Tá garantido!

Haddad assina portaria garantindo a realização da Parada LGBT de São Paulo em 2013.

por Redação MundoMais

Terça-feira, 15 de Janeiro de 2013

Haddad garante Parada em 2013Haddad garante Parada em 2013

A mudança de prefeito na cidade de São Paulo não vai alterar o apoio da prefeitura à maior Parada LGBT do mundo. na última sexta-feira, 11 de janeiro, o novo prefeito da capital paulista, Fernando Haddad (PT), assinou a portaria que garante a realização da XVII Parada do Orgulho LGBT de São Paulo.

A assinatura aconteceu durante a cerimônia de posse de Rogério Sottili como o novo secretário de Direitos Humanos e Cidadania e presidente da Comissão de Direitos Humanos do Município de São Paulo. O apoio da prefeitura se dá na forma de infraestrutura como a cessão de banheiros, efetivo policial, grades de proteção e serviço de atendimento médico.

A portaria - além de aprovar a realização da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo na Avenida Paulista no dia 2 de junho - também institui a Comissão Organizadora que, no âmbito da Prefeitura, atuará através de subgrupos temáticos com o objetivo de assegurar todo o apoio logístico e de infraestrutura que o governo municipal dará ao evento.

Para Julian Rodrigues, coordenador geral de Assuntos da Diversidade Sexual da prefeitura, o ato assinala o compromisso do prefeito Fernando Haddad e do secretário Rogério Sottili com a Parada LGBT e com o enfrentamento à homofobia em São Paulo.

“Em menos de 15 dias de gestão, o prefeito já assegurou o pleno apoio do município à Associação da Parada. Foi um compromisso de campanha de Haddad dar todas as condições para a realização segura e tranquila das Paradas do Orgulho LGBT, que já são símbolo de São Paulo e de sua diversidade.”

Comentários (17)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 23-01-2013 às 02:55 De Estevao para Marcelo sp
    No dia em que boa parte do organizadores dessas paradas ou as pessoas que lutam pelos nossos direitos repensarem os atos a favor , repensarem a forma como nos expõem, repensarem a própria parada, talvez aí eu também me mobilize para fazer algo . Até lá prefiro apenas escrever , deixar a dica e ficar na minha. A reflexão sobre o que vc escreveu é válida , Marcelo, mas é que cada um possui uma realidade. Tem uns que podem se expor, outros não. Tem uns que podem agir concretamente, outros agem de forma discreta, cada um do seu jeito, a sua maneira. Eu não sou contra a parada gay, apenas acho que do jeito que está ela não serve para nada, apenas para expor para uma sociedade hipócrita a imagem falsa de que todo gay é pintoso, todo gay é muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii....to promíscuo, todo gay é escandaloso, todo gay gosta de balada, todo gay é felliz, todo gay gosta de botar maquiagem, se montar e desfilar na parada, soltando gritinhos e saltitando pela rua. enfim, a parada gay , ou algumas delas, não relfetem a nossa realidade. É apenas uma opinião. Ah, e para o que disse que tira o chapéu e a cueca: adoooooooooooro!
  • em 22-01-2013 às 11:35 anderson
    parabens prefeito vc merece todo nosso apoio e nossa admiração nos de outros estados estaremos prestigiando e imensa m,e poderosa festa que no brasil e considerada a melhor e maior do mundo estaremos na cidade com ccerteza .. e para os qeu falam coisas ruins da festa sao pessoas inrrustidas que fazem pior qeu os gays assumidos ... parabens prefeito e organização da festa ...
  • em 20-01-2013 às 17:56 Curioso
    Só gostaria de entender uma coisa. Em todas as matérias aqui do Mundo Mais, sempre tem um comentário de um cara que fala que não é gay, mas defende os direitos dos gays. Legal isso, não precisa ser gay para perceber que nós também somos humanos, mas o que eu não entendo, é o seguinte. Se o cara é hétero, o que ele está fazendo aqui? Ou será que ele não sabe que isso é um site gay? Acho que não precisa fingir que é hétero aqui.
  • em 19-01-2013 às 15:52 Marcelo sp
    Eu acho interessante notar que os gays que mais são contra a parada, são justamente os que nada fazem a favor da causa gay. Discurso bonito contra isso e aquilo, todo mundo tem. Mas tirar o rabo de cima do sofá confortável e fazer algo de concreto... ae meu amigo... já são outros quinhentos.... Só para refletir.
  • em 18-01-2013 às 15:02 p/ Estevão
    tenho q tirar o chapeu pra vc e a cueca tbem kkkkkk.... falou tudo e muito mais. ao inves de chacoalharem em cima de um trio eletrico deveriam reinvidicar os direitos. talvez assim seriam levadas a serio.
  • em 18-01-2013 às 01:48 Estevão
    Parada gay para mim = desfile de mariconas, travestis, bibas fechosas , travecões, desfiles de corpinhos bonitos em cima de trios, muita rachinha macho, muito mulekinho que ainda não sabe o que quer direito, que vão para a Avenida Paulista desfilar e servirem de "palhaços" para uma sociedade hipócrita que acha legal assistir, acha engraçado, interessante, desde que não seja dentro da própria família. Ah, tudo isso com direito a muita droga e muita gente sem noção que acha que tem o "direito" de transar na rua. Isso não estou inventando, a tv mostrou grupinhos transando debaixo de uma árvore em algum lugar nas imediações da Paulista , muita camisinha usada ao redor, a polícia tentando inibir, os grupos mudando de lugar, mas procurando outro pra fazer a mesma putaria. Isso é que é a parada gay pra mim. Ano passado, pelo que li aqui na net, ela foi bem fraquinha, se comparada com anos anteriores. Aqui em Pernambuco, no Recife, nunca fui, nem quando eu estudava numa faculdade do mesmo bairro onde aconteceram as primeiras paradas. Eu só vou a uma parada no dia em que , durante o trajeto e não só no início, denunciarem os casos de homofobia que acontece em diversos lugares, nominando as pessoas que praticaram tal ato, com direito a depoimentos de gays que foram expulsos de casa,ou espancados, humilhados, mas que deram a volta por cima e hoje estão bem, não só como cabelereiros, maquiadores, coreógrafos etc, mas em profissões mais comuns. No dia em que gays subirem no trio elétrico e falarem algo do tipo: papai, mamãe, titio, primos etc vcs me humilharam, me espancaram , mas eu venci. Hoje sou um profissional respeitado , hoje ninguém mais me humilha, hoje eu sou um cidadão de respeito etc etc. Ou algo do tipo: eu fui espancado e humilhado pelo dr. fulano de tal, conhecido juiz, médico, comerciante etc etc , meu pai, mas estou aqui inteiro para dar o meu depoimento etc etc. Enfim, no dia em que subirem nos trios gays, durante o trajeto da parada, para darem os seus depoimentos para a sociedade que está ali a assistir e acompanhar, aí sim, eu vou começar a pensar na possiblidade de ir a uma parada.
  • em 16-01-2013 às 20:36 Diego SP
    Reivindicar a causa na parada ninguém quer. Se eu fosse o prefeito daria um "vale foda" pra cada um dar o seu rabinho onde bem entendesse, porque o que o pessoal faz lá e até os telejornais da noite mostram e se prestar a luxúria total.
  • em 16-01-2013 às 10:42 Arnold Filho
    Tenho grande admiração pelo ex-ministro da Educação e atual prefeito de São Paulo, Fernando Hadad. Não moro em São Paulo, mas torci pela vitória dele. Parabéns, prefeito. Pessoas como o senhor fazem com que ainda possamos acreditar em políticos.
  • em 15-01-2013 às 23:31 leco
    Acho que essa parada ja era, no ano passado não passou de 100 mil pessoas
  • em 15-01-2013 às 22:43 Paga pau do Bruno
    Sei que meu paquera não curte as luxúrias da Parada, mas eu a adoro e com certerza, neste ano, estarei lá prestigiando a maior Parada Gay do Mundo. "World Pride São Paulo"!
  • Mostrar mais comentários...