba (7,4%), Porto Alegre (7,1%) e Manaus (6,5%). As cidades com mais lésbicas são: Manaus (10,2%), Rio de Janeiro (9,3%), Fortaleza (8,1%), São Paulo (7,0%), Salvador (6,5%), Curitiba (5,7%), Brasília (5,1%), Porto Alegre (4,8%), Belo Horizonte (4,5%) e Cuiabá (2,6%). Levando em conta a média geral entre bi, gays e lésbicas nas dez cidades, 10,4% são gays e 6,3% são lésbicas.

Auto-aceitação – Embora alguns entrevistados tenham respondido ser bissexuais, a pesquisa os totaliza entre homossexuais para ter uma noção melhor de pessoas que fazem sexo com iguais. No entanto, segundo o coordenador do Estruturação, este número pode ser maior, pois muitos gays e lésbicas podem ter se declarado heterossexuais. “Uma cidade com cultura mais homofóbica pode ter tolhido respostas verdadeiras e uma capital com mais aceitação a homo e bissexuais pode ter ocasionado posturas mais francas”, explica. Veja a tabela abaixo.

BELO HORIZONTE
Homens:
6,4% homossexuais
2,8% bissexuais
Total: 9,2%
Mulheres:
3% homossexuais
1,5% bissexuais
Total: 4,5%

BRASÍLIA
Homens:
7,9% homossexuais
2,9% bissexuais
Total: 10,8%
Mulheres:
4,5% homossexuais
0,6% bissexuais
Total: 5,1%

CUIABÁ
Homens:
4,6% homossexuais
4,1% bissexuais
Total: 8,7%
Mulheres:
2,6% homossexuais
0% bissexuais
Total: 2,6%

CURITIBA
Homens:
5,4% homossexuais
2% bissexuais
Total: 7,4%
Mulheres:
4,3% homossexuais
1,4% bissexuais
Total: 5,7%

FORTALEZA
Homens:
7,2% homossexuais
3,4% bissexuais
Total: 10,6%
Mulheres:
6,1% homossexuais
2% bissexuais
Total: 8,1%

MANAUS
Homens:
4,9% homossexuais
1,6% bissexuais
Total: 6,5%
Mulheres:
9% homossexuais
1,2% bissexuais
Total: 10,2%

PORTO ALEGRE
Homens:
5,8% homossexuais
1,3% bissexuais
Total: 7,1%
Mulheres: 3% homossexuais
1,8% bissexuais
Total: 4,8%

RIO DE JANEIRO
Homens:
14,5% homossexuais
4,8% bissexuais
Total: 19,3%
Mulheres:
7% homossexuais
2,3% bissexuais
Total: 9,3%

SALVADOR
Homens:
8% homossexuais
1,6% bissexuais
Total: 9,6%
Mulheres:
5,3% homossexuais
1,2% bissexuais
Total: 6,5%

SÃO PAULO
Homens:
7,7% homossexuais
1,7% bissexuais
Total: 9,4%
Mulheres:
5,3% homossexuais
1,7% bissexuais
Total: 7%

Média Geral das 10 capitais pesquisadas
Homens:
7,8% homossexuais
2,6% bissexuais
Total: 10,4%
Mulheres:
4,9% homossexuais
1,4% bissexuais
Total: 6,3%

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • tiago fellipe

    Essas bichas,estao completamente enganadas...ai e que mora o perigo...elas esquecem as cidades e principalmente os interiores...que a cada dia que passa estao tomadas... em Goias cresceu tanto a bicharada,que de cada 10 homens 6 sao gays//2 sao bi 2 e hetero... Agora confundiu tanto a cabeça do povo...que ja foi criado um nome de bichas que ficam com outras bichas o famoso(LESBICHAS)...ou ate mesmo gays poc-poc, que anda ficando com lesbicas...Vai entender esse mundo gay...E a tendencia agora e so aumentar ...se cuidem...ABRAÇOSS A TODOS...

    em 16 de outubro de 2011, às 17:34
  • Belomante

    Ei gente esta pesquisa está errada!!! A capital com mais gays e lésbicas do Brasil é Aracaju!!!! Tem até o bloco "Cajuranas" maior bloco gay do Brasil!!! Dizem que seu principal líder é o vice- governador...

    em 05 de outubro de 2011, às 13:55
  • sam

    esqueserao de fazer em goias pq aqui tem para da e vende ...

    em 16 de setembro de 2011, às 03:08
  • alexandre

    Aqui no rio acho que 95 por cento das mulheres são gays. Sou um homem de boa aparencia e quase nenhuma me olha quando vou conversar com elas se afastam mesmo, homossexualismo, frigidez, falta de estudo em livros de psicologia, religiao da igreja catolica, qi baixo, todos esses fatores fazem a mulher brasileira terem um comportamento ruim em relação ao homem brasileiro. Tenho que frequentar o cristo redendor, pao de açucar, lugares onde tem mulheres estrangeiras para ter sexo. É uma vergonha!!!

    em 13 de setembro de 2011, às 01:51
  • Estatístico

    A pesquisa carece de detalhamento quanto a natalidade dos gays e lésbicas. Leva em consideração somente a residência dos entrevistados. Como é amplamente do conhecimento geral, os GLBT migram para os grandes centros a procura de parceiros sexuais quando se prostituem, ou de oportunidades lucrativas em termos efetivamente profissionais (TV, atividades artísticas, rádio, etc., aliás, muitos se saem muito bem em suas atividades, geralmente pelo esforço para superarem as demais pessoas da mesma área, como também pela "ajuda inicial" de pessoas pertencentes aos mesmos grupos no tocante ao estilo de vida que estão em posição de comando, comportando-se como um grupo corporativista, portanto, também segregacionista e descriminatório como os homófobos, cultos>incultos, ricos>pobres, patrão>empregado, enfim, a maioria dos grupos sociais onde hajam diferenças raciais, de credo, de associados ou torcidas, de cultura, de status, etc., etc. As diferenças só serão minimizadas à medida que houver maior "esclarecimento geral", redução das desigualdades sociais, redução das diferenças raciais, das diferenças culturais, das diferenças linguísticas, das diferenças de credos, enfim, quando a humanidade for mais homogênea, os seres forem mais esclarecidos e fraternos. Antes de sermos americanos, brasileiros, africanos ...paulistas, gaúchos, mineiros, baianos, cearenses, amazonense, etc., somos criaturas humanas...portanto, o mundo só será feliz quando a felicidade também morar ao lado..!

    em 03 de setembro de 2011, às 22:42
  • Javerson

    Pq a cidade com maior numero de gays nem chega a 20%? sendo que só Goiânia é 80% da população de gays.

    em 29 de agosto de 2011, às 19:14
  • jr

    Depois falam que os gauchos e que sao gays em maioria! Faltou Florianopolis na pesquisa! Ficaria do lado do Rio e Salvador! Acho que vou me mudar pra lua tambem!!!

    em 12 de agosto de 2011, às 07:06
  • laiany mendes

    é depois falam q em São Paulo não muintos gay kakakaka kkkkkkkkkkkkk...

    em 06 de agosto de 2011, às 04:13
  • Jand

    Brasília? Pesquisaram no Congresso??? Humpf!... Ui, ui...

    em 18 de julho de 2011, às 11:37
  • Jand

    Pouts! Só issono Rio? Só a população da Zona Sul já dá conta de mais de uns 80% (entre homo e bi)... e a galera lá do Projac, hein? Ai, ai...

    em 18 de julho de 2011, às 11:35