Comunidade oprimida

Ativistas pedem que bares de todo o mundo boicotem vodca russa por lei contra gays.

por Redação MundoMais

Sexta-feira, 02 de Agosto de 2013

A oprimida comunidade gay da Rússia e ativistas dos EUA resolveram mexer de alguma maneira no "bolso" do país para alertar sobre as novas leis russas, totalmente intolerantes aos LGBTs.

Depois de proibir qualquer tipo de manifestação que "promova" a homossexualidade, coibir por 100 anos a realização de Paradas gays e ainda vetar a adoção de crianças russas por casais gays estrangeiros, surgiu um grande movimento nos EUA para que proprietários de bares parem de comprar vodcas do país.

"Os boicotes são estabelecidos por uma razão. Estamos tentando influenciar a mudança, e talvez mudar o que está acontecendo na Rússia", declarou Chuck Hyde, gerente-geral do Sidetrack, maior bar gay de Chicago, que parou há uma semana de vencer a vodca Stolichnaya.

Em Nova York um protesto aconteceu em frente ao consulado russo. Os manifestantes seguravam cartazes com os dizeres: Vodca russa: infundida com ódio". Ao logo do protesto, garrafas de vodca russa foram esvaziadas na calçada.

A principal marca de bebida visada pelo boicote é a Stolichnaya, que em comunicado afirmou que que apoia os direitos dos homossexuais e lamenta o que está acontecendo no país.

“Somos contra essa atitude e ações. Estamos decepcionados e com raiva do governo. A vodca Stolichnaya sempre foi uma apoiadora e amiga da comunidade LGBT”, declarou Val Mendeleev, CEO da Stolichnaya.
Comentários (10)
  • em 05-08-2013 às 16:03 Caio
    Thiago eu já boicoto a Nestlé como um todo faz um tempo já, é uma empresa desgraçada, depredadora do meio ambiente, que está causando danos à cidade de São Lourenço em MG e também no Canadá. Assim como estes políticos russos nefastos fazem com os habitantes LGBT de lá.
  • em 05-08-2013 às 00:42 Luciano
    Entendo que o que acontece na Rússia é deplorável, mas vamos olhar para o nosso quintal? Nos rincões desse país gay é exterminado igual a uma rato, nas periferias das grandes cidades um gay tem e impressão de estar na Faixa de Gaza. Enquanto os gays forem fúteis e rasos vão ser oprimidos, pois o caminho da inclusão passa pela política, gostando vocês ou não. Lembre-se de que, os evangélicos já foram um grupo muito discriminado tempos atrás, mas conquistaram o seu reduto político e hoje, pasmem, vivem para perseguir os LGBTs.
  • em 04-08-2013 às 17:59 Eder Alves-Lavras-MG
    Ao meu ver, deveríamos é boicotar todos os produtos proveniente da Russia, principalmente o turismo, vimos que no Brasil, a voz do povo teve e vai ter sempre força,imagina no resto do mundo todos fazendo a mesma coisa, mas é para boicotar mesmo sem dó.
  • em 04-08-2013 às 09:34 Marcos
    Isso mesmo, vamos boicotar os produtos da Rússia. Vamos mostrar a força da grande corrente contra a homofobia, e que sim podemos abalar a economia de um país retrógrado onde os machistas e prostitutas querem a soberania nacional.
  • em 03-08-2013 às 12:20 bruno,camaçari,BA
    AMIGOS ENTREM NO SITE DO IG E VOTEM NO GEAN WYLLIS COMO HOMEM PODEROSO QUE VC ADMIRA...VAMOS LÁ....ELE MERECE POIS LUTA E É O UNICO PARLAMENTAR GAY ASUMIDAMENTE, E QUE NOS DEFENDE...CONTRA OS INFELICIANOS DA VIDA...SACOU?
  • em 03-08-2013 às 00:56 Renatinho
    PALMAS!!! Vamos fazer um levantamento de tudo que é produzidocomercializado pela Russia e recusar! Parece uma pequena causa, mas com toda a comunidade unida sera grande.
  • em 02-08-2013 às 23:29 Thiago/RJ
    O chocolate Kit Kat da Nestlé também é produzido na Rússia. Então boicotem o chocolate também!
  • em 02-08-2013 às 16:19 leco
    Espero que esse movimento se alastra pelo mundo inclussive aqui no Brazil.Será que os ativistas daqui irão tomar essa iniciativa?
  • em 02-08-2013 às 12:32 Derick
    Estou com ódio desse país chamado Rússia,alguma coisa tem que ser feita pra acabar com o poder dos ditadores de lá.
  • em 02-08-2013 às 12:09 bebum
    eu nunca bebi vodka e nem pretendo beber. minha parte já faço. xupa vladmir puto. agora é preciso boicotar o turismo na russia. ninguem ir na copa de 2018.
  • Mostrar mais comentários...