Marília Mendonça é acusada de transfobia após episódio em live

Internautas usaram rede social para criticar cantora sertaneja que citou, durante live, história de músico em boate LGBT.

por Redação MundoMais

Segunda-feira, 10 de Agosto de 2020

Marília Mendonça pediu desculpas após ser acusada de transfobia ao contar a história de um de seus músicos em uma boate LGBT de Goiânia. Durante a transmissão de um show on-line realizado pela cantora no sábado (8), o tecladista que acompanhava a artista cobrou Marília de contar a história de uma das músicas apresentadas no repertório.

"Sabe o que tô achando estranho. O que a gente combinou no ensaio, que a gente ia falar, não saiu nada ainda (...) eu sei que a próxima música aí tem história, e ninguém quer falar a história, é um acontecimento", afirmou o músico.

Marília disse não se lembrar e começou a cantar "Sensível Demais", sucesso de Chrystian & Ralf. Ao encerrar a música, a sertaneja continuou a conversa: "Eu acho que tô lembrada, foi quando um integrante nosso falou que tocava num lugar? Quem é de Goiânia lembra da boate Diesel, que tinha aqui em Goiânia."

Os músicos da cantora começam, então, a dar risada. "E aí não vou falar quem e nem vou falar o porquê, vou ficar calada. Quem lembra da boate Diesel, lembra da boate Diesel. Disse... que lá foi o lugar que ele beijou a mulher mais bonita da vida dele. É só isso. O contexto vocês não vão saber."

Após a live, internautas foram às redes sociais reclamar da atitude da cantora sertaneja e a acusaram de transfobia. Bruna Andrade fez um longo vídeo intitulado: "Marília Mendonça e a transfobia explícita. No vídeo eu mostro um exemplo claro de como a transfobia é naturalizada na nossa sociedade."

"Primeiro queria perguntar qual a graça de existir uma boate para o público LGBT? As risadas são de deboche...(...) eles estavam debochando de um amigo que ficou com uma menina trans. Quando terminei de ver, fiquei me perguntando onde estava a piada. Qual a graça de um cara se relacionar com uma menina trans?".

"Foi muito duro ver minha musa falar que qualquer cara que demonstra afeto por mim é chacota. Ou seja, não sou digna de ser amada, receber carinho? Todo relacionamento que eu tiver vai ser vergonha, vai ser engraçado? (...) Isso tem um desdobramento muito pior, isso gera violência, isso era assassinato", citou Bruna.

No Twitter, o nome da cantora apareceu entre os tópicos mais comentados após internautas reforçarem as críticas.

Na manhã desta segunda-feira (10), Marília Mendonça escreveu uma breve mensagem em seu Twitter pedindo desculpas.

"Pessoal, aceito que fui errada e que preciso melhorar. Mil perdões. De todo o coração. Aprenderei com meus erros. Não me justificarei."

Comentários (8)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 10-08-2020 às 23:16 Felipe
    Rainha, continuamos esperando que você nos relate aqui um gesto CONCRETO deste governo em desfavor dos homossexuais. Passados quase dois anos de governo, qual foi a manifestação gay que Bolsonaro proibiu? Houve algum ambiente gay fechado? Houve aumento dos casos de homofobia? Cara, existe, de fato, perseguição aos gays, aos transsexuais por parte desse governo ou TUDO ISSO NÃO PASSA DE PROJEÇÃO DE SUA CABEÇA? Vai, meu irmão, relata aqui pelo menos um caso, pra gente poder dissecar, discutir. Se possível, trace um paralelo com os governos do PT e mesmo do PSDB. Vai, querido. Estamos aguardando ansiosamente pelos seus dados. Mas dados concretos, Rainha. Fantasias de sua cabeça não valem.
  • em 10-08-2020 às 21:22 paulinhatrava
    esse felipe vive em narnia só pode !
  • em 10-08-2020 às 18:52 Loiro
    Sem dúvida os caras da banda de Marília Mendonça fizeram ironia, foram risadas de deboche. Coisa de gente preconceituosa. Povinho ridículo! Deve-se falar sobre transexualidade com a mesma naturalidade que se fala sobre a heterossexualidade e homossexualidade: com NATURALIDADE. Não há motivo de risos. É algo natural. Toda forma de amor é natural e faz bem. Mas que bom que a cantora reconhece que cometeu um erro e está disposta a melhorar. E nós precisamos acreditar nisso. Precisamos acreditar que a mente das pessoas vão um dia se abrir e o preconceito diminuir, assim como acontece em muitos países europeus. A LGBTfobia é menos incidente nos países mais desenvolvidos da Europa.
  • em 10-08-2020 às 18:10 Liphe
    Marilia Merdonça, e suas merdonciçes! Toda via, foi bão isso ocorre, sabe por que? para o povo criar vergonha na cara, e para de idolatrar, endeusar, relis mortais como eu e vc! Isso é um fato! Agora está na moda, quase todo famoso falar ki é gay, vc não acha isso estranho? Sempre aparece um famoso dizendo ser a favor da causa e etc..., mais na verdade, rola muito interesse por de trás das cortinas! Em fim, aprendam de uma vez por todas, parem de idolatrar famosos, endeusar o ser humano! Amigo verdadeiro, é só Jesus!!!!
  • em 10-08-2020 às 17:34 Flávia
    Artista e ignorante. Como esta há vários. Sigamos
  • em 10-08-2020 às 15:13 Felipe
    Rainha, continuamos esperando que você nos relate aqui um gesto CONCRETO deste governo em desfavor dos homossexuais. Passados quase dois anos de governo, qual foi a manifestação gay que Bolsonaro proibiu? Houve algum ambiente gay fechado? Houve aumento dos casos de homofobia? Cara, existe, de fato, perseguição aos gays, aos transsexuais por parte desse governo ou TUDO ISSO NÃO PASSA DE PROJEÇÃO DE SUA CABEÇA? Vai, meu irmão, relata aqui pelo menos um caso, pra gente poder dissecar, discutir. Se possível, trace um paralelo com os governos do PT e mesmo do PSDB. Vai, querido. Estamos aguardando ansiosamente pelos seus dados. Mas dados concretos, Rainha. Fantasias de sua cabeça não valem.
  • em 10-08-2020 às 15:13 Felipe
    Ele foi idiota, realmente.
  • em 10-08-2020 às 13:23 Rainha
    Alem da transfobia algo q me incomodou muito foi a risadinha de deboche com relação a tal danceteria Diesel...Qual o motivo daquela risada debochada?Por ser um ambiente LGBT?Por isso q pessoas como esta e muitas outras jamais farão parte da minha setlist.