Entrar na área VIP

Barbárie

Casal gay foi encontrado com olhos perfurados e dedos decepados, 12 dias após desaparecimento.

por Redação MundoMais

Segunda-feira, 16 de Abril de 2012

Alagoas registrou na semana passada, mais dois casos de assassinatos de gays, subindo para nove o número de crimes com conotação homofóbica somente em 2012, e o 108º caso no país. Após 12 dias de angústia, amigos encontram os corpos de Márcio Lira Silva e seu companheiro Eduardo, que estavam desaparecidos desde o último dia 28 de Março.

Na manhã da última segunda-feira (9), amigos e familiares identificaram os corpos no Instituto Médico Legal (IML), que já estavam em estado avançado de decomposição, com os olhos furados, dedos arrancados e com muitos sinais de tortura.

Segundo a direção do IML, os corpos foram encontrados durante o feriado da Semana Santa, nas proximidades da cidade de Rio Largo, região metropolitana de Maceió.

A morte dos casal foi informada à imprensa pela assessoria de comunicação do Grupo Gay de Alagoas (GGAL), que na próxima semana irá fazer um ato público no centro da capital alagoana.

Com essas duas vítimas, já somam nove o número de assassinatos de homossexuais no Estado. Um número absurdo, que precisa ser combatido. Iremos fazer esse ato, com a terceira edição do Varal da Homofobia, manifestação cultural por meio de expressões artíticas no centro da cidade, disse Nildo Correia, presidente do GGAL.

Segundo informações de amigos, na manhã do dia 28/03, último dia em que as vítimas foram vistas com vida, o casal estava bastante animado e de partida para uma viagem de férias.

Após alguns dias, foi sentida a ausência de notícias sobre os dois, pois os mesmos não tinham em momento algum entrado em contato com parentes e amigos, para passar informações sobre a chegada ao destino de sua viagem. A partir daí começaram as buscas.

Pressão

Nildo Correia promete fazer pressão às autoridades policiais para a elucidação do crime. Sabemos muito bem que a violência em nosso país a cada dia cresce, que Alagoas é um dos Estados mais violentos, mas a entidade não baixará a cabeça para a violência e pressionaremos as autoridades para que esses crimes não caiam no esquecimento, pois a omissão é um dos maiores fatores para o crescimento da violência, disse Correia.

Para Dino Alves, militante LGBT e Assessor Técnico da Secretaria de Estado daMulher, Cidadania e Direitos Humanos, o receio é que a impunidade contribua ainda mais com a homofobia. *Não podemos e nem vamos cruzar os braços esperando que o Governo Federal venha ou não implantar o Programa Escola Sem Homofobia entre outras ações, pois gay não é rato, que têm seu corpo encontrado no lixo e não se toma uma providência", disse.

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • paraense

    Concordo com o Renan a maioria dos gays reclama de preconceito mas são super preconceituosos entre si.

    em 15 de junho de 2012, às 11:54
  • NSJM

    Fico impressionado com os comentários homofóbicos que partem dos próprios gays... Enquanto nós não nos respeitarmos ninguém mais respeitará.

    em 11 de junho de 2012, às 17:27
  • concordado com o pedro

    sou totalmente contra a violência mais parece que pedir uma atitude por parte das autoridades estar sendo pedir demais sendo assim o certo e responder com a mesma crueldade, se eles nos classificam como ratos que merecem ser eliminados então idem

    em 08 de junho de 2012, às 13:24
  • Pedro

    Na minha terra violência desse porte, se combate com violência, ficar simplesmente se lastimando, falando da educação que não foi dada não resolve muita coisa. Isso é para as futuras gerações. Deveriamos sim, era matarmos de vez em quando alguns homofóbicos de forma bastante cruel, ou então castrarmos ou inutilizarmos o pinto desses animais, e deixa-los perambulando sem seus respectivos instrumentos de trabalho. Seria bem divertido...

    em 04 de junho de 2012, às 23:57
  • amigo

    Infelizmente nosso país esta uma podridão total muitos se acha melhor do que outros podie confirma aqui com tantos comentários homófobico,bem mais resaltando sobre a matéria tudo leva a crer que isso foi vingaça pois tamanha violência oi essa que chegara a fura os olhos dos rapazes isso me lembro muito na mesopotamia quando os assírios derrotava seus inimigos e forava seus olhos.

    em 02 de junho de 2012, às 14:56
  • naldo

    gente sou de maceio , aqui no jornal local saio uma materia de tres folhas, com entrevista da mãe de um eles e de amigos, eles eram portadores do hiv, viviam saindo com os caras pra faser suruba em camisinha, isso nao passo de vigança, não foi crime homofobico sem falar q eles viviam dando golpes pela cidade

    em 01 de junho de 2012, às 22:08
  • link

    renam,falou bonito!

    em 04 de maio de 2012, às 23:12
  • Trick

    Gente!Não importa se é bichinha poc poc ou se andavam pela rua de forma a mostrar como eram realmente... não merecem morrer,não merecem isso que aconteceu com eles e não merecem esses cometários ridículos postados arrespeito de suas vidas.

    em 25 de abril de 2012, às 03:28
  • Luis do RJ

    Nunca postei comentários neste site, mas diate do ABSURDO que aqui vejo muitas vezes, senti-me forçado a me colocar. Há tempos sou chocado com a quantidade de comentários ABSOLUTAMENTE HOMOFÓBICOS que são postados aqui. O pior e mais grave é que a maioria dos comentários são postados por gays(!?)... Uns que falam do gay efeminado, do gay que não soube se comportar, por isso voi vítima de violência e por aí vai... É triste ver num espaço que deveria ser para combater a HOMOFOBIA os próprios gays fortalecendo esta postura NAZISTA, IGNORANTE e BURRA!!!!. Aqui deveria haver a solidariedade e apoio para aqueles que sofrem nesta hipócrita sociedade simplesmente por serem gays, para aqueles que morrem no interior deste país vítimas das maiores atrocidades, burrices e estupidez provocadas pelo preconceito e ignorância, não o contrário como muitas vezes vejo aqui. Sou gay e todos devem ser respeitados como são. Sou gay! Não sou óbvio (isso não me faz ser melhor do que aqueles que são preconceituosamente chamados de pintosas). Tenho uma vida ótima e um excelente trabalho.... Vamos deixar de fortalecer quem desrespeita, oprime e MATA os gays que morrem neste país a cada dia. Os que não são pintosas e se acham melhores do que aqueles que são estão redondamente enganados. Pois nesta sociedade, GAY é merda.... todos nós. A pouca diferença que fazem é para aqueles que têm muito dinheiro, algo normal numa sociedade que valoriza quem tem.... Vamos respeitar nossos semelhantes, antes de qualquer coisa. NINGUÉM É MELHOR DO QUE NINGUÉM!!!!!!PORRA....

    em 25 de abril de 2012, às 00:24
  • Binho

    Concerteza era uma dessas bichas poc!

    em 24 de abril de 2012, às 20:38