Na cama com Lincoln

Com sexualidade dúbia, filme sobre Lincoln estreia hoje no Brasil. Confira!

por Redação MundoMais

Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2013

O filme “Lincoln” já foi exibido no Festival de Cinema de Nova York e no encerramento do AFI Fest de Hollywood – que tradicionalmente marca o inicio da disputa pelo Oscar - e estreia hoje, dia 25, no Brasil. A sexualidade do ex-presidente norte-americano não é discutida no enredo, mas é um tema bastante discutido nos Estados Unidos.

Larry Kramer, um militante do movimento homossexual nos Estados Unidos, divulgou que seu décimo sexto presidente tinha tendências homossexuais. Na época da divulgação, anos 1990, moradores da cidade de Spingfield, local onde Lincoln nasceu, tentaram abafar a história.

Larry afirmava basear-se no diário íntimo de Joshua Speed, ligado ao então ex-presidente. Entretanto, para o historiador Robert Johannsen, especialista na vida de Lincoln, da Universidade de Illinois, o fato do ex-presidente compartilhar sua cama com Joshua Speed não fazem dele um homossexual. "Não era anormal que alguém compartilhasse sua cama nessa época. Illinois era um posto fronteiriço. Havia poucas camas e poucos albergues", explica.

Outra especulação sobre a orientação sexual de Lincoln está em sua amizade com Davi Derickson, guarda-costas e companheiro intimo do ex-presidente. Sempre que a primeira dama ficava ausente, Derickson dormia no quarto com Lincoln.

O filme “Lincoln”é dirigido por Steven Spielberg. Sally Field atua como Mary Todd Lincoln, e Daniel Day-Lewis como Abraham Lincoln. Todo o enredo é inspirado nos quatro últimos meses de vida do ex-presidente, quando ele tenta passar na Câmara dos Deputados dos Estado Unidos uma emenda que iria abolir formalmente a escravidão no país.

Comentários (15)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 14-02-2013 às 04:05 Baronesa de Santos
    CONHECI ABRAHAM LINCOLN QUANDO ESTAVA VISITANDO WASHIGTON NO SECULO RETRAZADO, ELE TINHA UM CASO COM UM VAMPIRO NA EPOCA.
  • em 01-02-2013 às 10:39 Jorge Chomaca
    Fosse ou não...teria direito não teria? O que importa em Lincoln é que foi um dos melhores Presidentes dos EUA, e que presidiu o País em uma época bem difícil, é isso....assumido ou no armário é uma questão pessoal ..respeitem..deixem de comentários..afinal vcs querem que a sociedade veja a homossexualidade como coisa natural..não é...pq não fazem o mesmo.
  • em 29-01-2013 às 15:50 xaninha gulosa
    my ass is pink kakakaka
  • em 28-01-2013 às 22:13 Shannah Overkraft
    My ass is blue...
  • em 27-01-2013 às 21:25 ouvi dizer
    Luan Santana não é gay, dizem que na verdade ele é ela, trata-se de uma sapatão.
  • em 25-01-2013 às 22:48 vivo pra oi
    seu repertório celebridades é tosco.
  • em 25-01-2013 às 22:32 Otavio Augusto
    Já está mais que na hora,das pessoas entenderem,que a sexualidade de alguém,não é opcional,ou seja ninguém se torna homosexual por vontade propria,aquilo que chamam de Opção sexual,na verdade é uma imposição da vida,na minha opnião é errado dizer opção,pois na verdade não se pode fugir desse sentimento,muito forte que é a homossexualidade.
  • em 25-01-2013 às 22:13 Ivan
    O post abaixo não é meu. Um impostor, sem expressão e péssimo na acentuação gráfica quis colocar palavras na minha boca. Não estou aqui para revisar textos, porém alguns erros ficam evidentes e me vejo no direito de falar. Bom... não é de hoje que soube que Abraham Lincoln era gay, e aquela velha história de que só porque houve uma mulher na vida, não confirma a sua identidade homossexual, é pretexto de héteros. Fred Mercury teve uma companheira até o fim, mas muitos sabem de suas orgias com michês do Rio de Janeiro. O filme, pelos traillers e sinopses mostra-se ser bom!
  • em 25-01-2013 às 20:22 Ivan
    Chamada sensacionalista ridicula para chamar atenção.
  • em 25-01-2013 às 18:30 Ivan
    O terceiro parágrafo está com erros grotescos de ortogragia. Assim não dá!
  • Mostrar mais comentários...