Madonna diz que não pagou multa milionária russa após discurso pró-LGBT

Na ocasião, Madonna estava em turnê pelo mundo para promover o disco "MDNA", que contou, inclusive, com shows no Brasil.

por Redação MundoMais

Quarta-feira, 22 de Julho de 2020

Madonna relembrou um discurso que fez a favor da comunidade gay durante um show realizado na Rússia. Por conta desta atitude, a artista conta que recebeu uma multa alta das autoridades do país, no valor de 1 milhão de dólares. Ela, no entanto, destaca que nunca pagou esta dívida.

"Fiz esse discurso no show em St. Petersburg, há oito anos. Fui multada pelo governo em $1 milhão pelo apoio à comunidade gay. Eu não paguei", conta ela, ao publicar um vídeo do exato momento que gerou a dívida. À época, Madonna estava em turnê pelo mundo para promover o disco "MDNA", que contou, inclusive, com shows no Brasil.

Na ocasião, após ter seu nome gritado por milhares de pessoas na plateia, Madonna disse para que os fãs não tivessem medo.

"Queremos lutar pelo direito de sermos livres, de sermos quem nós somos. É um tempo muito estranho. Tenho viajado pelo mundo e sinto isso no ar. Pessoas estão ficando mais e mais amedrontadas com aqueles que são diferentes. E estão ficando mais intolerantes", discursou a artista, enquanto o público levantava pequenas placas com as cores da bandeira arco-íris.

"Mas nós temos o poder para mudar isso. Não precisamos usar a violência, mas o amor", consta de outro trecho da fala da cantora, que acrescentou, na época, que a comunidade gay da Rússia e do resto do mundo, precisam ter os mesmos direitos de qualquer outro cidadão.

Comentários (5)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 24-07-2020 às 00:33 Felipe
    Querido, eu agradeço imensamente a sua preocupação com a minha saúde. Lamento o fato de confundir contundência de argumentação com ódio, erro de lógica muito frequente. Não sou um defensor contumaz de Bolsonaro. Critico-o mais do que o defendo. E essa nem é a questão aqui. O que temos, de forma objetiva, é o seguinte: a esquerda tem poucos argumentos. Essa militância gay é uma grande farsa. Esse alinhamento politicamente correto é uma grande mentira, sem substância. Ocorre que não havia a outra visão, o outro lado. A esquerda, então, foi despida. E, nua, não sabe o que fazer. Então, apoia o quê? A censura. Já que não posso vencer meu oponente pelo argumento, dou-lhe logo um esparadrapo na boca e pronto. Você é um gay que debate bem. Então, bi, vamos debater. Proponha seus argumentos. Quem sabe você não me convence, gatinho?...
  • em 23-07-2020 às 20:20 Marcos40
    Felipe, desculpe a liberdade, mas tenho reparado em suas manifestações, aqui nos comentários, e tenho notado que quase todas elas têm um tom azedo, negativo, duro. Não tenho nada com isso, inclusive nem te conheço, mas penso que deve fazer mal para a saúde, do corpo e do espírito, porque o comentário nosso não é algo somente exterior, de boca para fora, mas ele afeta também o nosso físico, o corpo, constrange nossas veias e dificulta a circulação de nossos líquidos interiores. Não somos um robô, somos pessoas humanas. Não somos acionados por botões. Cuide de sua saúde, pois o derrame cerebral é acionado, também, por posicionamentos predominantemente negativos. Desculpe mais uma vez.
  • em 23-07-2020 às 20:20 Marcos40
    Felipe, desculpe a liberdade, mas tenho reparado em suas manifestações, aqui nos comentários, e tenho notado que quase todas elas têm um tom azedo, negativo, duro. Não tenho nada com isso, inclusive nem te conheço, mas penso que deve fazer mal para a saúde, do corpo e do espírito, porque o comentário nosso não é algo somente exterior, de boca para fora, mas ele afeta também o nosso físico, o corpo, constrange nossas veias e dificulta a circulação de nossos líquidos interiores. Não somos um robô, somos pessoas humanas. Não somos acionados por botões. Cuide de sua saúde, pois o derrame cerebral é acionado, também, por posicionamentos predominantemente negativos. Desculpe mais uma vez.
  • em 23-07-2020 às 00:24 Felipe
    Aqui, temos liberdade total. Não há governo, inclusive o de Bolsonaro, que impeça ninguém de absolutamente nada. Essa mocreia retirou verbas da Lei Rouanet, quando passou por aqui. Espero que não retorne. Causou mal ao país.
  • em 22-07-2020 às 18:13 Flávia
    Eles não se cansam mesmo.