Gostoso do Ônibus

Esta é uma história real que aconteceu comigo aqui em João Pessoa, onde moro. Tenho 25 anos, sou moreno, pica de 18cm e faço engenharia química.

por Fudedor de João Pessoa

Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

Esta é uma história real. Moro em João Pessoa, Paraíba, tenho 25 anos, sou moreno, pica 18cm preta e ainda estou cursando a universidade. Faço engenharia química.

Neste dia saí da universidade e fui pegar o ônibus pra ir pra casa. Quando entrei e fui pagar a passagem, notei um rapaz que estava na cadeira ao lado do cobrador e ficamos nos encarando por um tempo. Paguei a passagem e fui para o meio do ônibus, que estava um pouco lotado.

Assim que cheguei no meio do ônibus, a cadeira que fica logo atrás do motorista ficou vazia, então fui me sentar lá e fiquei numa posição que dava pra ficar olhando pro rosto do rapaz. De vez em quando ele olhava e eu olhava pra ele também. Ele era branco, todo saradinho, cabelo liso, usando uma camisa polo azul marinho e calça jeans. Percebi logo o que ele estava querendo e toda vez que ele olhava, eu alisava meu pau ou mexia minha língua molhando meus lábios. Ficamos assim até chegarmos na integração.

Chegando lá, todos os passageiros que iam descer ficaram de pé. O rapaz ficou esperando todos passarem pra eu ficar logo atrás dele. Quando cheguei por trás, encochei na bunda dele e ele pegou no meu pau, que estava duro e latejando com a situação. Ele pegou bem firme na minha rola dura e pulsando na calça. Tive que colocar a mochila na frente pra ninguém ver o volume.

Descemos e fomos direto pro banheiro. Porém, estava muito cheio de macho lá. Não dava pra arriscar nada. Saímos e ficamos conversando dentro da integração. Quando olhei pro lado, já tinha um outro cara olhando pra nós e já tava me secando ao perceber o que estava rolando.

Continuamos a conversa e fui direto ao ponto, perguntei se ele tinha local pra eu comer o rabo dele. Ele me falou que estava na cidade a trabalho, vinha sempre aqui a trabalho, mas que não tinha local. Mas ele tinha uma solução, ele conhecia um local massa perto da rodoviária que fica atrás da integração.

Eu estava com muito tesão, doido pra experimentar o rabo do rapaz e o segui até lá. Era um terreno baldio que funcionava como um estacionamento privado. Estava escuro e de lá já estavam saindo três caras que tinham acabado de curtir.

Ficamos no meio do terreno escuro e na frente tinha uma rua onde passava gente indo e vindo pra rodoviária e pra integração. Estávamos correndo o risco de sermos flagrados, mas o tesão era maior do que o risco.

Abri meu zíper, mandei ele se ajoelhar e me mamar. Ele começou a mamar muito gostoso. Ia até o talo, mesmo eu tendo 18cm de pica. Ele aguentou facilmente até o saco. E como era macia a boca dele... Muito experiente o rapaz. Tava muito gostoso. Ao mesmo tempo fui abrindo e baixando a calça dele. Baixei, molhei meus dedos indicador e médio e coloquei na porta do cu dele, que tava bem lisinho.

Bunda durinha, saradinha, branquinha. Meu pau chega pulsou na hora. Foi então que eu perguntei se ele aguentava minha pica no cu. Ele disse que eu não iria comer ele ali. Perguntei o porquê e ele falou que só dava pra comer ele com capa.

Na mesma hora eu peguei uma das camisinhas que carrego na mochila, encapei o pau, levantei ele, encostei no muro e soquei de uma vez bem fundo, sem parar. Ainda estava com a mochila nas costas. Tive que tirar porque estava fazendo zuada.

Enquanto eu metia, ele gemia e o povo passava na rua de um lado pra outro na frente do terreno escuro, sem imaginar o que estava acontecendo.

Com uns cinco minutos metendo e muito tesão, já veio a vontade de gozar e comecei a suar. Segurei um pouco e continuei até ele gozar levando uma surra de pica. Cada vez que ele gemia, me motivava a socar mais fundo e mais forte, fazendo barulho na batida do meu saco no cu dele.

Quando não aguentei mais, mandei ele baixar, tirei a camisinha e mandei ele mamar. Foi ai que veio a vontade de gozar e espalhei porra na boca e na cara dele. Nem quis saber. Gozei muito. Ele se melou todo de leite. E ele aguentou a pica sem reclamar. Depois da gozada, nos vestimos e saímos como se nada tivesse acontecido. Fomos pra rodoviária, ele pegou o ônibus pra cidade dele e eu voltei pra integração pra pegar o ônibus pra casa.

Comentários (42)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 18-04-2020 às 11:57 Roque sou da capital de São Paulo
    Doido pra chorar numa rola
  • em 18-04-2020 às 11:55 Roque
    Poxa como eu queria um cara assim pra comer meu cu sem cerimônia deve ser uma foda gostosa como devo fazer para ter resposta das mensagens dos meus macho
  • em 30-11-2019 às 21:38 Miranha
    Uau! Moro bem pertinho de Jampa. Seria um prazer te conhecer.
  • em 29-11-2019 às 01:15 Paulo
    Que gostoso dar uma chupada até o Carra gozar delícia sou de Ribeirão Preto SP
  • em 19-11-2019 às 21:47 fulano de tal
    muito bom quando acontece sem programa é mais gostoso
  • em 01-10-2019 às 03:17 Cony
    Melhor história que já ouvi, gostoso quando acontece sem agente planejar
  • em 11-09-2019 às 13:41 Re
    Sou iniciante
  • em 09-09-2019 às 21:27 Diego SURUBIM Pernambuco
    Sou louco pra fuder com policiais e caminhoneiros...meu zap...081..996109037
  • em 09-09-2019 às 00:16 Anônimo
    Os contos estão mais atualizados nos comentários que no próprio site. Publica contos novos Mundo Mais. Publique vários
  • em 07-09-2019 às 13:57 Passivinho tarado
    Meu zap 87 981615653
  • Mostrar mais comentários...