Beyoncé lança clipe conceitual para “Already” com show de coreografias e looks

Disco também foi divulgado na íntegra nesta sexta-feira (31). Em faixa liberada, cantora tem participação de Shatta Wale e Major Lazer.

por Redação MundoMais

Sexta-feira, 31 de Julho de 2020

Prometeu e cumpriu! Beyoncé lançou, nesta sexta-feira (31), o mais novo projeto visual: “Black Is King”. E tem mais: Com ele veio a versão deluxe do álbum “The Lion King: The Gift” e ela disponibilizou no youtube o clipe de “Already”, faixa com Major Lazer e Shatta Wale.

O filme/disco visual completo está disponível apenas no Disney+, contudo da para ter um gostinho com o clipe de “Already”.

O vídeo começa bem conceitual, com alguns homens pintados de azul entre uma cena tropical, cheia de plantas. Beyoncé então aparece dançando num look todo monocromático em uma apresentação lindíssima. Em cima de motos ou de árvores, a artista entrega um clipe energético, com muito carão e enaltecimento da cultura africana.

Já a versão estendida do álbum chega com uma reformulação das faixas. Antes, com 27, incluindo interlúdios do filme “O Rei Leão”, agora conta com 17. Há inéditas como “Black Parade” e “Find Your Way Back”.

O disco vem junto com “Black Is King”, disponível no Disney+. Apesar da plataforma estar em lugares como EUA, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e Europa, o projeto da cantora será transmitido em países da África. Visto que a obra “é uma afirmação da resiliência e da cultura negra, com visuais exuberantes”, a intenção da artista, de acordo com o Just Jared, é fazer com que o filme esteja disponível ao público de localidades que de alguma forma serviram de inspiração.

Para isso, foi firmado um acordo de distribuição entre a plataforma americana e empresas como o Canal+ Afrique e outros canais do grupo M-Net. Assim espectadores da África do Sul, Nigéria, Gana, Etiópia, Senegal, Namíbia, Camarões, Libéria, Burundi, Togo, Somália, Benin, Congo, Quênia, Costa do Marfim, Zimbábue, Malawi, Gabão e Cabo Verde terão acesso ao longa logo na data de estreia, no dia 31 de julho.

Com roteiro, direção e produção executiva de Beyoncé, “Black Is King” é baseado nas canções que compõem a trilha sonora de “O Rei Leão”, que receberam curadoria da própria cantora. Em um comunicado enviado à imprensa, o projeto foi definido como “um livro de memórias celebrativo sobre a experiência negra no mundo”.

Comentários (1)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 04-08-2020 às 07:24 Victor
    Não gostei. . muito ruim