Assine o MundoMais

Proibindo a diversidade

Estado do Tennessee aprova lei que proíbe professores de discutirem homossexualidade.

por Redação MundoMais

Quarta-feira, 27 de Abril de 2011

ESTADOS UNIDOS - A Comissão de Educação do Estado do Tennessee, EUA, aprovou uma lei que proíbe os professores de ensinarem a respeito da diversidade sexual aos alunos.

A lei foi apresentada por Stacey Campfield, com apoio do também republicano Jim Tracy, e é válida para o ensino fundamental e médio.

O projeto de lei pretende que seja criada uma comissão para investigar o que os professores estão falando nas salas de aula.

O texto da lei diz que a "escola pública não deve fornecer qualquer instrução ou material que aborde orientação sexual diferente da heterossexual".

Para entrar em vigor, a lei deve ser votada no plenário do Senado ainda este semestre.

Comentários (16)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 01-05-2011 às 00:37 Maggie
    Sabe o que acho mais divertido? É que deve rolar uma pegação danada nessas igrejas, escolas conservadoras...e o melhor: os adolescentes sabem cantar música de putaria até de trás pra frente....ou vocês acham que é diferente dos jovenzinhos daqui que sabem todas as músicas da Valeska? Tzá bom ou quer mais? kkkkkkk
  • em 29-04-2011 às 14:58 Paulinho BSB
    Desconfio que o Criador colocou as diferenças entre nós, porque gosta da diversidade e para que mostremos quem realmente somos. Se optamos pelo Bem e amamos o próximo, simplesmente porque é o certo, porque escolhemos a justiça, ou ficamos com o mal, discriminando, perseguindo, a promover o o ódio.
  • em 29-04-2011 às 02:53 Caio-RJ
    Só tenho um questionamento que sempre faço a mim mesmo: Por que as pessoas teimam em confundir o ato de ensinar a RESPEITAR AS DIFERENÇAS com INCENTIVO a homossexualidade? Ah nem gosto de comentar algumas coisas por que me deixam chateado.
  • em 28-04-2011 às 10:17 Paco Salurte
    Conversar com crianças e adolescentes sobre sexualidade exige responsabilidade, ética, sensibilidade, intuição, sensatez, calor humano e habilidade, entre outras qualidades. Na escola, tema algum deveria ser tabu. Tudo pode ser abordado, desde que as pessoas estejam preparadas para fazê-lo, sem medo de prejudicar a formação dos jovens. Os pais deveriam apoiar a discussão e o esclarecimento sobre sexualidade nas escolas, por gente habilitada e digna, por que jovens bem esclarecidos sobre afetividade e sexualidade serão adultos mais centrados, mais felizes, sem tantos conflitos e sofrimentos. Aprenderão, desde já, a encarar o sexo e o afeto como algo inerente à vida, com naturalidade e honestidade. Como precisamos crescer para ver o mundo e a existência com outros olhos, mais livres e sem as viseiras do atraso ! Se nós carecemos, e muito, nos superar, o que temos a dizer desses deputados republicanos do Tennessee, cuja forma de encarar a realidade é extremamente retrógrada ?
  • em 28-04-2011 às 00:27 Caíque
    Claro , então que sejam somente eles a pagarem impostos, a serem presos por este estado que criem um país p gays... afinal não queremos contagiar todos c o "vírus" da homossexualidade. Aff ... nunca vi alguem ter cancer, ou parada cardiaca e continuar sua vida omitindo isso. Uma hora a casa cai
  • em 27-04-2011 às 23:49 Paulinho BSB: desculpem!
    Euzim, Paulo,drawot@ig.com.br e outros, concordo com vcs. Foi só zuretice minha no primeiro comentário. Desculpem!
  • em 27-04-2011 às 23:44 Paulinho BSB: desculpem!
    Douglas, concordo com você. Desculpem, errei de artigo e troquei o comentário. Como passaremos a perceber a homoafetividade naturalmente, se ficarmos cheios de reservas nas ações necessárias?
  • em 27-04-2011 às 23:40 Paulinho BSB
    O Lucas falou a mesma coisa que o Douglas, se entendi bem. Ele só foi conciso, uma habilidade que eu tenho pouquísssima. Ele foi mal compreendido. Viva Portugal!
  • em 27-04-2011 às 23:31 Euzim
    Algo desse tipo vindo daquele lugar horrível não me assusta. O que me assusta são gays, como o Lucas, que acha que homossexualidade é incentivada. Que eu saiba ninguém me incentivou e desde que me entendo por gente tenho atração por homens. Antes de mudar a sociedade, temos que mudar nossas cabças.
  • em 27-04-2011 às 23:10 Ricardo - RJ
    QUE ATRAZO DE VIDA AMERICANO, JÁ PROVA QUE ESSE PAÍSINHO DE MERDA NÃO PRESTA MESMO. ESPERO QUE ESSA LEI SEJA DERRUBADA, CASO AO CONTRÁRIO, VAI HAVER UMA REVOLUÇÃO GAY CONTRA ESSES REPUBLICANOS IMBECIS.
  • Mostrar mais comentários...