Entrar na área VIP

“Menino ou menina, não importa mais”

Ex-jogador Toninho Cerezo fala pela primeira vez sobre a filha transexual Lea T.

por Redação MundoMais

Terça-feira, 01 de Março de 2011

Toninho Cerezo, técnico e ex-jogador de futebol e sua filha, a modelo Lea T.Toninho Cerezo, técnico e ex-jogador de futebol e sua filha, a modelo Lea T.

O ex-jogador de futebol Toninho Cerezo abriu a guarda e falou sobre sua relação com a filha, a transexual Lea T., em entrevista publicada pela revista Lola. "Leandro ou Lea, menino ou menina, não importa mais, sempre serei seu pai e você, orgulhosamente, um pedaço de mim", disse Toninho para a revista, que chega às bancas nesta terça (1º).

Num texto emocionante, o ex-jogador da Seleção Brasileira afirma: “A paternidade é livre de qualquer padrão, de qualquer critério imposto pela sociedade. Filho deve ser aceito na sua totalidade, na sua integral condição de vida, independente da sua orientação sexual.”

Cerezo relatou histórias do jovem que nasceu Leandro, mas preferia os assuntos do universo feminino ao masculino. "Apesar de perceber as diferenças, percebi também que nada poderia fazer, e tudo que poderia dar a ele/ela era o meu amor incondicional". E completa: "Meu menino, minha menina, pra sempre, eternamente os dois serão meus".

Em entrevista à apresentadora Oprah Winfrey, Lea disse que fará a cirurgia de mudança de sexo na Itália, onde reside atualmente. Ela é natural de Belo Horizonte, e despontou no meio da moda como estrela de campanhas da Givenchy. Já beijou Kate Moss na capa da revista Love e veio ao Brasil em janeiro para desfilar pela grife de Alexandre Herchcovitch na SP Fashion Week.

Nesta semana, Lea T. vai desfilar na Semana de Moda de Paris e voltará ao Brasil em breve. A modelo é uma das convidadas para assistir aos desfiles das escolas de samba do Rio em um camarote, na segunda-feira de Carnaval (7).

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • cerzo

    Eis que entro nesta página para fer sobre o T. Cerezo e me deparo com uma trava

    em 11 de março de 2011, às 23:18
  • Kaiser

    Eis que entro nesta página para fer sobre o T. Cerezo e me deparo com comentários preconceituosos num site gay. Preconceito em relação a opção da Lea, a sua beleza e preconceito sobre classe. Pô povo, olha o respeito em relação ao outro.

    em 10 de março de 2011, às 12:17
  • Léa

    aff amei o bofao do pai, ela acho horrenda, meu amor vc modelo só se for de diga nao a dengue! vc é feia, cara de homem de cavalo e nariguda

    em 09 de março de 2011, às 01:06
  • Gutinho!

    Quanta agressividade! Será que disse algo que ofendeu tanto a colega? Calma amor!

    em 07 de março de 2011, às 19:08
  • Diego

    Temos que aprender a conviver com isso e aprender a respeitar o direito dos outros e não sai por ai criticando!

    em 07 de março de 2011, às 15:36
  • erá q o pau comia ela?

    acho q sim hein gente

    em 07 de março de 2011, às 07:22
  • Ao Gutinho

    Entao morra viado, quando for gozar se degola, bicha burra pao com ovo!

    em 07 de março de 2011, às 07:22
  • Gutinho!

    E não é que o povo fica muio sensibilizado com a vida alheia!! Fala sério! Haja tarja preta meu bem! Eu quero morrer gozando com meu pau!

    em 06 de março de 2011, às 12:45
  • gianecchinni e Lea

    meu povo Acordem nao rola, gianni gosta de pau e a LEA vai cortar o bilau, acordem. agora essa LEA é tudo hein que poder ela, quando vi na OPRAH ela fala com uma naturalidade, isso é resultado de uma boa criacao.

    em 05 de março de 2011, às 23:52
  • BAIANO

    Então aquela história com Mrília Gabriela é lenda e Gianechini é do babado? Gostei do que Toninho CerEzzo falou, deve ser um bom ser humano. Abraços

    em 03 de março de 2011, às 06:47