Cheio de preconceito

Não sou obrigado a ver dois barbudos se beijando, diz Caruso do BBB18.

por Redação MundoMais

Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2018

A Rede Globo apresentou ontem (18), os participantes do BBB18, e o que mais chamou a atenção não foi exatamente a fisionomia de cada um, mas a opinião cheia de preconceito de um deles.

Marcos Caruso, de 34 anos, é publicitário, mora no bairro da Mooca, em São Paulo, e adora dar opiniões no Facebook.

Simpatizante do deputado Jair Bolsonaro, Caruso fez um post no Facebook em 2014, defendendo uma possível candidatura do político para a presidência do Brasil em 2018.

Um amigo dele, chamado Felipe Tonet, fez um comentário criticando Bolsonaro, e dizendo o quanto o político é preconceituoso.

Foi então que Caruso fez o post que já está famoso nas redes sociais, onde pergunta Cadê os nossos direitos como hetero?. Ele diz que “não é obrigado a ver dois barbudos se beijando na frente de uma criança” e termina o texto ameaçando o amigo: E fandangos, continua assim que quem vai amarrar você em um poste, sou eu rs. Claro que o amigo não ficou quieto e fez uma crítica sarcástica ao posicionamento do amigo.

Indignado com a crítica, Caruso questionou se o amigo era gay, mas recebeu uma resposta à altura.

Comentários (27)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 23-01-2018 às 16:16 Cansado, sou Jorge Jorge
    Meu querido, eu não luto contra a aquisição de direitos. Eu luto para não ser idiota útil. É diferente. Não há direitos a serem adquiridos por gays. Não há direito que possa ser assegurado em virtude da inclinação afetiva da pessoa. Travestis, meu bem, são mortos por outros gays. E eles, travestis, também assassinam gays. Roubam, furtam gays idosos, por exemplo. Meu anjo, a tal da "homofobia", nos moldes relatados neste site, por exemplo, não existe. Ela é uma pretensão política. Veja: uma aspiração política de grupos organizados a quem a homossexualidade dos outros - dos outros. Não a deles - interessa como mercadoria de escambo. Pare de ser ingênuo, meu amado.
  • em 23-01-2018 às 12:37 Cansado p/ Jorge jorge
    Que o seu comentário propõe? Acho o termo comunidade muito amplo e vazio, mas "ditadura gayzista"? Onde existe? Por que, nós gays não estamos impondo nosso modo de pensar, então? Vamos bater nos heterossexuais com lâmpadas, colocá-los em carrinhos de mão, depois de os espancar e somente assim matá-los. Sim você vi dizer que estou vivendo da desgraça alheia, mas o que fazer meu caro? Fingir que as travestis não são mortas por aí? Não brigar para termos direitos garantidos, senão, quando morrermos nossas coisinhas conquistadas durante uma vida, vai ficar para quem nos despreza, mas já morremos mesmo, né? Não consigo te entender... Por que luta contra a aquisição de direitos? Contra o movimento social? E não venha justificar suas ideias com MBL ou Alexandre Frota.
  • em 23-01-2018 às 12:34 Paco Rec
    Ele parece um debilóide falando.
  • em 23-01-2018 às 10:08 Jean Pierre
    Tá aí... O cara conseguiu o que queria, balançar o coreto. Falta de informação leva à eleição de presidentes como os que se ve hoje em dia mundo a fora!
  • em 23-01-2018 às 07:51 Henrique
    .....que se fodam todos esses participantes desta merda BBB !!!!!
  • em 22-01-2018 às 19:05 Diego SP
    É. ..Dever ser um cara de sucesso..Parabéns! Se fosse um cara bem requisitado pelo mercado, não ficaria enclausuradodurante 3 meses de sua vida. Aliás, toda pessoa intolerante não evolui!
  • em 21-01-2018 às 19:05 Jorge Jorge
    Setenta milhões?! Cara, você perdeu a noção do ridículo, foi? Meu, "comunidade gay" só existe na cabeça de idiota útil como você, que se deixa instrumentalizar pelo gayzismo, aquele a quem a sua bunda interessa como mercadoria. A sua bunda e a sua dor. Deixa de ser otário, meu irmão. Somos seres humanos. Inteligentes e burros, bons e maus caráteres, passivos, ativos, héteros, gays, bissexuais. Humanos, meus queridos. Essa coisa de lançar em comunidade, sentir-se incluído em comunidade, é coisa de nazista. O povo judeu foi lançado em comunidade,. É coisa de comunista, que sempre atiça a ideia de pertencimento. Eu não tenho acesso a um jato particular. Logo, pertenço à comunidade dos "sem jatos particulares". Ora, meus amados, parem com essa bobagem. Parem já pelo amor de Deus. NÓS NÃO SOMOS PARTE DE COMUNIDADE ALGUMA. SOMOS APENAS SERES HUMANOS, GAYS E BRASILEIROS. PONTO!!!
  • em 21-01-2018 às 18:27 RIBEIRAO MACHO
    SERIO QUE TEM 70 MILHOES DE VEADOS NO BRASIL?
  • em 21-01-2018 às 05:00 marcos
    vc e igual as caras que eu como com raiva
  • em 20-01-2018 às 19:55 MARCOS
    Dá até pena dele: Uma maioria privilegiada ( Héteros ) com todos os direitos garantidos por lei não precisa que "lutem" por eles. Gente, pelo amor de Deus : Existe um abismo que difere discurso de ódio de liberdade de expressão#Ficaadica...
  • Mostrar mais comentários...