Pioneira

Professor transexual cria primeira escola para alunos LGBT.

por Redação MundoMais

Terça-feira, 19 de Janeiro de 2016

Christian Zsilavetz, professor transexual de 45 anos, criou a primeira escola privada para alunos LGBT em Atlanta, Geórgia, nos Estados Unidos.

A ideia surgiu após um estudo realizado pelo grupo Equality Georgia, que mostra que nove em cada dez estudantes gays, lésbicas, bissexuais, travestis, transgêneros e transexuais já sofreram bullying ou algum tipo de preconceito na escola.

"Os alunos precisam de um lugar onde possam estar a salvo de assédio moral”

Em entrevista à agência de notícias Associated Press, Christian conta sobre a importância de um local de estudos onde esses estudantes sintam-se acolhidos e protegidos.

“As crianças terão total permissão para serem elas mesmas, bem como os educadores. Os alunos precisam de um lugar onde possam estar a salvo de assédio moral”, afirma.

As aulas da instituição School Pride Atlanta (escola do orgulho de Atlanta) serão ministradas também por professores LGBT.

Christian acredita que a escola permitirá a inclusão e reflexão dos jovens perante à sociedade. “Acho importante ter uma escola LGBT para oferecer um ambiente amigável a esses alunos”, conta.

A taxa de matrícula será de R$ 52 mil, mas a escola terá assistência financeira para alunos necessitados. A previsão de inauguração é para setembro.

Comentários (14)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 25-01-2016 às 06:38 jean pierre
    A ideia é boa, mas será que a coisa funciona assim? Dá a impressão de que estão criando mais um "gueto". Isso dá, por sua vez, a impressão de segregação. Não acho interessante não. A inclusão deve se dar de maneira completa, ou se não, o mais abrangente possível. Criar um "zoo" pode até atenuar, não resolve o problema.
  • em 22-01-2016 às 01:06 Miguel RN p/ Iohan Silva
    Poderia explicar melhor sua opinião, por favor?
  • em 21-01-2016 às 23:48 Iohan Silva
    Essa atitude é válida Sim! e não é retrocesso coisa nenhuma!
  • em 20-01-2016 às 23:30 Miguel RN
    É um absurdo que a essa altura do campeonato façam esse retrocesso. Segregar não resolve a discriminação, só piora. De que adianta na escola estarem envoltos nessa falsa bolha de proteção e quando forem para o "mundo real" isso não existir? Ou eles acham que vão morar em bairros onde só existem LGBT, ou trabalhar em empresas que admitem apenas LGBT? E se fosse o contrário? Com certeza, seriam contra! Além disso, o bullying não iria deixar de existir, pois existe internamente no próprio meio LGBT. Másculos vs efeminados. Gays vs lésbicas. Cis vs trans. Ricos vs pobres. A vida é feita de contrastes, e as pessoas precisam aceitar esse fato!
  • em 20-01-2016 às 22:26 CARNAVAL 2016
    OS MANEZINHOS DA ILHA DE FLORIANOPOLIS SUPER VALORIZOU AS DIARIAS NA PRAIA NA BARRA, ABRINDO ESPACO PARA OS ARGENTINOS, QUE ESTA COM SEU DINHEIRO EM ALTA…OS GAYS QUE POR MUITOS ANOS, MANTEVE FINANCEIRAMENTE AQUELE ESGOSTO DA BARRA, ESTAO TOMANDO NOVOS DISTINOS E ABANDONANDO A ILHA Q UM DIA FOI DA MAGIA, POR INUMEROS MOTIVOS, A BOATE THE WEEK NAO ESTARA PRESENTE, BARES E RESTAURANTES TOMADOS PELOS OS DELIQUENTES ARGENTINOS, CARNAVAL DE RUA NO CENTRO ONDE TD COMECOU NO BAR DO ROMA, GAYS SAO ATACADOS PELA COMUNIDADE DO MORRO, PRAIA DA BARRA ONDE ACONTECIA A PEGACAO NA MADRUGADA GAYS SAO ATACADOS, SAO INUMEROS OS DEFEITOS A COMECAR DA AGUA GELADA DO MAR, EU CONSIDERANDO O DESRESPEITO DAQUELES MANEZINHOS IVASORES, ISSO MESMO SAO IVASORES DAQUELE LUGAR, AQUILO PERTECE A MARINHA, NINGUEM TEM ESCRITURA ….SUGIRO Q VOOEM PARA LUGARES MAIS PICANTES, ONDE O RESPEITO EXISTE E SAO BEM RECEBIDOS….QUE TAL FORTALEZA.
  • em 20-01-2016 às 22:09 DIGAO
    NA MINHA OPNIAO SOU OTIMISTA, QDO TRATAMOS DE GAYS, ELES COM CERTEZA SAO SUPERIORES AOS HETEROS EM TD, POR ISSO DEVEM SER MANTIDOS EM ESCOLA DE SUPER DOTADOS
  • em 20-01-2016 às 19:31 Lulu da Pomerania
    Eu Jamais, nunca, colocaria meus filhos numa escola desta! Socorro Malafaia, Socorro Bolsanaro, Socorro Feliciano!!!
  • em 20-01-2016 às 13:32 Loreno
    Eu q não matricularia minha filha de 4 anos nessa escola LGBT, nem quero imaginar qual o critério de entrada dessas crianças, seria o teste da farinha? Aí eu me pergunto e se existisse uma escola exclusiva p héteros? Gays ATIVISTAS não devem se meter na educação das crianças isso é uma covardia, nesse ponto eu sou totalmente de acordo com o Bolsonaro, gays ativistas perto da filha não!
  • em 20-01-2016 às 10:07 Nereu
    Segregação.... volta ao gueto.... Com 45 anos ele não aprendeu nada... anos 60,70,80 do século passado foram terríveis para os gays.... O que ele quer é um retrocesso de comportamento. Temos que lutar sempre pela igualdade, pelo respeito, pela dignidade humana, não importa sexo ou gênero.... Totalmente desnecessário isso.
  • em 20-01-2016 às 09:07 Alone
    Esse Christian Zsilavetz tá é louco, reunir um monte de gays, lésbicas e afins num só lugar... vai que um homofóbico radical resolve exterminar de uma só vez esse povo, aí fica muito fácil é só entrar metralhando todos ou jogar uma bomba, nem quero pensar, vai ser uma carnificina !!!!
  • Mostrar mais comentários...