Assine o MundoMais

Orgulho Hétero

Câmara Municipal de São Paulo aprova o Dia do Orgulho Heterossexual, para defender a moral e os bons costumes.

por Redação MundoMais

Quarta-feira, 03 de Agosto de 2011

Ver. Carlos Apolinário cria projeto de lei baseado em convicções pessoais.Ver. Carlos Apolinário cria projeto de lei baseado em convicções pessoais.

SÃO PAULO - A Câmara Municipal de São Paulo aprovou nesta terça-feira (2) o projeto de lei 294/2005, do vereador Carlos Apolinário (DEM), que institui, no município, o Dia do Orgulho Heterossexual. O projeto depende apenas de sanção do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, para virar lei.

Parte dos 39 vereadores presentes se manifestou contra o projeto, mas como não houve pedido de votação nominal, a posição não foi considerada.

No semestre passado, o impasse em torno desse projeto impediu os vereadores de votar outros projetos individuais. Para superar o impasse, houve acordo pela aprovação nesta terça-feira.

O texto propõe que a data deverá ser comemorada todo terceiro domingo do mês de dezembro. O projeto estabelece que a data passará a constar no calendário oficial do município, e afirma que caberá à Prefeitura de São Paulo "conscientizar e estimular a população a resguardar a moral e os bons costumes".

Autor do projeto, o vereador Carlos Apolinário afirmou que o projeto não é contra a comunidade gay. Faço um apelo pelo respeito à figura humana dos gays, afirmou. Apolinário disse que o projeto foi apenas uma forma de se manifestar contra "excessos e privilégios" destinados à comunidade gay. Ele afirmou que um dos privilégios é a realização da Parada LGBT na Avenida Paulista, enquanto a Marcha para Jesus foi deslocada para a Zona Norte da cidade.

Ele afirmou ainda que o seu projeto nada tem a ver com sua vida religiosa, e também nega que seja uma provocação à comunidade LGBT, apenas tratando-se de "convicções pessoais".

Antes da votação, Ítalo Cardoso, o principal adversário do projeto, exibiu aos vereadores um vídeo com a reportagem sobre o pai que foi agredido em uma festa no interior de São Paulo apenas porque estava abraçado ao filho. Os agressores confundiram os dois com um casal gay.

Após a votação, ele criticou o projeto. Não sei no que esse projeto ajuda. A Parada LGBT não é privilégio. A culpa de a Marcha ter sido transferida da Avenida Paulista não é culpa dos gays nem responsabilidade dos gays, afirmou. Segundo o vereador, gays ainda são discriminados em São Paulo em imobiliárias, feiras, dentro do ônibus e em delegacias.

Manifestaram-se contra o projeto a bancada do PT, formada por 11 vereadores, dois vereadores do PC do B e, individualmente, os vereadores Claudio Fonseca (PPS), Claudio Prado (PDT), Gilberto Natalini (sem partido), Juscelino Gadelha (sem partido), Roberto Tripoli (PV) e Eliseu Gabriel (PSB).

Fonte: G1

Comentários (79)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 10-08-2011 às 19:36 Fábio
    Caro senador, o Sr.não tem mais nada em mente p/ valer o seu cargo de senador??? Acho que não, SP esta muito bem, temos escolas, educação, programa digno de moradia p/ as famílias mais carentes, temos uma ótimo estrutura de meios de transportes, sem trânsito...É esses estão no país das Maravilhas!! Por favor honre seu título de senador e faça algo útil!!!
  • em 09-08-2011 às 23:52 Rio
    Dia do orgulho hetero? Existe isso? Os puteiros já diziam há séculos...mas são os anormais, como eles criticam, que precisam de um dia para deixarem de ser mortos e ridicularizados. O hetero tem o seu dia e a sua história, ao ponto que matou, por ser hetero...Ah! fazer algo de construtivo pra sociedade bando de amebas!
  • em 09-08-2011 às 10:26 lico
    Criar uma lei dessa seria a mesma coisa que criar o Dia da Consciencia Branca. Brancos sofrem preconceitos por cousa da cor da sua pele? O mesmo eu digo para os heteteros. Eles sofrem perseguicoes, preconceitos, sao espancados ou assassinados por causa da sua orientacao sexual? Vereadores nem nocoes do bom senso...
  • em 08-08-2011 às 16:17 Vitor
    Viadinhos deixem de conversa, acho justo, se tem o dia do orgulho gay nada mais justo do que o dia do orgulho hetero tbm, suas putas, se o dia do orgulho hetero for visto como homofobia por vcs, o que vcs dizem do orgulho gay para os heteros!!!!!!!!!!!!! suas cachorras. Viva a democracia
  • em 07-08-2011 às 17:48 Rodrigo
    Moral e bons costumes tem haver com sexo agora? Então se uma pessoa cresce hetera, ela tem moral e bons costumes, mesmo que mate, roube, minta, fornique, entre outras coisas? Uia, este deputado precisa reformular o que é moral e o que é bons costumes.
  • em 06-08-2011 às 22:52 Zito - MG
    Se a Marta Suplicy fosse a prefeita de Sampa ela não deixaria essa lei passar. SP não dá valor no que produz de bom. Uma pena.
  • em 06-08-2011 às 17:28 marcos
    EU NÃO SABIA QUE "MORAL E BONS COSTUMES" TEM A VER COM CONDIÇÃO SEXUAL. ACHO QUE UM SUJEITO QUE TEM MORAL É AQUELE QUE É HONESTO, TRABALHADOR, DIGNO, EDUCADO, OU SEJA, TUDO QUE ESSES POLITICOS NÃO SÃO.
  • em 06-08-2011 às 15:17 Juninho
    Pessoal, isso é dor de cotovelo desse "palhaço" tal Carlos Apolinário. A preocupação da política é para combater a fome, acabar com a miséria da nossa saúde pública (vidas que são perdidas todos os dias), criminalidade que nao fique impunes, sujeiras vindas da própria gestao do governo (e arredores dele). São Paulo é uma cidade com mais de 11 milhões de habitantes (e nao 11 mil), e onde também é feita a maior parada gay do mundo, com público estimado em mais de 3 milhões de pessoal (e não 3000 mil pessoas), se fosse realizada uma pesquisa na composição das pessoas que comparecem ao evento que é realizado apenas uma vez ao ano, garanto que o tal "dia heterossexual" devesse coincidir com a "nossa parada gay". Vamos acordar meus "amigos", existem muitas outras coisas para se preocupar ao invés de ficar colocando datas festivas banais.
  • em 06-08-2011 às 11:28 Bruno
    Para mim, isso é uma provocação daqueles que ainda querem persistir em propostas que viablizem a homossexualidade como algo de anormal, ou não humano.O que será abordado nesse dia, o favorecimento da heterossexualidade, em detrimento das outras condições da sexualidade humana? Acredito eu que em vez de perdermos tempo em criar legislações que constroem desavenças sociais, e legitimem cada vez o preconceito na sociedade brasileira contra a população LGBT, como esta, deveriamos nos preocupar em pautarnos em idéias que garatam o direitos de vida, alimentação e igualdade entre todas as pessoas, fato que esta lei corrompe descaradamente os ideias da Constituição! SOMOS TODOS IGUAIS!
  • em 06-08-2011 às 05:11 Niebo
    Que coisa! Brasil, terra do sol, gente alegre, acolhedora e HIPÓCRITA!!! Bons costumes? Ah tá! A fila do SUS tá cheia de bons costumes, as ruas das grandes cidades cheias de mendigos e criancas que vivem dos bons costumes, a violência que prega os bons costumes. Tb tem aqueles políticos que roubam nosso dinheiro em nome dos bons costumes e da moral. Quando é que nosso povo vai abrir os olhos? É muita manipulacao, lavagem cerebral, burrice política e cegueira. Vai Brasil, mostra a tua cara! Infelizmente ainda é um país corrupto, preconceituoso e falso. E os burros de cargas que mantém um sistema tao aniquilador e venenoso? Quando é que essa gente vai sair dá toca e dizer: BASTA!!! Essa panela vai explodir qualquer dia desses...
  • Mostrar mais comentários...