Fora de questão

Projeto que criminaliza a homofobia será arquivado definitivamente no Senado.

por Redação MundoMais

Quinta-feira, 08 de Janeiro de 2015

Com o início de uma nova legislatura em 2015, a Secretaria-Geral da Mesa vai realizar o arquivamento de proposições legislativas antigas. O número, contudo, não costuma ser grande, devido às exceções à regra geral.

Nessa situação se encontra o PLC 122/2006, da ex-deputada Iara Bernardi (PT-SP), que criminaliza a homofobia. Ele atravessou duas legislaturas sem conclusão, foi arquivado em 2011 e resgatado pela senadora Marta Suplicy (PT-SP). Como não houve deliberação definitiva (o projeto foi aprovado por apenas uma das três comissões que deveriam estudá-lo), o texto será definitivamente arquivado agora, sem possibilidade de recurso.

A Secretaria-Geral da Mesa deve concluir o processo de arquivamento ainda este mês.

Comentários (19)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 13-01-2015 às 01:12 Homem
    Estou amarrando nas quatro catacumba o buraco da petista In Recife que fazia campanha para Dilma jurando que ela iria cumprir a promessa de lutar pela aprovação da criminalização da homofobia.
  • em 12-01-2015 às 22:56 P/ Kadura petista, a iludida
    Menina, já sei quem lhe assoviou nos ouvidinhos o Canto da Sereia, e você, muito tolinha, caiu feito uma patinha choca! Foi o petista roxo, In Recife! Lembras, burrinha? Quem manda ser boba. Eu, de minha parte, votei no mineirinho, Aécio Neves. Não venceu, mas sinto-me vingada. Tudo o que a caminhoneira dentuça apregoou aos quatro ventos, dizendo que o Aécio iria fazer de ruim se vencesse a eleição, agora ela está colocando em prática, a todo vapor. Bandida!
  • em 12-01-2015 às 19:56 kADURA pETISTA
    Cadê a biba petista que me convenceu a votar na Dilma porque ela prometeu em rede nacional que iria trabalhar pessoalmente pela aprovação da lei contra a homofobia? Dilma...Dilma...quem escuta suas palavras...
  • em 11-01-2015 às 11:40 leco
    Essa lei nunca será aprovada,porque não existe inganjamento das familias dos LGBTs.Um lado se manifesta mas de dentro do armário, e o outro não põe a boca no trambone porque tem vergonha de dizer que tem um filho homossexual,e por isso os deputados e senadores não se sentem sencibilizados por essa causa e como a família não tá nem aí se perdeu um filho por ser homossexual então eles também aproveitam pra ficar sempre contra e aproveitando pra fazer média com os seus eleitores atraves de uma falsa moral.
  • em 11-01-2015 às 03:18 Uma guerra sem fim!!
    Esse dilema vai persistir sempre, sem apoio dos políticos. E realmente o que Guedes falou está correto, existe agora o bullying, ninguém pode bater ou matar outra pessoa e sair impune, independente da classe social ou sexualidade, nós temos direitos como humano, só devemos saber argumentar e dentro dessa falsa liberdade, ter noção dos nossos limites e dos limites do próximo. " O meu direito termina, quando o seu começa."
  • em 10-01-2015 às 19:34 GUEDES
    É justamente em pessoas com esse tipo de discurso que esta o problema pois já existem leis que nos protegem de apelidos pejorativos. Não seria mais pratico usar uma lei que já existe do que incitar o odio das pessoas criando leis que só valeriam para alguns ao inves de usar uma que serve para todos?
  • em 10-01-2015 às 13:04 Chega de preconceito
    Ah, é, então tá! O macho sem vergonha te xinga de bicha, veado, essa coca-cola é fanta, da ré no quibe, boyola e muitos outros termos pejorativos, na empresa, na escola ou mesmo na rua, e você tem que abaixar a cabeça por que é gay e merece o desrespeito? Te assedia moralmente e até te humilha perante os demais por causa da sua identidade sexual, e vc tem de ficar quieto porque ser gay é errado? Querida Guedow, somente uma lei específica que ponha esses imorais na cadeia é que teremos o direito de ir e vir de fato, garantido. Do contrário, continuaremos a ter veados pedindo conta do emprego ou mudando de escola porque não há lei que cale a boca do macho de baixa autoestima!
  • em 10-01-2015 às 11:09 GUEDES
    Finalmente estão fazendo a coisa certa. Esse projeto só iria criar privilegios para nós e consequentemente aumento da discriminação contra LGBTs. O mesmo que está acontecendo com os negros: antes, um negro que estivesse na Universidade era visto como uma pessoa esforçada que tinha conseguido vencer as adversidades da vida; apos a lei que criou o privilegio das cotas passou a ser visto como aproveitador e ladrão. Devemos nos unir por direitos iguais e não por privilegios insensatos.
  • em 09-01-2015 às 23:10 Paulo
    Eu falo que os LGBT vivem no mundinho de Alice ou então no mundo das Rolas e Cús!! QUALQUER político que ocupe o cargo maior de um País que é a Presidência da República,JAMAIS vai aprovar esta lei, até porque a mesma já vem sendo jogada de lá para cá a tempos! Se a Dilmentira quisesse LUTAR para aprová-la, já teria tempo de sobra para ter feito isto! Quem sabe a bichara que vive no mundo de faz de contas agora acorde!! O outro (Aécio) pelo menos, foi honesto e em momento algum ficou prometendo mentiras do tipo: Não mexerei nos direitos dos trabalhadores nem que a vaca tussa! Agora a ANTA em menos de dois meses deu uma bela PANCADA na cara de seu eleitores, sim seus eleitores, porque quem não a re elegeu já sabia que ela só ia FUDER mais o País! Sinceramente? To nem ai, o povo só aprende levando na cara!
  • em 09-01-2015 às 18:42 Dilmais
    Começou o protesto pela aumento da tarifa do buzão, isso sem se quer ter recebido o salário de janeiro.PT ( Partido Terrorista)
  • Mostrar mais comentários...