Pioneiro

Brasil pode ser o primeiro país a derrotar a AIDS, diz diretor de agência da ONU.

por Redação MundoMais

Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2012

Luiz Loures, médico brasileiro que foi nomeado vice-diretor executivo da UNAIDS, agência das Nações Unidas para a doençaLuiz Loures, médico brasileiro que foi nomeado vice-diretor executivo da UNAIDS, agência das Nações Unidas para a doença

Um brasileiro acaba de ser escolhido pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, para coordenar as políticas públicas da UNAIDS (braço da organização contra a AIDS).

Luiz Loures vai assumir em janeiro a vice-diretoria executiva dos programas da entidade e também um cargo mais político, o de secretário-geral assistente da ONU.

O médico foi um dos pioneiros no cuidado a pacientes com AIDS no Brasil. Loures está há 16 anos na UNAIDS, hoje em Genebra.

Em entrevista para Folha de S.Paulo, ele diz que espera ver o fim da epidemia da AIDS em 15 anos.

Mas, para isso, é preciso quase dobrar o número de pessoas em tratamento, investir em diagnóstico precoce e no fim do preconceito.

O Brasil, opina, tem condições de ser o primeiro país a declarar o fim da AIDS.
Comentários (41)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 21-03-2013 às 21:53 Gregore
    Assim como o Fabiano abaixo, vejo o HIV como uma barreira para um relacionamento e também não sei como vencer. Alguém pode me dizer?
  • em 21-03-2013 às 21:49 Gregore
    A coisa mais dificil para um soropositivo e engatar em um relacionamento. As pessoas ainda veem o hiv como uma senteça de morte. Por isso que já desencanei e estou vivendo um caso de amor comigo mesmo a vários anos. Gostaria de conhecer pessoas nas mesma condições para troca de ideias. adc_lima@ig.com.br Abraço a todos.
  • em 06-02-2013 às 19:45 eduardo para Manoo e demais
    Descobri sobre o "HIV" em 2007 e aí quando o médico, depois de quase um ano d visitas e exames constantes quis entrar com o medicamento, por acaso, descobri sobre os dissidentes da hipótese do HIV. No início fiquei muito cismado e não querendo acreditar mas aí lendo do que se tratava percebi em que "merda" tinha, eu mesmo, infelizmente, me enfiado. Não usem essas drogas tóxicas!!!!! Informe-se como eu fiz sobre esse grupo de cientistas (enorme, por sinal, só que a mídia, as grandes indústrias famaceuticas e a maioria dos governos não quer que tomamos contato com isso) e depois tirem as proprias conclusões. Tive o prazer e a sorte de ter podido consultar com um deles no Brasil, o Colombiano Roberto Giraldo. Hoje estou "curado" e muito bem. É óbivio que se fizer o exame dará, provavelmente (não quis saber mais disso) positivo por conta de que, uma vez que meu corpo produz proteínas poliespecíficas do estresse (o que os ditos cientistas da visão tradicional chamam erroneamente de HIV - este nunca foi demonstrado nem isolado porquanto não existe), é bem provável que, como uma defesa, elas estejam sempre lá. É isso que acusam os mentirosos testes antihiv. Não é antihiv nada. Medem o grau de oxidação e estresse a que o corpo está submetido. AVALIEM BEM, NÃO SE DEIXEM ENGANAR E NÃO CAIAM NESSA. LEIAM O COMENTÁRIO DO MANOO. Assino embaixo.
  • em 26-01-2013 às 21:13 DOUGLAS
    OLHA DIXE DE SER INDIOTA, POIS TEM GENTE NESSE MEIO E VCS PODEN ESTA MATANDO ELES COM PENSAMENTOS NEGATIVOS SEUS OTARIO, DEIXEM AS PESSOAS VIVEREM VIVAM A VIDA DE VCS ,VIADOS NOGENTOS.
  • em 25-01-2013 às 16:01 P/ Realista
    Dezenas não, a maioria que conheço faz com milhares, principalmente aqueles que têm o corpo bonito trabalhado na academia. E os passivos (a maioria é passiva) são os que mais transam sem o preservativo.
  • em 25-01-2013 às 02:50 fes_sc_floripa@hotmail.com
    olá,fabiano, entre em contato comigo,me ad no msn,pra conversarmos melhor,o que achas? abraços,espero seu retorno
  • em 23-01-2013 às 22:43 ROGERIO
    e outra não gosto nem de lembrar que tenho essa merda a quase 20 anos , tudo e mais complicado.
  • em 23-01-2013 às 22:36 rogerio
    não e fácil conviver com isso e ainda tem pessoas que dizem que ter isso e normal, mais uma coisa vou lhe dizer duas coisas que o diabo mandou para a terra foi a aids e o crak. só DEUS .
  • em 23-01-2013 às 04:54 tess psique
    os avanços só progridem,sem sombra de dúvidas a cura esta próxima.Só alerto que cuidem-se e tomem os medicamentos corretamente,essa atitude é de extrema importância,mas eles tem efeitos colaterais?Logico!isso é normal para algo cujo a cura ainda esta para vir.O importante é se cuidar e usar preservativo em qualquer tipo de sexo.Para quem é infectado, tomem os remédios,e força muita força pois o tratamento é difícil e o psicológico tem que esta fortalecido,caso contrario ,a morte prematura é inevitável.
  • em 21-01-2013 às 23:30 fabiano
    Eu queria um relacionamento sério homoafetivo, eu sou soro positivo, sou advogado, e vejo isso como uma barreira para um relacionamento!!!! Não sei como vencer isso!!!
  • Mostrar mais comentários...