Folha de SP é acusada de homofobia por anúncio de novo secretário de Bolsonaro

Jornal publicou na capa da edição Ilustrada uma foto de Mário Frias seminu, com o título: “O novo homem do presidente”.

por Redação MundoMais

Terça-feira, 23 de Junho de 2020

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou na última sexta-feira (19) a nomeação de Mário Frias para o comando da Secretaria Especial de Cultura. No entanto, não foi a nomeação do moço que gerou polêmica, e sim a capa do jornal Folha de São Paulo, que ilustra Frias seminu com os dizeres “O novo homem do presidente”.

Mário Frias fez muito sucesso em 2000, como galã na novelinha adolescente da Globo, Malhação. A capa que ilustra a matéria do jornal foi tirada em um ensaio sensual que o galã fez, na época, para o famoso site Paparazzo.

A Folha de São Paulo conseguiu a façanha de ser criticada até mesmo por opositores do presidente, que classificaram a montagem da capa como homofóbica.

A jornalista e apresentadora do programa de entrevistas Roda Viva, Vera Magalhães, grande crítica do governo Bolsonaro, falou duras verdades sobre a Folha. Confira a seguir a reação dela e de outros usuários do Twitter sobre a polêmica.

Comentários (10)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 25-06-2020 às 09:08 Lipe
    Vacilo da Folha. Mas o pior é ver as gays defendendo o Bozo! Brasilsilsil
  • em 23-06-2020 às 22:51 Lipe
    Realmente, se fosse uma mulher nua na capa, estariam caindo de pau. É o velho truque: substituir gay por negro, trocar gêneros. Foi homofóbico sim.
  • em 23-06-2020 às 22:09 Noviça
    Tenhamos cuidados para não sermos feitos de otárixs pela mídia. Daqui a pouco ela vai começar a usar homofobia com a desculpa que é pra atacar governo. Homofobia é crime, independente se é pra atacar PTlixo, palhaçoBozo, etc...
  • em 23-06-2020 às 22:06 Felipe
    Rainha, e você, então, concorda com o jornalismo da Globo e as atitudes do Supremo Tribunal Federal? Na sua opinião, eles agem corretamente? E o Doria, age corretamente? O Witzel é exemplo de governante? Os 300, na sua opinião, são supremacistas de extrema-direita, como os designa a imprensa velha? Você concorda com uma lei que controle a internet? Vamos lá, meu caro. É importante conhecermos sua opinião.
  • em 23-06-2020 às 21:39 Rainha
    Vergonha é ter votado no Bozo..defender, esta gente escrota, bandida,marginal,como Cloavo...os 300 marginais...eu nao vejo como homofobia mas sim como deboche a mais um hipocrita a fazer parte deste governo q so possui lixo...o pior governo desde a ditadura q foi outra droga...
  • em 23-06-2020 às 19:37 Felipe
    A imprensa velha está doente. Muito doente. Se a questão é agredir Bolsonaro, ela comete homofobia, mente, como mentiu na história do sítio de Brasília, onde a maior prova dos crimes dos 300 que encontraram foi uma máscara de ursinho. Corta falas, edita, dramatiza a morte de pessoas com seus atores (Globo no Fantástico). Você, que nos lê aqui e é jornalista da Globo, do Estadão, da IstoÉ, da Folha etc., anote: você terá vergonha de contar a seus netos que serviu a esses veículos. Não há dinheiro que pague essa mancha na biografia de alguém. Vergonha!
  • em 23-06-2020 às 19:32 Felipe
    A imprensa velha - Folha, Globo, Estadão, Veja etc. - estão tão decadentes, tão ridículos, tão desesperados, que até a Vera Magalhães - a Vera Magalhães... por favor... - se dão ao trabalhar de lhe pregar reprimendas em público. Faria é lindíssimo. Espero que faça boa gestão e que não o destruam, como fizeram com Regina Duarte.
  • em 23-06-2020 às 17:01 Lioa Das Africa.
    Que se fodam esses politicos de merda, todos falso, charlatão! Eu gostei foi da foto do maxo...kkkkkkkkkkkkk....lindu, bunitu, xerosu!
  • em 23-06-2020 às 14:37 Bentinho
    Adorei a matéria da Folha, pois retrata a hipocrisia bolsonarista. Só aceitam p sexo papai e mamãe mas todos caemde boca
  • em 23-06-2020 às 13:33 Outros Exemplos
    Não é a primeira vez que fazem esses tipos de insinuações. Mais recentimente a MTV publicou uma postagem da mais nova estreia do seu programa em que aparece homens de bermudas na praia e o gay de sunga. Com o único intuito de ridicularizar a tradicional vestimenta de praia dos brasileiros. Tipo assim, quem usar a sunga será tachado de gay, como um ser caricato do litoral. Como se fosse uma bondade para não ser confundido com um tarado e moralizar o homem nas praia com bermudas para servir agendas obscuras. Como se não bastace os ataques que fizeram as sungas cavadas ao tentarem sem sucesso banilas das praias. Independente de suas orientações suxuais deixem os homens em paz nas praias.
  • Mostrar mais comentários...