Assine o MundoMais

Alex, O Carteiro

Alex, um moreno gato de 1,82m de altura, bíceps e peitorais definidos, é o carteiro que sempre fez as entregas na minha rua. Um dia ofereci um copo d’água a ele, o tesão bateu forte e o inevitável aconteceu.

por Rafael Xavier

Terça-feira, 17 de Maio de 2011

Fazia alguns dias que eu havia feito uma compra pela Internet. Geralmente fico sozinho durante a semana em casa e fui tomar um banho pela manhã. Saí nu do banheiro e deitei na cama para cochilar um pouco. Neste momento, ouço o cachorro latindo muito no portão e fui até a janela ver quem era. O motivo da bagunça era o carteiro que tinha chegado com a mercadoria.

Era o Alex, o mesmo carteiro que sempre passava aqui na rua, um moreno de 1,82m de altura, bíceps e peitorais bem realçados sob a camisa.

Como tinha que assinar o comprovante de entrega, vesti uma bermuda e fui até o portão. O meu pau estava semi-duro e podia-se notar sob a bermuda sem cueca.

Fui sem camisa mesmo e enquanto assinava, notei que ele não parava de olhar pro meu corpo. Eu estava malhando na época, e estou até hoje, e meu peitoral estava mais definido. Como estava muito quente, vi que ele tinha uma longa tarde de trabalho pela frente e então perguntei se ele queria um copo d’água. Ele aceitou e o convidei para entrar.

Como minha casa não estava muito arrumada, pedi pra não reparar a bagunça e pra ele ficar à vontade, ao que ele respondeu:

– Posso ficar à vontade mesmo?

– Sim – respondi.

No mesmo instante ele tirou a camisa, desnudando aquele peitoral maravilhoso e não pude me conter, fiquei trêmulo, foi como se ele me golpeasse com uma arma chamada tesão.

Fui pegar a água pra ele e quando me aproximei, ele reparou minha piroca dura que estava latejando perante aquele corpão.

Do nada ele me perguntou:

– Por que sua pica está dura?

Eu fiquei todo sem graça e sem resposta e disse que estava deitado socando uma punheta antes de ele chegar. Com aquele ar de sacana, ele me respondeu:

– É mesmo? Estou muito a fim de bater uma punheta também. Preciso de um incentivo, você me ajuda?

– Lógico, o que você quer que eu faça?

Ele me pediu pra ficar de joelhos e eu obedeci. Ele então se levantou, veio em minha direção tirando o cinto, desabotoando a calça e mostrando a cueca que marcava um instrumento perfeito.

Sem que ele pedisse, comecei a morder o pau dele ainda dentro da cueca, sentindo aquele cheiro de macho, aquele cheiro de pica. Ele então finalmente tirou a cueca e vi aquele pau enorme que aparentava ter uns 23cm, envergado pra cima, cabecinha toda de fora, um pau negro com uma cabeça meia roxa.

Não pensei duas vezes e caí de boca naquela pica, mamando desesperadamente, como se nunca tivesse visto uma rola. Na verdade, daquele jeito perfeito, grande e ainda grossa, era realmente a primeira vez que eu tinha visto.

Enquanto eu o chupava, ele gemia alto, tremendo de tesão. Quanto mais ele gemia, mais eu o chupava. Nessa altura já se misturavam saliva e aquele líquido maravilho. O carteiro tinha um pau muito babão e o gosto do seu leite era um gosto doce, que dava prazer de continuar mamando até o resultado final.

– Isso, chupa tudo, seu puto safado, chupa que seu macho tá mandando, chupa gostoso – falava ele enquanto eu o chupava.

Alex tirou minha bermuda e viu minha bunda bem fofa que era o tipo preferido dele. Só pude ouvir o estalo de um tapa que ele deu na minha bunda, deixando a marca da mão dele, e começou a foder meu cu com os dedos, preparando o caminho para aquele instrumento enorme que ia ferrar com meu cuzinho, que por sinal é bem fechadinho.

Quando terminei o boquete, Alex perguntou onde era meu quarto e o levei até minha cama. Ele já me colocou de frango assado e começou a me fazer um cunete. Como sua barba estava por fazer, ficava roçando na minha bunda enquanto sua língua circulava e penetrava meu cu, me dando um tesão da porra.

Depois de ter deixado meu cu bem amaciado com sua saliva, ele rapidamente me colocou de quatro, tirou uma camisinha do bolso e colocou rapidamente. Começou a roçar a vara bem na portinha do meu cu, me virou com aquela cara descarada e me disse:

– Além da cara de puto que você já tem, agora vou deixar seu cu igual a um cu de puto. Não adianta urrar porque não terei dó. Vou te fuder como ninguém nunca te fudeu.

Ele me amordaçou com a sua cueca e enfiou toda aquela tora de uma só vez, arrombando meu cu de tal maneira que quanto mais eu urrava, mais ele metia. Foi um puta tesão, ele me fudia de um jeito que eu sempre quis, uma foda de um macho de verdade.

Depois ele me virou de frango assado mais uma vez e pude ver aquela cara de safado se deliciando com meu cuzinho e vendo que parei de urrar forte, ele tirou a mordaça de minha boca e começou a me perguntar:

– Está gostoso? – ao que eu respondia:

– Sim, fode esse puto como ele merece, me deixe arrombado!

Foi só eu dizer isso pra ele começar a bombar meu cu ainda mais forte:

– Você gosta, né, seu puto safado! Não é de hoje que estou tentando te comer e hoje estou indo à forra!

Depois de quase uma hora me fudendo, Alex deu uma estocada bem funda em meu cu e paralisou o pau dentro que pude sentir aquela rola latejando, pulsando dentro de meu cu. Ele então retirou o pau, ajoelhou-se sobre meu corpo e ficou fudendo minha boca. Deu um tapa na minha cara e pediu pra eu colocar minha língua para fora, ao que obedeci.

Alex começou a se masturbar e em menos de um minuto, deu uma gozada farta em minha boca e depois ainda passou seu pau ainda gozando sobre minha cara. Fiquei com o rosto todo branco de tanta porra e ele ainda me fez beber toda a goza, empurrando a porra sobre meu rosto até minha boca, até limpar minha cara e deixar o pau dele limpinho.

Depois de toda essa foda, levei Alex até o banheiro para se limpar e ele me jogou dentro do box para eu tomar um banho. Acariciei meu pau até gozar, o que aconteceu em menos de 30 segundos!

Depois de banho tomado, Alex se arrumou, me jogou na parede e me deu um beijo de despedida para voltar ao serviço.

Ainda hoje quando ele passa aqui pela rua pra trabalhar, ou quando sai do serviço, ele sempre arruma um tempo pra foder. Mas isso são outros relatos que em breve vocês saberão.

Comentários (51)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 10-10-2012 às 19:13 jjjjj
    mi add qm quizer uma foda gostosa sou pass e descreto jj1920091@hotmail.com
  • em 15-03-2012 às 11:00 .....son....
    quem quiser me da uma comida tbm nehhhh...... emerson_859@hotmail.com
  • em 22-02-2012 às 18:26 jack utra delicioso
    o e o seguinte to soteiro e quem quiser me conhecer meu msn e Jack@live.com e meu face book e myster jack bjs deliciosos
  • em 16-01-2012 às 01:31 cuZtTaGYFMLD
    More posts of this qluiaty. Not the usual c***, please
  • em 31-12-2011 às 14:24 fernando/sp
    iai carteiro me add ai fer-dinho@hotmail.com
  • em 31-12-2011 às 12:47 rafa
    me add ai gente rafa.mendes-jau@hotmail.com e o celular 01481743553
  • em 14-12-2011 às 18:56 Leandrinho
    Ai carteiro roludo me addd leandrinhoGTS@hotmail.com tenho 16 anos e um cu apertadinho pra vc arrombar
  • em 30-11-2011 às 04:02 mineiro
    porra gente criticar gramatica interpretação de texto e talz tudo bem mas voces ja prestaram atenção que estão na sessão contos? que ela se chama contos e não caso veridico, tanta gente ignorante
  • em 14-11-2011 às 04:50 melissa cdzinha
    adorei gata...... mesmo seno verdade ou mentira o que vale é o conto que trouxe muito tesao a todos.
  • em 07-09-2011 às 15:44 MOISÉS
    DEIXA O MENINO GENTE!EU JA VIVI CENAS CINEMATOGRÁFICAS,NA LINHA DE TREM,NO SÍTIO,NO ONIBUS,NA PRAIA,SÓ QUE DÁ UMA PREGUIÇA DE CONTAR ,KKKK
  • Mostrar mais comentários...