Agressão em São Paulo

Homossexuais recebem ameaças e são agredidos em condomínio de SP.

por Redação MundoMais

Sexta-feira, 21 de Janeiro de 2011

Ao menos 12 moradores do Edifício Marfim, condomínio de classe média alta localizado à rua Bela Cintra, em São Paulo, têm sido vítimas de constantes ameaças e agressões por parte de outro morador do local, o office-boy Thiago da Silva Vallin, de 25 anos.

No último domingo (16), por volta das 21h, Thiago agrediu o morador M.C.L., de 53 anos, que precisou ser atendido no pronto-socorro da Santa Casa, onde levou seis pontos no supercílio. A vítima fez um B.O. no 4º DP, na Consolação, e ainda prestou queixa na Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância) na tarde da última terça-feira (18).

M.C.L. conta que vem sendo agredido verbalmente por Vallin desde outubro, quando procurou a síndica do condomínio, a qual, segundo ele, ignorou a gravidade do caso. Com ajuda da voluntária da ONG Casarão Brasil, Annabella Andrade, os moradores denunciaram o caso à Defensoria Pública do Estado de São Paulo e também à Nossa Casa, administradora do condomínio.

Ainda de acordo com M.C.L., a agressão teria sido motivada por homofobia, já que ele é homossexual assumido. "Thiago perturba constantemente os funcionários do prédio e insulta todos aqueles que passam pela portaria", denuncia o morador, que reclama da omissão dos administradores do edifício. "Estou refém dentro minha própria casa. Após fazer o B.O., no dia seguinte, ele [o agressor] estava lá embaixo [na portaria] dizendo que queria me matar."

M.C.L. diz que o agressor continua solto, "como se nada tivesse acontecido". "Eu e os outros moradores que foram agredidos verbalmente estamos correndo risco, já que ele tem acesso a todos os apartamentos", salienta.

A reportagem tentou entrar em contato com defensora Maíra Diniz, coordenadora do Núcleo de Combate à Discriminação, Racismo e Preconceito da Defensoria Pública, mas ela não foi localizada.

A assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que tanto a vítima quanto o agressor serão investigados por lesão corporal e injúria.

Mobilização
"Alegria e poesia contra a violência" é o mote do protesto pacífico que os moradores do Condomínio Edifício Marfim estão organizando para as 16h deste sábado (22).

De acordo com o publicitário Charles, de 37 anos, que diz também ter sido assediado moralmente pelo agressor, o protesto será em forma de sarau literário. "Vamos tomar um café e ler alguns livros", antecipa Alexandre Staut, organizador do protesto.

O Condomínio Edifício Marfim fica à rua Bela Cintra, 67.

Comentários (52)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 27-01-2011 às 16:16 Papito
    Adorei o comentário Pedro, mas enfim...se a lei não ajuda a altura e se tem q fazer justiça com as próprias mãos, melhor não se sujar, chama a galerinha da cracolândia dá meia dúzia de pedras e pronto, a casa fica limpa em dois tempos, pq os direitos humanos pra gays infelizmente no terceiro mundo ainda é um sonho, a gente morre e num vê tudo!! tá falado
  • em 27-01-2011 às 10:27 Alexandre de Almeida
    Sou homosexual e me garanto.... é uma pena que eu não more neste condomínio... Moro no Rio e não tenho atualmente estes tipos de problemas, mas no passado os que tive, resolvi com as próprias mãos, já dei muita porrada em heterosexual deste tipo.... comigo é assim, vai querer agredir, vai ter que se garantir. Esse pessoal são tudo "bichonas enrustidas".
  • em 26-01-2011 às 17:25 Romeu
    Cuidado, esse jovem homofóbico, já demonstrou que não possui limites, partiu das agressões verbais para a agressão física e já disse que vai matá-lo. Você agora tem 2 opções, aguardar que ele cumpra a promessa que fez, e se ele disse que vai matá-lo, não duvide ele vai cumprir ,ele vai matá-lo, a menos que você o mate primeiro. Seja inteligente aguarde a próxima agressão e desfira um golpe certeiro, pronto , você agiu em legitima defesa, deve ser reu primário, tem bons antecedentes, nesse país sem lei vc será inocentado, principalmente que já é publico e notório que esse marginal te agride constantemente, vc tem testemunhas que certamente deporão a seu favor. Tenha coragem siga o meu conselho e livre a nossa sociedade de mais um monstro homofobico. Ah e não fique com pena dele não, pois, certamente após te matar ele vai se sentir mais poderoso e com a impunidade que reina neste nosso Brasil, ele matará outros, continuará livre para voltar a matar e você será apenas mais um número nas estatísticas dos assassinatos em Sampa. Coragem e faça o que tem que ser feito.
  • em 26-01-2011 às 12:37 Uideliciaui....
    Uideliciaui..... O problema que muitos não compreendem nesse mundo animal que vivemos é que " Buceta é obrigação e Cú e luxo " não tem capacidade de ter um e ficam revoltadas.....Uideliciaui.... Aqui no RIo as coisas são um pouquinho mais democraticas e aqui na Zona Oeste....Uiiii é uma delicia.
  • em 26-01-2011 às 10:45 Lucas / RP
    Eu faria um sarau sim, mas, iria enfiar uns 10 livros dentro do rabo desse desgraçado também... Gente que faz mal aos outros tem que levar uma bela de uma surra, ter as duas mãos cortadas e a língua também.
  • em 26-01-2011 às 00:48 Eduardo
    Rapaz gostei muito do comentario do Ramon, que pena eu não praticar alguma luta tambem, felizmente não passei por algum comentario desagradavel desse tipo, mas concordo com que Diz o jovem Ramon, é descer o pau nesse idiota, pois ele deve mesmo é ser um inrustido para agir dessa maneira, um abraço a todos e se cuidem.
  • em 25-01-2011 às 22:56 Igor
    Uma boa maneira de adquirir respeito e consideração também, é respeitar ,principalmente não ficar arrastando as asas para os bofes do ´prédio tem que deixar eles quieto.
  • em 25-01-2011 às 22:49 Igor para leonardo salinas RS
    Eu fico revoltado com isso tambéma ponto de sair para caminhar ao anoitecer e me armar com uma estaca para me defender de um grupo que já me quis me atacar, mas também concordo com voce, e ultimamente tenho procurdo ficar mais assumido e me aproximar mais das pessoas pra que elas possam me conhecer melhor procuro ser simpático naturalmente ,procuro não ficar bravo nem ofendido com alguma brincadeira e tem dado resultados muito bom, é claro que tem pessoas que mesmo assim quer ver agente de longe.
  • em 25-01-2011 às 20:02 ZECA
    Ele tinha que vir morar aqui, no Rio, em Padre Miguel, Na Zona Oeste do Rio. Aqui com certeza ele iria aprender o que é respeitar VIADO!!!
  • em 25-01-2011 às 19:05 Gerson
    Eu moro neste prédio e fui uma das pessoas que sofreram comentários homofóbicos por parte deste Tiago. Ele ;e office-boy de fachada, pois na verdade vive as custas do pai, que é sub-síndico do prédio. Não podemos partir para a violência para que ele não se faça de vítima. Mas se tiver mais uma agressão por parte dele, a prisão preventiva é decretada. Nos últimos dias, após nosso protesto, ele sumiu. Durante o protesto a mãe dele estava toda nervosa na portaria do prédio. Se ela não der um jeito no filho, já viu que logo ele vai estar atrás das grades. Aguardem os desdobramentos.
  • Mostrar mais comentários...