Representatividade

Livro LGBT relata história de preconceitos na adolescência.

por Redação MundoMais

Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2016

Artur é um jovem de 14 anos que vive diversos dilemas da sua idade, em meio a conflitos com o pai e o luto pela perda da mãe. Entre os desafios enfrentados pelo garoto, estão preconceitos de gênero e orientação sexual.

Este é o enredo por trás da obra “Volto Quando Puder”, de Isa Prospero e Márcia Oliveira. O livro é a terceira obra publicada pela Hoo Editora, especializada na publicação de ficção com temática LGBT.

Autoras Isa Prospero e Márcia OliveiraAutoras Isa Prospero e Márcia Oliveira

As escritoras dizem que se identificaram com a visão da editora. “A Hoo tem tudo a ver com o que nos motivou a escrever o livro: trazer histórias não heteronormativas à luz, sem necessariamente fazer disso seu foco principal. Contar histórias que não vitimizem a comunidade LGBT, mas que mostrem, ao contrário, que qualquer trama pode ter espaço para representatividade”, afirmam.

Isa, de 25 anos, é tradutora e revisora, além de escrever no blog literário “Sem Serifa”. Márcia, de 28 anos, é aeroportuária e estuda psicologia.

Elas são amigas há mais de 10 anos e sempre tiveram o desejo de escrever juntas. “Escrevemos as cenas da forma que achamos melhor, na ordem em que as ideias surgem, e trocamos figurinhas”, conta Márcia.

“Acabamos complementando o estilo uma da outra. E o legal é que ela tem ideias que eu não teria, e vice-versa. É um processo cheio de surpresas”, completa.

Serviço:

O lançamento do livro “Volto Quando Puder” acontece nesta quinta-feira (28)

a partir das 19h. (Preço R$ 31)

Livraria Cultura do Conjunto Nacional Av. Paulista, 2.073 - São Paulo - SP.

Comentários (1)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 29-01-2016 às 08:26 Oscar Wilde
    Prefiro Louis, Lou Werver, undergroud, gosto de Silvia Blatt, Emile Dick... Sou Lucinda, Adélia e Manoel de Barros... por mim...