Orgulho, Índio!

Centro LGBT do Arouche ganhará nome de Luiz Carlos Ruas.

por Redação MundoMais

Segunda-feira, 02 de Janeiro de 2017

Luiz Carlos Ruas será o nome do Centro de Cidadania LGBT do Arouche em São Paulo.

A iniciativa é da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania da Prefeitura de São Paulo, como uma homenagem a Luiz Carlos, de 54 anos, que perdeu a vida na tentativa de defender a transexual Raíssa Saad e um homossexual morador de rua que apanhavam de Ricardo Martins do Nascimento e Alípio Rogério Belo dos Santos do lado de fora da estação.

Graças a intervenção de Luiz Carlos Ruas, a transexual e o homossexual conseguiram escapar da violência, que passou a ser dirigida à Luiz Carlos pelos agressores, até que ele veio a falecer em decorrência da agressão.

Em nota, a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania afirmou que este foi o último ato de 2016 do órgão e que o centro atua na defesa dos direitos humanos e, em especial, na proteção da população LGBT, com atendimento jurídico e psicossocial à vítimas de violência, preconceito e discriminação.

Ainda segundo a nota, o nome de Luiz Carlos Ruas, passa a integrar o Banco de Referências em Direitos Humanos para nomeação de logradouros e equipamentos municipais.

Comentários (6)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 05-01-2017 às 04:48 Diego SP
    Então...Mas não ficou claro se foi agressão comum ou por homofobia. Embora eu seja gay, mas hoje eu vejo tudo é homofobia....Ah o fulano de tal não gostou de mim ele é homofóbico.... É muito vitimismo.
  • em 04-01-2017 às 21:46 RICO
    LUIS CARLOS, UM GRANDE HERÓI PERDEU SUA PRECIOSA VIDA , FOI TIRADA ANTES DA HORA POR DOIS MARGINAIS INSIGNIFICANTE....ESPERO QUE DESCANSE EM PAZ......
  • em 02-01-2017 às 20:15 Guto p/Ciro
    nem todo mundo tem seu coração de gelo, ainda tem gente que se comove com a vida humana, ainda que essas vidas sejam consideradas "lixo" por alguns, afff intolerância vinda de gays é foda
  • em 02-01-2017 às 14:50 Ciro
    Foi comprar a briga da trans bocuda, e deu no que deu. A vida não é bem assim! Seria melhor ficar "invisível". Quem mexe com o desconhecido, mesmo com a razão, estará sempre se arriscando.
  • em 02-01-2017 às 12:32 RICA ....BH Minas .....
    Rua Nova ! muito lembrado ao espirito alma dele descanço em paz ao proxímo além amém .
  • em 02-01-2017 às 12:13 Nil
    Parabéns.