Descobrindo o Sexo

por Geovane Santos

Quarta-feira, 13 de Maio de 2009

Quando era criança minha noção de sexo, estendia-se apenas na concepção que tinha que minha mãe sempre me falava de como eu nasci... Aquelas historias bobas que todas as mães contam para satisfazer a curiosidade dos filhos. Quando eu descobri o sexo de verdade, eu já tinha por volta de 18 anos. Mas o que vi não era bem o conceito de sexo por assim dizer normal.

A historia começa mais ou menos assim: Eu gostava muito de matar aulas, era o último ano de escola e como já tinha passado em todas as matérias. Uma falta a mais não iria fazer falta.

Saí de casa normalmente como se fosse para escola e esperei todos saírem e voltei. Entrei dentro de casa e me esparramei no sofá. Já que estava sozinho resolvi ficar à vontade e tirei toda a roupa. Não demorou muito e um barulho na porta da frente me fez pular para trás do sofá.

Para meu espanto eram meu tio e meu pai que entravam. Estranhei, pois meu tio, e ele era irmão da minha mãe, sempre vinha em casa quando ela não estava em casa. De súbito, peguei rapidamente a roupa e me vesti, porém continuei atrás do sofá. Foi então que presenciei algo que jamais pensei que veria um dia.

Meu pai saiu do quarto completamente pelado e de pau duro... E meu tio imediatamente engoliu a vara do papai... No mesmo instante meu pau ficou duro como uma rocha, apesar de chocado com a cena, não pude evitar de sentir tesão com aquilo que eu estava presenciando. Eu sempre escutava quando novo, meu pai pedindo para minha mãe chupar e dar o rabo para ele. Mas na minha cabeça infantil era inconcebível tal cena. E por anos não pensava mais naquilo, já que não ouvia mais as conversas vindas do quarto de meus pais.

Meu pai ali diante de meu tio, que o chupava com uma vontade que me enchia a boca d´água. Os gemidos de meu pai se misturavam com os barulhos oriundos das mamadas que meu tio dava naquela pica. Eu juro que tentei fechar os olhos e imaginar que aquilo não era verdade ou que não estava acontecendo, mas a essa altura, com o pau duro, não resisti e comecei a me deixar levar pelo que via e minhas mãos ora passam por meu corpo, ora pelo meu rabo e ora pelo meu pau.

O meu tio depois de chupar até cansar, pediu para ser enrabado. Pedido feito, pedido aceito. Meu pai cuspiu no cu de meu tio e com vontade enterrou a vara dentro do cu do meu tio. Meu tio gemia e gania como um cachorro no cio. Meu pai, por sua vez, em voz baixa, dizia alguns palavrões e enterrava mais a vara. Cada vez mais, eles foram se deixando levar pelo prazer e eu também. Não demorou muito eu já estava fazendo um fio terra e batendo uma punheta.

Foi nesse instante que meu tio implorou por mais, banhado de suor. Um suor que exalava cheiro de homem misturado a puro tesão. Sem demora meu pai intensificou as enterradas e num gemido alto, disse que ia gozar. Nesse momento eu tio também que já estava batendo uma, anunciou o mesmo. Eu também já estava a ponto de explodir de tanta vontade de gozar e não resiste e acompanhei os dois.

De fato, gozamos os três juntos, porém em locais e circunstâncias diferentes. Meu pai em pé ao lado de meu tio jorrando porra boca adentro. Meu tio na punheta gozando e gemendo e eu atrás do sofá, gozando calado, mas por dentro com uma vontade enorme de gritar de prazer. Cada um obteve seu prazer ao mesmo tempo. E que prazer! Nunca tinha batido uma punheta tão gostosa quanto a que tinha acabado de bater.

Meu tio tratou logo de limpar toda a sujeira, se vestiu e foi embora. Meu pai foi tomar banho e eu com a oportunidade em mãos me vesti e saí. Ninguém nunca soube que meu pai, satisfazia seus desejos mais íntimos com meu tio, a não ser eu que obviamente tinha visto tudo e guardado para mim.

Eu fico pensando, em quantas casas mundo a fora isso não acontece... Foi algo que vivi e que jamais vou esquecer.

Comentários (15)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 23-11-2018 às 16:15 Carlos Nogueira'ativo curioso
    Eu Moro na Capital do Rio de Janeiro eu tenho uma forte curiosidade de ver de perto de segura e de brincar bem explicado brincar a uma rola.. + ainda não tive coragem de toma iniciativa gostaria de sr comunicar com passivo bi sexual ou ativo só com rola pequena de ate 17 cm. no máximo... o meu skype e carlos_nogueira2015@ohutlook.com ou o meu zap (021)974055210.. só na Capital do Rio de Janeiro e cidades vizinha deixo bem claro eu os aguar
  • em 02-04-2013 às 14:15 casado e cu guloso
    verdadeiramente se eu vejo meu pai e meu tio seria uma oportunidade de participar como passivinho eu daria a vontade
  • em 22-01-2012 às 13:54 isa.....
    eu ja transei com meu cunhado ele tem um pau maravilhoso hoje nos nao transamos mais, mas ainda tenho muita saudade para repetir a dose com ele de novo
  • em 26-09-2011 às 13:26 roberto
    sempre eu e meu tio transa e agora meu p rimo tam bem esta na brincadeira gozei nessa historia
  • em 30-12-2010 às 22:24 Pablo
    Não sei se é verdade...mas gostei...é exitante !! Se fosse comigo......teria investido tb em tranzar com o tio e quem sabe....depois com o pai, claro que no começo separadamente ...depois os 3 juntos.....seria D++++++++.
  • em 14-05-2010 às 10:17 RIBAMARZOIAO
    EU ACHO QUE NÃO TEM NADA DE MAIS COMO EU QUERIA TER UM CUNHADO ASSIM PRA ME CHUPAR
  • em 07-08-2009 às 11:40 GIOVANE
    CARA se foi vc que escreveu esse conto,estar de parabéns,fiquei grudado nessa história.
  • em 23-07-2009 às 21:48 incesto
    Minha historia nao eh assim gostosa. mas ja pratiquei com meu irmao.dos mes 15 aos 17 eu pagava boquete nele . ele tinha 23
  • em 02-07-2009 às 09:01 Morenaço
    Poxa, que coisa louca, fiquei de pau-duro, pois, eu tenho um tio q sinto maior tesão por ele...
  • em 21-06-2009 às 12:58 Nereu
    Legal gostei.... Mas eese Elói deve ser idiota.... aberração por que? Os caras são cunhados.... o filho não participou.... Do cara ser casado e transar com o cunhado.... grande coisa.... o que tem de casado, dando, comendo, chupando.....eu hem????, Desmantelamento familiar??? o que a fam´pilia tem a ver com isso... Família é família..... tesão e prazer outra coisa.... A mulher não dava o buraquinho.... e nem chupava o marido.. se o irmão dela fazia isso..... vamos prá galera!!!
  • Mostrar mais comentários...