Assine o MundoMais

Com o Irmão

Minha mãe se casou e o filho do meu padrasto é simplesmente uma delícia. Na noite em que nos mudamos de Campinas para Americana, rolou nossa primeira transa.

por Paulo

Segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2011

Meu nome é Paulo, moro com minha mãe, seu namorado e o filho do namorado dela. Hoje tenho 18 anos e ele a mesma idade, apenas 2 meses mais velho que eu.

Tudo comecou quando tínhamos 16 anos e morávamos em Campinas, interior de São Paulo. Eu e ele estudávamos na mesma escola, ele era um dos mais populares e mais chatos de toda a escola. Eu odiava aquele moleque, mas ao mesmo tempo sentia uma forte atração por ele.

Um certo dia, minha mãe apareceu dizendo que iria apresentar o namorado. Já não era surpresa pra mim que ela namorava. Ela disse que iríamos jantar todos juntos, inclusive o filho do namorado dela também, que tinha a minha idade. Quando chegamos lá, dou de cara com o Théo, o tal garoto da escola.

Fiquei muito revoltado e depois quando cheguei em casa falei que era contra aquele namoro. Mesmo assim eles se casaram e compraram uma casa em Americana e nos mudamos.

No dia da mudanca, nossos pais foram na frente e a gente ficou. Morávamos em apartamento, então não tinha perigo nenhum de ficarmos sozinhos. Como estávamos sem cama, tivemos que colocar um colchão de ar de casal na sala para dormirmos. Como o colchão não era tão grande assim, ficamos muito apertados.

No meio da noite, virei de costas pra ele e fingi que estava dormindo, esperando ele fazer alguma coisa. Percebi que ele começou a se masturbar e falava bem baixinho, só com muita atenção escutava-se o que ele dizia:

- Queria tanto te fuder agora - falava meio que gemendo - ai, que bundinha gostosa.

Eu continuei fingindo que estava dormindo, mas estava gostando e ficando excitado. Foi quando ele abaixou meu shorts e apertou minha bunda. Gostei daquilo e dei um gemido sem querer. Ele parou na hora e fingiu que estava dormindo. Então eu abaixei as calças dele e chupei aquele cacete grande e bem duro.

- Você gosta, né, safado - ele falava pra mim - chupa, vai, chupa!

- Nossa, tava doido pra fuder com voce - eu falava pra ele - seu pau é uma delícia, o melhor que já experimentei.

Na verdade eu era muito inexperiente, nunca tinha feito sexo na minha vida, só havia saído com garotos da minha idade, mas nunca sexo. Ele batia na minha cara, dava com o cacete sem dó no meu rosto e fez eu até engasgar com o cacete grande dele. Devia ter uns 19cm naquela época. Ele gemia de tesão e fez eu ficar de quatro pra ele. Chupou meu cu como louco - foi o melhor macho que chupou meu cu até hoje - e dava tapa na minha bunda, me chamava de safado, mordia minha bunda e enfiava o dedo.

Ele me jogou no colchão com força, agarrou-me bem forte como se quisesse quebrar meus ossos, aqueles braços e ombros de nadador me envolvendo com fúria e tesão. Ele fazia natação e academia, era musculoso, lindo, um homem perfeito. Pegou uma camisinha que tinha na gaveta, encapou sua rola enorme e começou a enfiar. Ele achava que eu não era virgem e começou a enfiar tudo. No começo doeu demais, senti as lágrimas escorrendo pelo meu rosto, mas foi a dor mais gostosa que eu já senti. Ele me fodeu em várias posições até gozar.

No dia seguinte à tarde fizemos mais. Até hoje transamos e nossos pais sabem a respeito da gente. Eles aceitam numa boa, mas nossos vizinhos não. Para preservar nossa imagem, sempre dizemos que somos irmãos.

Se alguém for de Americana e estiver a fim de sexo comigo e com ele, é so add: gay.221@hotmail.com

Comentários (65)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 06-11-2016 às 16:11 joelj
    eu dei pra o meu irmão ele tinha 17 e pau dele era piqueno perto do que vc conto eu era bem novinho mais o meu só ardeu um poco coando entro eu adoro da o meu cu meu irmão não e gay ele só me comia nos morava pra fora era o meu cu o as égua acho que o meu era melhor
  • em 28-11-2014 às 23:39 roger
    não gostei
  • em 23-07-2014 às 01:48 tallis miller
    Nao gostei
  • em 12-07-2012 às 13:52 Anonimo
    Pela idade que Theo tinha quando transou com paulo, seu penis esta muito grande 19 cm com 16 anos. Sera?
  • em 19-06-2012 às 00:06 J.CARLOS SOROCABA SAOI PAULO
    GOSTEI ,QUERIA TER UM IRMAO ASSIM TAMBEM.
  • em 06-03-2012 às 22:53 baiano
    ao nao entendi como eles fizeram tao barulhos e os pais nao ouviram nada, impressionante, mas como é conto é relevável.
  • em 03-03-2012 às 14:33 Jonh
    Achei muito esitante esa estoria e gosei quado li , e convidei meu primo para esenar com migo e nos fudemo de verdade foi parra pra todo olado foi un caralho sensasional.
  • em 04-01-2012 às 15:31 ANÔNIMO
    Ô VIADO DO RECADO, EXATAMENTE POR SER UM CONTO É QUE O NEGÓCIO PRECISA CONVENCER. IDIOTA, VOCÊ SIM É INFELIZ E "BURRA"! TÁ COM DÓ DA BICHINHA QUE ESCREVEU ESSA MERDA; ENCONTRE ELA E A LEVE PARA SUA CASA.
  • em 04-01-2012 às 00:14 RECADO
    90% das bichas que comentaram, sao burras e idiotas... isso ehum conto bando de recalcadas
  • em 02-01-2012 às 12:58 Rick
    Pra começo de conversa, acho que você está dizendo um montão de mentiras. Também fico pensando que se não ficou um colchão velho, de onde apareceu a gaveta? Será que esse seu bofe imaginário é neto do inspetor bugiganga? Fala sério bi! História fraquinha pra caralho! E os ombros de nadador; acorda viado, tá de brincadeira? Se esse garoto é tão bofe quanto nos faz pensar nesse seu conto de merda, ele iria procurar uma bucetinha bem gostosa; coisa que seria muito fácil, julgando pela popularidade que, segundo relato seu, ele tem. Se ele ficou excitado, se masturbando por conta da sua bunda, ele é viado de nascença. Assim como você ou qualquer outro viado. Quando for escrever outro conto, por favor, use uma criatividade mais contundente. Faça parecer verdadeiro!
  • Mostrar mais comentários...