Daniela Mercury canta "contra censura e mordaças" em seu novo álbum

A cantora baiana lança hoje o álbum Perfume, reunindo 15 músicas - cinco delas inéditas - que fazem "declaração de amor ao povo brasileiro".

por Redação MundoMais

Sexta-feira, 10 de Janeiro de 2020

Em comemoração aos 35 anos do axé, Daniela Mercury lança hoje o álbum Perfume, reunindo 15 músicas —cinco delas inéditas— que, segundo a própria, são uma declaração de amor ao povo brasileiro.

Entre as músicas já conhecidas do público, Perfume tem uma versão samba-reggae de "Imagine", de John Lennon; Duas Leoas, que canta com a mulher, Malu Verçosa; e Proibido o Carnaval, parceria com Caetano Veloso lançada há um ano e carregada de críticas ao governo de Jair Bolsonaro. Em entrevista por telefone na véspera do lançamento, Daniela, que acaba de voltar de uma turnê por dez cidades dos Estados Unidos e arrancou elogios de Madonna, fala sobre o álbum mas, principalmente, sobre o papel da arte em tempos de censura e sua atuação enquanto "mulher, nordestina e parte da comunidade LGBT".

"A arte é uma ferramenta libertária, sem dúvidas, capaz de humanizar todos esses discursos discriminatórios, de ataque às minorias, que têm sido cotidianos no Brasil. Uma mulher, nordestina e parte da comunidade LGBT cantar em grandes palcos pelo mundo, é afirmativo. Perfume é uma bênção, uma declaração de amor ao povo brasileiro. É como se eu, com esse álbum, fosse uma benzedeira e estivesse trazendo alfazema para garantir energia boa e lembrar que somos fortes e capazes de confrontar os atrasos, aquilo que não é positivo para o Brasil.

Comentários (14)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 22-01-2020 às 10:08 Cláudio
    Quanta ignorância nos comentários!!!!! Sem comentários......
  • em 21-01-2020 às 17:51 Leo Amor
    Gente esse povo ainda existe? Resistencia que estao gastando o rico dinheirinho deles nos USA. Vao ficar pobres por nao mais terem direito a lei Ruanet, rsrsrs
  • em 14-01-2020 às 23:24 Bolinha
    Arrasou Lúcida, concordo plenamente. Tem que botar esse povo para trabalhar.Chega......
  • em 14-01-2020 às 14:06 Lúcida
    A Daniela Mercury, assim como o Caetano Veloso, Gilberto Gil e Chico Buarque, são esquerdistas de caviar, que só estão com raiva porque perderam a boquinha, proporcionada durante o governo petista. Ficam posando de defensores das minorias, porque não conseguem mais dinheiro público para encher seus bolsos. Só defendem o maior ladrão desse país, chamado Luís Inácio Lula da Silva, porque querem mamar nas tetas do governo, como fizeram durante mais de dez anos.
  • em 14-01-2020 às 09:51 Tammy
    Este Ze e da turma do Bozo...vive na bolha olavista,perda de tempo discutir com gente assim...
  • em 12-01-2020 às 18:02
    Leo, eu vivo no Brasil e realmente acho que você esta em outro país. Qual artista, filme, movimentos, peças teatrais, musicas, sofreram censura por parte do governo? Os responsáveis tiveram suas obras censuras e foram presos? Cite alguns casos com nomes. Não existe censura, tanto é que você está em um site gay, expondo sua opinião sem nenhum tipo de filtro. Enquanto as pessoas normais vão vivendo suas vidas, outras ficam procurando problema em tudo e em todos, nem mesmo você acredita nessa "censura".
  • em 12-01-2020 às 17:47 Madame X A Censora de MM
    Não há fundamentalismo aqui. Há bobos, como Bolsonaro. Bobos risíveis.
  • em 12-01-2020 às 15:58 Leo Snart
    Seu Zé, em qual Brasil você está vivendo? No Brasil de 2020, ou no da terra plana? Porque no Brasil real, tem censura, tem fundamentalismo, tem até atentado terrorista de gente ressuscitando movimento dos anos 1930.
  • em 12-01-2020 às 04:10
    Mas que censura, mordaça? Ela não esta mais morando no Brasil? Pq aqui está tudo normal, qualquer um pode ir e vir, produzir, apreciar qualquer tipo de arte, cultura, não tem ninguém impedindo nada, tadinha.
  • em 11-01-2020 às 22:40 Bento
    Eu amo a Dany. Será q os bolsominions não entenderam q a Rouanet está indo pros evangélicos e terraplanistas.
  • Mostrar mais comentários...