Estilista que veste Fiuk defende vestido para homens

Jay Boggo comenta decisão do artista em usar as peças ditas como "femininas" no reality.

por Redação MundoMais

Terça-feira, 23 de Março de 2021

Rodolffo foi indicado ao paredão ontem no Big Brother Brasil 21 pelo líder da semana, Gil, depois de ter feito um comentário sobre o vestido usado por Fiuk para a festa no último sábado (21). "Já imaginou um homem de vestido numa festa em Goiás?", questionou ele durante uma conversa no Quarto Cordel.

A peça foi enviada ao cantor e ator pela produção do reality, no entanto, essas vestes não são incomuns aos looks usados por Fiuk no confinamento — até antes de sua participação, esses trajes já protagonizavam publicações em seu Instagram.

Fiuk usa vestido em festa do Big Brother Brasil no sábado (20).

Não é uma questão de sexualidade

A marca por trás dessas roupas é a J. Boggo, criada pelo estilista Jay Boggo que, além do artista no BBB, veste ainda outras personalidades brasileiras, tais como Jesuíta Barbosa, Reynaldo Gianecchini, Mateus Solano, entre outros. "O Fiuk foi muito querido quando nos ligou e falou que queria fazer uma compra de peças sem gênero, justamente para usar no BBB. Ele já estava pronto para esse momento", comenta o estilista em entrevista para Nossa.

"Mas, para nós, não é o famoso em si que nos representa, ou deixa orgulhoso, de maneira nenhuma, mas sim o quão a imagem dele pública pode ajudar a libertar mais pessoas".

Em sua loja, no bairro de Pinheiros, em São Paulo, Jay conta receber inúmeras visitas de homens, sejam eles heterossexuais ou homossexuais, que procuram pelas peças "ditas femininas".

"Há um grande bloqueio entre os homens", opina. "Quando o homem bota uma roupa dita como feminina, o que considero um crime, ele sofre um olhar maldoso. É uma alegria muito grande assistir esse processo aqui no nosso espaço, mas é mais feliz assistir na rua a pessoa já pronta, segura do que ela".

"Nós não falamos de sexualidade, a gente fala em libertação. Em ser tudo que você quer ser. Esse é o ponto".

O estilista Jay Boggo

Jay conta que o público heterossexual faz parte da sua clientela. Orientação sexual, nesse caso, não é um fator determinante, muito menos importante. "Inúmeros héteros entram na minha loja e dizem: 'que saia linda, vontade de usar isso'", conta. "Eu aconselho da seguinte forma: 'Não gasta seu dinheiro na dúvida. Não precisa comprar, mas brinca, prova, vê como você se sente'. É mais do que vender, é ver o que acontece com a pessoa quando ela se realiza. Ele se encoraja, percebe que vai além daquilo que acredita".

Os ataques ou piadas de teor duvidoso, segundo o estilista, são recorrentes não só com Fiuk como com qualquer outro homem que vista um vestido ou saia no cotidiano. Ele menciona, inclusive a si mesmo, como um dos alvos. "Eu vejo os ataques e acredito que temos que passar por cima disso", opina. "É importante também avaliar o processo de vida que a pessoa que julga tem. Seja de repressão, sofrimento ou desejo".

Quando saímos de saia ou vestido nas ruas, o que pra mim significa apenas um desejo, nós recebemos diversos xingamentos. Mas estamos fortalecidos pelo que nós somos, sobre como a arte de se vestir nos alimenta". Jay questiona então "quando determinou-se que o tecido com algum formato teria gênero?". "Isso é muito forte, sabe? Porque a roupa é uma das primeiras expressões de arte que já existiu", diz. "Eu queria entender o dia que alguém amarrou um pedaço de pano sob o corpo e falou: isso é um vestido e vai vestir mulheres".

Comentários (11)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 25-03-2021 às 12:37 Felipe
    A gente vive de tolices aqui no Brasil. Tolices que vêm ora da Europa, ora dos Estados Unidos. Uma das últimas é o tal do "racismo estrutural". Pronto: agora é tudo racismo estrutural. Aí não importa que um Bradesco da vida tenha o maior lucro do mundo entre os bancos, não importa que milhões de servidores públicos estáveis ganham grana sem fazer nada há mais de um ano, não importa a indústria farmacêutica fazer as barbaridades que faz, não importa a ditadura infame do Supremo Tribunal Federal, não importa o absurdo de terem enterrado a Operação Lava Jato e Moro ...
  • em 25-03-2021 às 12:25 Felipe
    Enquanto um coitado como esse Fiuk veste saia e pede perdão por ter nascido com um pinto e ter pele branca, a Ditadura Comunista Chinesa espalha vírus, constrói ferrovias adoidadamente. Enquanto o Ocidente queima os seus valores, a China, aliada aos megacapitalistas globais, domina a África Subssariana, que torna torna cada dia mais pobre. Enquanto ouvimos essas asneiras, nossas riquezas se esvaem, Bill Gates se prepara para comprar nossas terras, ele que já é o maior latifundiário dos EUA. O debate político no Brasil é pautado pelas tendências do BBB. Que coisa mais medíocre e vulgar, pelo amor de Deus...
  • em 25-03-2021 às 08:15 Ivan
    Jay, sorte na vida. Admiro profissionais gays destacando-se na sociedade da alta costura, sem necessariamente ser efeminados.
  • em 24-03-2021 às 12:10 Para Tiozim Broxa
    Jura? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
  • em 24-03-2021 às 11:27 Tiozim para Paulinho Pinto Pikenu
    Quer edificação? Procure uma igreja, loka! kkkkkk cada uma...
  • em 24-03-2021 às 08:57 Paulinho Pinto Pikenu
    É serio isso? Edificante essa materia.............SQN! E falsa crente, cria vergonha em vossa fuça, e sai desse site gay porno, ja que a senhorita se diz tão santa, imaculada! É cada fela da pota que aparece que vo ti conta!
  • em 24-03-2021 às 00:47 Crente Conservador Bolsonarista
    Fiuk nao representa as familias de bem. Ele é invertido e quer inverter nossas crianças. Coitado pessimo ator, nao canta nada. Agora veste roupa de mulher pra ver se consegue encantar um diretor baitola da rede globo que dê um papel de protagonista feminino pra ele. Ele ta quase revelando que usa calcinha no big brother. Uma vergonha pra familia tradicional brasileira esse menino. Vou convocara todos que lutam pela boa moral e os bons costumes tirar esse invertido do big brother.
  • em 23-03-2021 às 21:04 Eduardo
    Nossa gente agora entendi porque o Fiuk cara de peido mal soltado é tão cafona ,coitado a mãe dele podia ensinar a ele como se vestir ,isso ela esqueceu e o pai nunca teve expediente para isso.
  • em 23-03-2021 às 20:42 Wilson DF
    Povo chato com isso, tudo agora vira um drama,
  • em 23-03-2021 às 14:34 Caco
    Rodolffo falou tanto em tom de "brincadeira" que esperou Fiuk sair do quarto para zombar.
  • Mostrar mais comentários...