Bye Bye

Funcionários acusados de agressão a gay em casa noturna de São Paulo são demitidos.

por Redação MundoMais

Terça-feira, 15 de Janeiro de 2013

O maquiador Guilherme Nutti, de 28 anos, sofreu agressão por parte de dois funcionários do Lab Club, que fica na Rua Augusta, centro de São Paulo.

De acordo com a vítima, ele foi chamado de “bichinha escrota” depois de se desentender com um bartender. A discussão começou quando Guilherme pediu uma dose de bebida.

“Quando ele bateu o copo no balcão, respingou vodka na minha roupa, eu fiquei irritado pelo jeito que ele me tratou e xinguei ele”, contou o maquiador.

Logo depois, Guilherme foi seguido pelo funcionário, que começou a agressão. “Ele me puxou para a área do bar e me espancou. Nisso, veio outro bartender e me jogou no chão. Os dois me chutaram, me socaram, fizeram de tudo comigo. Quando ele pegou no meu braço, ele falou que eu era uma bichinha escrota e que ele não tinha paciência com veado bêbado”, declarou.

A briga só terminou depois que um amigo de Nutti chamou um segurança. No dia seguinte, o maquiador divulgou em seu perfil no Facebook fotos do rosto, com marcas da agressão.

O proprietário do Lab Club, Denis Hadler, levou a vítima ao hospital e disse que demitiu os funcionários envolvidos na briga.

“Não pode haver nenhum tipo de agressão no clube. Não tem justificativa que possa manter um funcionário na casa depois de uma agressão física. Uma violência dentro de um lugar onde as pessoas estão para se divertir vai completamente contra nossas ideias”, afirmou Hadler.
Comentários (23)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 22-01-2013 às 23:04 Sérgio Gaúcho
    Acho que vai demorar ainda muito aversão de hétero a homossexual. Entendo, todavia, que principalmente os locais gays deveriam escolher melhor aqueles com quem trabalham. Lógico, para chamar atenção, colocam héteros que não raro tem aversão a gays. Também entendo que em muitas saunas há pior que isto: boys que são verdadeiras bibas e não se assumem e os donos dão descontos no ingresso, sendo que o problema reside quando não conseguem alguém que faça sexo pago e daí já viu: ofendem o cliente, utilizam-se da expressão "camelo" (pejorativa), quando na verdade o que se pretende é um boy de verdade, com H, e não uma maricona. Ainda bem que comigo nunca ocorreu briga em local gay, todavia, confesso, quanto mais velho, mesmo com mais grana, cada vez mais dá vontade de ficar em casa, a não cruzar com homofobia - pasme! - em lugares gays.
  • em 21-01-2013 às 22:34 marcelo
    Os seguranças da boate DANGER DANCE CLUB tbm é bem poraer,muitos desagradavel,já vir eles colocando clientes pra fora da boate com orriveis agressão!
  • em 19-01-2013 às 22:21 Gaucho-Passo Fundo
    Já chega de agressão às pessoas, sejam elas homo ou hetero, tá na hora de viver bem e ser feliz, a quem se julgar o machão da vez, a justiça deve lhe mostrar o caminho do xadrez.
  • em 17-01-2013 às 16:46 jullio
    Respeito acima de tuuuddoo respeito !!!eu tenho que ter respeito com os heteros e é claro que os heteros tam bem ,tem que nos respeitar !! o ploblema é que tem homens ridiculosss no mundo tipo heteross monstros que nao tem a cauma e respeito com a gente, nao so com a gente !!!mas om toduss negros ,mulheres ,bis e deficientes ... respeito entre a sociedade !!nao é por que o homen gay bicha vai querer chupar ou ficar dando trela para o cara para meu tem homens que se doem quando a gente se aprocima e ridiculooo nao somos bichaas escrotas somos seres humanos seus ridiculos !!!
  • em 17-01-2013 às 09:02 sacramento
    Ser gay nao significa ser folgado ai atrpalha a vida de muitas pessoas nao acham?
  • em 17-01-2013 às 08:59 sacramento
    Genta as coisa devem cer tratadas com mais clareza nesse caso os homens nao deveria seram demitidos eu sou seguranca e sou gay asumido porem vejo nesse meio que tem nuotos gay que esquecem que estao em um ambiente pulblico e ate tomam ousadia com peasoas erradas Devemos ser mais cautelosos em contrtar peasoas sim. Mais devemos saber que o desemprefo estar ai. E as coisa naos sao comi deveria ser Trabalhar no meio e complicaso ate comigo que aou gay asumido imagina com quem nao e gay eu meamo ja peguei doia cara gays que tomaram ousadia e deram tapinha na minha bonda e dei lhes um safanao pois era meu abiente de trabalho agora. O que fazer ne
  • em 17-01-2013 às 01:08 Marcelo
    1000x melhor ficar em casa vendo um DVD, ou no computador, lendo ou DORMINDO, não vale a pena sair a noite (ainda mais que o povo não sai mais para transar, sai pra se embebedar e se drogar). Prontofaleimematem!
  • em 16-01-2013 às 15:38 DISCRETO PASSIVO
    QUASE TODOS OS DIAS HÁ BRIGAS EM BARES E BOATES HETEROS. MAS SÓ POR QUE A PINTOSA ACIMA É GAY E BRIGOU NA BOATE GAY, VIROU NOTÍCIA! VCS ESTÃO BANALIZANDO O NEGÓCIO!
  • em 16-01-2013 às 11:54 Sérgio
    Em Campinas um rapaz foi morto a facadas pelo proprietário do restaurante na frente dos seus amigos e namorada por se recusar a pagar a conta. Você teve foi sorte!
  • em 16-01-2013 às 08:02 FUNÉRIA
    CHILIQUE NO BUTECO = PORRADA ...KKKKKKKKKKKKKKKKKK
  • Mostrar mais comentários...