O Presidente promete

Discurso de Barack Obama sinaliza que ocorrerão avanços em defesa dos direitos LGBTs.

por Redação MundoMais

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013

O presidente Barack Obama sinalizou nesta segunda-feira que irá defender os direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais em seu segundo mandato prometendo, em seu discurso de posse, lutar pela igualdade de direitos para 'nossos gays irmãos e irmãs'.

Obama tornou-se o primeiro presidente a fazer menção aos direitos LGBT durante um discurso de posse sendo saudado pelos ativistas -e indicando que planeja ser mais franco ao lidar com esta questão do que em relação ao seu último mandato de quatro anos.

Nossa missão não estará completa até que nossos irmãos e irmãs gays sejam tratados como qualquer um sob a lei, pois se somos verdadeiramente iguais, então certamente o amor com que nos comprometemos uns com os outros deve ser igual também, disse Obama.

Ele fez um paralelo entre as inúmeras lutas pelos direitos cívicos na história americana - como o das mulheres no marco da convenção de Seneca Falls em 1848, a batalha pelos direitos civis em Selma, Alabama e finalmente no caso de Stonewall, em junho de 1969, quando militantes do movimento LGBT realizaram um protesto que foi violentamente reprimido.

Os dirigentes do movimento LGBT também saudaram o discurso de Obama.

O presidente da Campanha pelos Direitos Humanos, Chad Griffin, disse que 'o apoio inequívoco do presidente à igualdade é um anúncio que todos os americanos devem comemorar'.

Ao mencionar os direitos de LGBTS em seu discurso, Obama enviou uma 'clara mensagem para jovens lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais de que os dirigentes deste país lutarão por todos até que a igualdade se torne a lei da terra', disse Griffin em seu pronunciamento.

O presidente Obama é o presidente mais pró-LGBT na história americana, enfatizou o diretor executivo da Força Tarefa Nacional Gay e Lésbica, Rea Carey.

Estes próximos quatro ano são uma grande promessa pelo avanço na garantia de reconhecimento e valorização da comunidade LGBT como parte da força, espírito e solução deste país, afirmou Carey.

O presidente Obama tem mostrado repetidas vezes que pretende lutar por nós, salientou.

Até esta segunda-feira, o presidente não havia sido tão enfático ao abraçar a causa dos direitos LGBT.

Muito mais hesitante em seu primeiro mandato, Obama disse que estava 'evoluindo' na questão do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Com frequência, ele afirmava que estava lutando pela extensão dos direitos do casamento igualitário, expressando algumas vezes sua preferência pelas 'uniões civis' que asseguravam aos casais do mesmo sexo muitos dos direitos legais e de proteção que casais heterossexuais tem.

Meus sentimentos sobre este assunto estão evoluindo constantemente, Eu luto para isso, disse em um discurso televisionado em dezembro de 2010.

Desde então, Obama fez uma reviravolta se tornando um defensor explícito não apenas do casamento igualitário mas de todos os direitos para lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais em geral.

Quando a Suprema Corte se prepara para assumir este tema do casamento entre pessoas do memso sexo no final do ano, sua administração mudou para a busca pelo direito ao casamento igualitário e contra a Defesa do Casamento, uma lei federal, que define o casamento como uma união legal entre um homem e uma mulher e nega os benefícios federais a casais do mesmo sexo.

A Casa Branca está fazendo questão de divulgar essa parte do seu discurso em um poste do FacebookA Casa Branca está fazendo questão de divulgar essa parte do seu discurso em um poste do Facebook
Comentários (11)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 23-01-2013 às 12:19 eu sei
    a Dilma só falta coçar o saco kakakakka
  • em 23-01-2013 às 01:12 Dara danonela
    campanha Vamos Tirar a Presidenta do Closet, ja que ela naum tem coragem de apoiar nossa causa ,vamos força-la a isso...tou fazendo as bandeiras
  • em 23-01-2013 às 00:09 Eu
    País de primeiro mundo, governado por um homem que tem seu passado íntegro e com uma mãe maravilhosa que teve chamada Ann Dunham.Tudo se cria e país de terceiro mundo tudo se copia.
  • em 22-01-2013 às 22:35 leco
    A Dilma é uma Enrrustida.Ela pode até dar apoio de forma discreta, dando ordens para suas secretaria, mas jamais ela fará isso da forma que Obama fez.
  • em 22-01-2013 às 21:37 Luciano
    Ele é queridinho dos gays e odiado pelos evangélicos, que querem ver os gays massacrados e sem direitos.
  • em 22-01-2013 às 21:36 Luciano
    Dá gosto de ter um presidente assim. Enquanto isso aqui, essa presidenta lésbica não faz nada. Ela deve ter algum rabo preso com essa crentalhada dos infernos.
  • em 22-01-2013 às 20:18 Arnold Filho
    Sou brasileiro, e torci pela vitória do presidente Obama, tanto na primeira eleição quanto nesta última. Obama faz a diferença, para melhor, na luta pela igualdade de direitos e pela defesa das minorias. Merece o respeito e admiração de todas as pessoas, não importa de que nacionalidades sejam.
  • em 22-01-2013 às 17:22 do not understand
    why gay president dilma does not want gay marriage if she is too? dear dilma come out of the closet!
  • em 22-01-2013 às 17:09 doda
    por isso que esse pais sempre sera 3 mundo a saude vai mal a violencia aumenta o deputados ganhando bem e nossa querida preisidente se quer apoia alguem viva ao brasil
  • em 22-01-2013 às 16:39 Derick
    Eu só queria saber quando a presidente Dilma terá essa mesma atitude,pois no Brasil os gays pena para terem seus direitos reconhecidos.
  • Mostrar mais comentários...