Programa de Ellen DeGeneres é investigado após relatos de má conduta

A investigação interna segue acusações de um ambiente de trabalho tóxico que inclui racismo e intimidação.

por Redação MundoMais

Quarta-feira, 29 de Julho de 2020

O programa The Ellen DeGeneres Show está sob investigação interna após inúmeras denúncias de má conduta no local de trabalho, informou a Variety na noite de segunda (27).

A equipe recebeu um memorando na semana passada dos executivos da produtora Telepictures e da distribuidora Warner Bros. Television informando que um grupo de colaboradores da WBTV e WarnerMedia e uma empresa terceirizada entrevistariam funcionários atuais e antigos sobre suas experiências no set de filmagem várias produções da Warner.

A investigação surge na sequência de acusações de que o programa, que depende da marca pessoal de DeGeneres para “ser gentil” com os outros, se tornou um ambiente de trabalho tóxico para seus funcionários.

Em abril, a Variety informou que a equipe do palco principal ouviu quase nada de seus chefes por semanas durante os bloqueios iniciais de coronavírus, além de esperar reduções salariais significativas, criando ansiedade entre os membros da equipe que procuraram esclarecer se precisariam solicitar benefícios de desemprego.

As preocupações foram exacerbadas quando uma equipe externa e não filiada a sindicatos foi convidada quando as filmagens remotas começaram na casa de DeGeneres. No entanto, a equipe do programa foi restaurada para pagamento integral antes da publicação do relatório da Variety.

No início deste mês, o BuzzFeed News publicou uma matérias com relatos de 10 ex-funcionários e um atual que falavam que eles estavam sujeitos a uma cultura de racismo, medo e intimidação no trabalho. Algumas fontes disseram que foram demitidas por tirar licença médica e dias de luto familiar.

Uma ex-funcionária, uma mulher negra, disse ao site de notícias que enfrentou vários comentários racistas e microagressões durante seus 18 meses trabalhando na produção do programa.

Muitas fontes culparam a equipe sênior de produção e gerenciamento pela toxicidade diária, e não a própria DeGeneres. No entanto, um funcionário pediu que DeGeneres assumisse a responsabilidade pelo ambiente de trabalho.

Em um comunicado ao BuzzFeed na época, os produtores executivos Ed Glavin, Andy Lassner e Mary Connelly disseram: “Estamos realmente de coração partido e lamentamos saber que mesmo uma pessoa em nossa família de produção teve uma experiência negativa. Não é quem somos e nem quem nos esforçamos para ser, e não a missão que Ellen estabeleceu para nós.

Comentários (1)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 29-07-2020 às 17:28 Não sei
    Sou servidor público do judiciário e não vou generalizar, mas tem muito servidor bom, mas na mesma proporção tem ruins. Reclamo muito com os colegas que não tratam os clientes/contribuintes com respeito, e enrolam na hora de trabalhar são os primeiros que exigem aumento de salários e gratificações