Lei islâmica

Homens são presos por viverem juntos e celebrarem união gay na Arábia Saudita.

por Redação MundoMais

Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2016

Quatro homens foram presos pela Polícia da Moral Saudita após denúncias de que eles viviam juntos como casais em um apartamento no norte de Riad, informou nesta quarta-feira o jornal "Sabq". As informações chegaram à polícia depois que imagens de uma festa de casamento gay que aconteceu no local se espalharem pelas redes sociais na última segunda-feira (25).

Interrogados, os jovens confessaram que mantinham relações e que realizaram "um casamento". Um deles, de 28 anos, já havia sido preso por "envolvimento em um caso similar".

Os agentes encontraram roupas femininas, perucas, maquiagem e bebidas alcoólicas, segundo o jornal, que indicou que nos telefones celulares apreendidos havia vídeos de festas semelhantes.

Na Arábia Saudita, ser homossexual é crime e as punições podem chegar ao absurdo de castigos corporais, como chicotadas. No país, rege uma interpretação rígida da lei islâmica.
Comentários (9)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 31-01-2016 às 23:50 Miguel RN
    Trágico ver os absurdos da mistura de religião e Estado em pleno terceiro milênio...
  • em 31-01-2016 às 17:54 Georges 45a Flex
    O poder das "Arabias" sobre a população civel está na união entre Religião e Estado, que sobre uma população pobre e fanática toma tudo como verdade, mas que na elite dominante tudo pode e lhes é permitido, combinado com a tolerância da comunidade Internacional que apoia os Estados porque eles tem "petrodólar", que movimentam a economia mundial. Os Reis e Príncipes do oriente tem quantas mulheres que quiserem e diversificam o menu com uns eunucos e afins! Pobre daqueles que nascem em um lugar assim.
  • em 31-01-2016 às 05:22 Julio-DF
    Já morei no oriente médio, Arábia Saudita e recentemente no Egito, trabalhando na embaixada do Brasil, é um horror, você não pode confiar em ninguém , o sexo o rola mas é muito perigoso, os gays sofrem lá, em minha casa eles se soltavam, fiz boas amizades e penso no sofrimento deles
  • em 31-01-2016 às 01:31 Marcos
    Que país é esse, gente? Os caras não podem dar o cu nem na própria casa que incomoda a sociedade inteira. Realmente devem haver problemas relevantes nesse país homofóbicos, problemas que eles nem se importam em resolver.
  • em 30-01-2016 às 01:18 Loiro
    É pra isso que as religiões islamismo, cristianismo e judaísmo servem; acabar com a liberdade das pessoas.
  • em 29-01-2016 às 17:23 O Brasil
    Esta quase no mesmo caminho se Bolsonaro ganhar como presidente. Gays serão desprezados nas ruas e mortos a paulada, não só gays como profissionais do sexo, negros e classe baixa, ateus e adeptos de outras religiões.
  • em 29-01-2016 às 10:28 A luta continua
    Eles que se mobilizem para mudar a lei que os tornam criminosos por gostar de pessoas do mesmo sexo. Que vão à luta por seus direitos.
  • em 29-01-2016 às 08:10 Integralismo
    Você! Para o paredõn! Vais levar cincoenta chibatadas, viado!
  • em 28-01-2016 às 22:15 Josy de Souza
    Comentem, meu povo.