Essa violência tem que parar

Ativista LGBT e cantor, Kevin Fret é assassinado em Porto Rico.

por Redação MundoMais

Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2019

O rapper e ativista LGBT Kevin Fret, de 24 anos de idade, foi assassinado a tiros na noite desta quinta-feira (10) enquanto andava de moto em uma rua de San Juan, em Porto Rico. O jovem se descrevia como o primeiro artista abertamente gay da música trap latina. De acordo com a rede “BBC”, citando a polícia local, Fret foi atingido por oito tiros na cabeça e no quadril.

Em nota divulgada à imprensa, o empresário do cantor, Eduardo Rodriguez, descreve Fret como “sonhador”. “Kevin tinha uma alma artística, era um sonhador de coração grande. Sua paixão era música, e ainda tinha muito a fazer. Essa violência tem que parar. Não há palavras para descrever o sentimento que temos e a dor que nos causa saber que uma pessoa com tantos sonhos teve que ir. Temos que nos unir nessas horas difíceis, e pedir por mais paz em nosso amado Porto Rico.”

O porto-riquenho foi conhecido pela mídia em 2018, com seu single Soy Asi. A música é descrita como um trabalho que destacou a personalidade feroz de Kevin Fret. Em entrevistas, o artista já havia falado sobre ter vontade de fazer a diferença e abrir portas para artistas LGBTs emergentes.

A morte do rapper é o 22º caso de assassinato em Porto Rico somente neste ano. (ANSA)

Comentários (20)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 19-01-2019 às 18:06 Lucas RS
    Além do perfil fake Jorge Jorge, há apoiador fake de fake. Tudo taaaaaaaao óbvio. Sim, porque ninguém é tão idiota assim. Kkkk
  • em 18-01-2019 às 17:08 Limon galegon
    A senhora 64, tomou um recontrapuxa na beiça que.....Vamo deixar isso queto! kkkkkkkkkkkkkkkkkk
  • em 16-01-2019 às 02:08 Jorge Jorge
    Tadinho do 64... Eu até poderia contestá-lo. Teria aqui uns cinco mil argumentos contra suas teses. Ocorre que o homem pontua mal, escreve mal. É praticamente um analfabeto. 64, meu amor, vai estudar gramática, vai!
  • em 15-01-2019 às 23:32 Beto
    Jorge enquanto essas gays se mantiverem alienadas é assim mesmo : a melhor resposta é apenas um ataque sem argumentos e sem fundamentação histórica !
  • em 15-01-2019 às 19:27 Kkkkk
    As gaybde hoje sao bem mulher. Saem na rua de saia rebolando e estão sujeitas a tudo.
  • em 15-01-2019 às 14:44 64 nunca mais!
    Esse Beto está me cheirando a Jorge Jorge com outro nome heim... O padrão pobre de argumentação à la astrólogo de carvalho é o mesmo. Jorge Jorge seja caroneiro nas conquistas do movimento social. Depois que você usou o argumento que para contrapor Marx deveríamos usar o astrólogo eu desanimei com você. risos...
  • em 15-01-2019 às 14:23 Jorge Jorge
    Que lindo, Beto. Um beijo, meu anjo. Não nos tornemos instrumentos de ninguém senão de nossas próprias consciências.
  • em 15-01-2019 às 13:16 Beto
    Objeto para verbas políticas . E pior ... gays defendendo esquerda comunista que matou gays , gays usando camisetas de Che Guevara que executava gays, gays defendendo PT que tinha relações diplomáticas com o Irã onde gays são assassinados ( arremessados de prédios ) . Sou gay assumido para todos e jamais vestirei a camisa do que a esquerda deseja . Votei Bolsonaro , sou de direita e contra qualquer tipo de violência .
  • em 15-01-2019 às 13:13 Beto
    Concordo com Jorge Jorge . Realmente essa “agenda gayzista” fez os homossexuais apenas um
  • em 15-01-2019 às 11:22 Jorge Jorge
    Começo a perceber uma certa empatia (bastante envergonhada, é claro) dos movimentos GLBTQI+ por Damares. Era de se esperar. Essa gente não tem ideologia. Eles têm apego pela grana pesada que, sabem, está escondida agora nos cofres do ministério. Gente, isso nos dá uma dimensão daquilo que sempre falei aqui: a imensa construção política e de interesses pequenos que há por trás de quem afirma defender minorias. Por isso, meus queridos, NUNCA NEGOCIEM SUAS RESPECTIVAS HOMOSSEXUALIDADES, QUE SÃO LINDAS, COM NINGUÉM. NUNCA A NEGOCIEM!
  • Mostrar mais comentários...