Assine o MundoMais

Cura para gays

Ministério da Saúde do Equador fecha 30 clínicas ilegais, que consideravam a homossexualidade uma doença.

por Redação MundoMais

Quinta-feira, 18 de Agosto de 2011

Autoridades do Equador fecharam clínicas ilegais que consideravam a homossexualidade uma doença, e que ofereciam "cura" a ela. Grupos LGBT do país acreditam que ainda existam 200 clínicas que oferecem a tal "cura" no país.

Dizem que são 200 no país, é possível. Se nós fechamos quase 30, seria muito importante que denunciassem [os afetados] para que todas [as clínicas ilegais] fossem fechadas, disse em entrevista o vice-ministro da Saúde Pública do Equador, Nicolás Jara.

Karen Barba, da ONG Causana, disse que as clínicas de "cura" para gays funcionam disfarçadas de centros de reabilitação para dependentes químicos.

Uma das "pacientes", Paola Ziritt, de 28 anos, falou à agência de notícias EFE que sofreu abusos - inclusive sexuais -, insultos e torturas, como ficar algemada, permanecer dias sem comer e levar surras. Os guardas do estabelecimento chegaram a jogar urina e água gelada nela. Foi humilhante, horrível, afirmou Ziritt, que sofreu tudo isso em apenas três meses no centro, algemada em um quarto sem nada, nem sequer luz. A mãe de Ziritt foi quem a internou na clínica, pois na época acreditava em "cura" para a homossexualidade, mas acabou tirando-a de lá após receber uma carta secreta da filha.

Nicolas Jara já revelou que o Ministério do Interior lançou uma caça a estes estabelecimentos, tendo em conta que "não há nenhum tratamento para a homossexualidade" e que tais comportamentos são proibidos pela Constituição. Desde 2008 que a Carta Magna reconhece Direitos de Igualdade aos homossexuais equatorianos.

Comentários (8)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 26-08-2011 às 01:58 Walter
    Doenca infelismente é câncer.
  • em 21-08-2011 às 17:15 alano
    se é doença quero morrer com essa, é a doença mais magnifica que existe, sao pais idiotas que colocam seus filhos em clinicas, uma grana que da pra investir na balada e ver o filho feliz
  • em 19-08-2011 às 22:56 para Élvis Fronteiras
    Cara estou torcendo pela sua formação humana
  • em 19-08-2011 às 22:54 James
    nossa eu sou tão feliz sendo gay se isso for "doença"(aff..)quero morrer doente!!!!
  • em 19-08-2011 às 07:50 Élvis Fronteiras
    Religiões e clínicas que prometem cura para a homossexualidade enganam as pessoas e cometem grandes deslizes éticos. Não somos doentes. Portanto, não necessitamos de cura. Precisamos, sim, de respeito, por nós mesmos, e pelos outros. E, acima de tudo, carecemos de saber administrar, sem grandes conflitos e estresses, nossa identidade sexual. Já sofri muito e muito em função dela. Depois de tê-la aceito e começado a geri-la dentro de mim, a paz me acompanha e não teria vontade nenhuma de ser heterossexual. Não sofro por ser homossexual. Sofro, sem dramalhão mexicano, por ainda não saber lidar com minha vida afetiva e sexual, devido às represssões familiares e religiosas que oprimiram e oprimem minha formação como ser humano.Um desafio que deverei resolver para ser plenamente feliz, amando e sendo amado. Para mim, sexo não é fim. É meio para que possamos ser inteiros, como humanos, numa caminhada evolutiva em busca da autossuperação e do autoconhecimento.
  • em 19-08-2011 às 07:36 PARAIBANO QUENTE PASS (PB)
    AFFFFFFFFFF AINDA TEM GENTE QUE PENSA ASSIM NOSSA MENTE QUE NAO EVOLUI ACABA ASSIM REPREENDIDA
  • em 18-08-2011 às 20:56 Ivan Rib. Preto
    País de 3º mundo!
  • em 18-08-2011 às 15:42 leco
    Bem feito ,tem é que prender esses homofobicos