Livre de preconceitos

José de Abreu usa Twitter para fazer revelações sobre suas preferências e experiências.

por Redação MundoMais

Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2013

O ator José de Abreu, interprete de Nilo, em 'Avenida Brasil', usou o Twitter para fazer algumas revelações aos seus seguidores, na madrugada desta quarta (09). "Eu sou bi-sexual e daí? Posso escolher quem eu beijo? Quando quero beijar uma pessoa não peço atestado de preferência sexual, só depende dela querer. Não posso obriga-la a me beijar", escreveu o ator no microblog.

"Mas eu sou assim, ué! Tenho que ser igual aos outros? Tem dias que prefiro homens, tem dias que prefiro mulheres. Tenho que mudar?

Eu 'prefiro' o que me dá prazer. E prefiro ter a 'preferência' que deixa-la nas mãos da natureza... Ou de Deus. Eu tenho preferência sim, é crime? Prefiro homens e mulheres que me interesses sexualmente", explicou o ator em resposta a uma seguidora.

Depois, José de Abreu ainda contou sobre suas experiências: "Em 1989, me apaixonei por uma bi. Ficamos juntos e resolvemos "tentar". Durou 9 anos nossa relação. Seu último namoro tinha sido uma mulher. Eu me relaciono com Pessoas, não com rótulos: gay, homo, hetero, sexualidade, sexualismo, opção sexual, to andando. Se há amor ou tesão, foi. Acho o suprassumo da caretice dividir o mundo entre gays e não gays. Ninguém me ensinou a amar assim. Aprendi a amar na Igreja", finalizou o ator, indignado com a homofobia.

O ator usou o Twitter para fazer algumas revelações aos seus seguidores.O ator usou o Twitter para fazer algumas revelações aos seus seguidores.
Comentários (51)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 22-01-2013 às 23:15 Sérgio Gaúcho
    Até parece surpresa, mas todos nós sabemos que no meio artístico (ator/atriz, cantor/cantora) é onde mais existem homossexuais e bissexuais. Como em qualquer lugar onde se "sai do armário", não raro, as barreiras são enormes, e daí o fato de o Zé de Abreu assumir tão tarde. Será que mais jovem e assumido ele conseguiria passar veracidade amando uma mulher em cena? Infelizmente eu creio que não. Um detalhe: gay ou bi não é apenas aquele que tem trejeitos; muitos preferem parecer héteros mesmo sendo gays e na cama gostam de transar com héteros (ou bis) sendo passivos (ou ativos). Eu mesmo, gay, fujo de afeminados, o que é preconceito, ao menos para transar. E no trabalho "assumi" apenas há 5 anos!!! Tenho 48.
  • em 18-01-2013 às 03:22 Lauro Mancinni
    Nossa já deleitava com ele jovem, lembro dum filme onde ele fazia um campeiro gaúcho rude e estava no cio e não tinha mulher e ele e o irmão pegaram melancias e mandaram ver, nossa, eu era garoto e já tinha tesão por homens, nem sei quantas punhetas bati kkk
  • em 15-01-2013 às 21:01 Miguel
    CARACA!!! EU NUNCA IMAGINEI QUE ELE CURTISSE HOMENS O.O CHOQUEEEEEEEEIIIIIIIIIIIII
  • em 15-01-2013 às 12:26 Denis
    Parabens, zé tiro chapeu pra você ....
  • em 14-01-2013 às 22:15 GERALDO
    Tiro o chapeu para voce,Zé de Abreu,é isso ai,eu tambem sou bi,e pago minhas contas,nao peço ninguem pra pagar,o importante é ser feliz e gozar muitoooooo.
  • em 14-01-2013 às 09:23 Tirso Pauta
    Vamos separar as coisas. Hoje, é muito comum ser bissexual. Muitos artistas o são, até por que eles, de uma forma geral, com exceções, claro, são pessoas que estão com a cabeça muito acima de nós, mortais. São mensageiros dos novos tempos e de um futuro muito melhor para todos nós. Ser bi não significa ser gay. Gay, para mim, é o que sou: não sinto atração alguma por rachas. Há muitos homens extremamente gostosos, ao lado de belas namoradas, que paqueram outros caras, e isso não acontece somente nos espaços gays de lazer. Há casais heteros que os frequentam, talvez por curiosidade ou por terem uma cabeça isenta de preconceitos. Os bis, por motivos óbvios. É preciso entender os novos tempos: a bissexualidade é um fato social, inquestionável. Há quem diga que somente os adolescentes de 15, 16 ou 17 anos são bis, mas percebo que jovens adultos, em grande número, transitam entre vulvas e falos. Com a maior naturalidade. Palmas para a ascensão da Humanidade contra a repressão sexual, sempre abjeta.
  • em 14-01-2013 às 02:37 Carlos
    tem muita bixinha aqui no MundoMais igual as pessoas que o José de Abreu critica. Esse povo tenta sistematizar o sexo colocando rótulos nos outros.
  • em 13-01-2013 às 14:31 Lima Segredo
    Daniel Dalcin, Leo Rosa, o filho de Jayme Monjardim, Sérgio Malheiros e Bruno Gissoni: nossa que time de atores gostosos e bonitos...Vale a pena ver TV para encontrá-los.
  • em 13-01-2013 às 08:37 Melenas de Mormaço
    Prefiro Daniel Cotrin, Klebber Toledo, André Arteche, Rafael Cardoso, Duda Nagle, Gustavo Leão, Daniel Rocha, Thiago Martins, Thiago Rodrigues, Rodrigo Andrade e Max Fercondini, entre outros, mas aplaudo a coragem de Zé de Abreu de escancarar sua sexualidade, sem medo. Nofa ! Que bom que muitos de nós não a escondêssemos e ficássemos cheios de receio de sermos perseguidos, excluídos e desprezados. Parabéns, Abreu !
  • em 13-01-2013 às 08:26 Zezé das Maravilhas
    Dudu, teu comentário é muito preconceituoso, cara ! Se não gostas de veados, o que fazes neste portal ? Também não gosto do PT de Zé Dirceu e Delúbio Soares, mas associar gay a petista é de uma infelicidade atroz. Até por que o PT - mensalões excecráveis à parte, sempre condenáveis, nojentos e repugnantes - sempre acolheu e defendeu a todos nós, os gays. É um dos poucos partidos que contam com milhares de nós e onde, até onde imagino, há algum espaço de discussão. Não voto mais no PT e até nutro ojeriza dele, mas esse lado da sigla deve ser ressaltado por questão de justiça.
  • Mostrar mais comentários...