Biografia polêmica

Uma nova biografia sobre Mahatma Gandhi diz que o líder indiano era bissexual.

por Redação MundoMais

Terça-feira, 29 de Março de 2011

Uma nova biografia sobre o líder indiano Mahatma Gandhi está causando polêmica antes mesmo de ser lançada.

O livro, de 448 páginas, será lançado ainda neste mês e revela que Gandhi teria abandonado a esposa, Kasturba, para viver durante 10 anos com um alemão de origem judaica.

A biografia Great Soul foi escrita pelo jornalista Joseph Lelyveld, e segundo o autor, Gandhi foi profundamente apaixonado por Hermann Kallenbach, que vivia na África do Sul, onde trabalhava como arquiteto.

Quando Gandhi foi para a África, o alemão aproximou-se do líder indiano e tornou-se um dos seus discípulos mais próximos. O livro relata ainda que eles moraram por dois anos na casa de Kallenbach, na África do Sul.

Segundo a história, Gandhi se casou quando tinha apenas 14 anos e teve quatro filhos antes da separação. Após o divórcio, ele teria procurado o alemão. Eles teriam se separado em 1914, quando Gandhi retornou para a Índia. Kallenbach não pôde entrar no país em razão da Primeira Guerra Mundial e continuou a manter contato apenas por correspondência.

Em 1948, Gandhi foi assassinado.

Comentários (10)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 01-04-2011 às 07:32 PARAIBANO QUENTE PASS (PB)
    SOU FACINADO POR Mahatma Gandhi ELE ERA O CARA MESMO VIU SABIO POR DIVIDADE AGORA LOGO COM UM ALEMÃO BEM QUE PODERIA SER COM UM PARAIBANO BRAZILEIRO NE
  • em 30-03-2011 às 13:07 OBSERVADOR
    O facto de Gandhi ter tido , ou não, uma relação homo, não o desabona em nada, muito pelo contrario se for verdade, só mostra o ser sensivel que existia dentro daquele corpo ,e sua vida foi pautada , com atitudes de um grande Homem de caráter e amor ao próximo.
  • em 30-03-2011 às 10:35 tiozim
    Tudo é visão. Tem pessoas que vêem positivamente o fato de um líder admirado e respeitado, ter sua sexualidade exposta. Mtos passarão a admirá-lo ainda mais, por sua coragem e ousadia.Polêmica é gerar discussões, q não precisam ser negativas. P q não podemos simplesmente ver o lado bom da coisa?Melhor ainda se ele era bi,a estória de Gandhi é a realidade de mtos.Pra que polemizar de modo negativo?Vir a tona este fato, só faz aumentar minha admiração por este homem tão grande.Viva Gandhi!!
  • em 30-03-2011 às 09:42 Eu
    Oi, "Marcos Taça", concordo com vc em gênero, número e grau. É exatamente isso que venho, há tempos, debatendo, sobretudo em rebate a muitas posições excrudentes de quem "pode ou não ser gay", até mesmo dentro do universo homossexual, no qual muitos são gays, lutam pela causa, mas não aceitam que em todas as classes possam existir gays, esquecendo-se que todas são compostas por humanos. Quanta polêmica e reprovação quando emerge a figura de um padre gay por exemplo! Muitos gays são os primeiros a reprovar isso, sob alegação de que dentro da Igreja não pode ter gay porque a Igreja é homófiba; ou mesmo, no fundo, com a camuflada mentalidade de que o sagrado manifestado por ela não combina com uma natureza que é a sua própria, desconhecendo totalmente que uma coisa é a instituição, outra coisa é a pessoa. Pois é, Gandhi não era cristão, mas pertencia a uma religião que, da mesma forma, é homofóbica, e muito mais que o cristianismo. E aí? Isso tem alguma importância? Está na hora de parar de se preocupar com a sexualidade das pessoas, seja lá quem for, (como vc disse, desde que essa não venha a se incorrer em crime contra a vida) e passar a vê-las por aquilo que interesse realmente à coletividade. Gandhi foi uma grande pessoa, e sempre o será. Se fosse um padre, um pastor, um rabino ou um papa, pra mim seria o mesmo benemérito Gandhi, independente de sua sexualidade, que não diz respeito a ninguém, somente a ele e as pessoas (ou à pessoa) com quem supostamente tenha se relacionado.
  • em 29-03-2011 às 23:39 Felipe
    Nossa dessa eu ñ sabiia, mas fico feliz.
  • em 29-03-2011 às 23:08 JAIRO
    E daí, viva o amor!!! É alguém querendo ganhar dinheiro!
  • em 29-03-2011 às 20:15 João Marçal
    Que ridículo! Que comunidade é essa que PRECISA se identitificar um fato ou qualquer estalo para discuti sobre sexualidade!?
  • em 29-03-2011 às 17:22 CACA
    Simplismente ridículo...
  • em 29-03-2011 às 15:15 Cláudio-SP
    Isso não altera em nada a admiração por ele, pelo contrário aumenta. Não é fácil desejar fazer a diferença mesmo temendo a hipocresia que impera. Ser homossexual ou bissexual não desabona ninguém.A diferença está no caráter, e isso não é definido pela sexualidade.
  • em 29-03-2011 às 15:00 CAMPINEIRO
    PRIMEIROOOOOOO
  • Mostrar mais comentários...