Personalidades LGBT de Sampa são destaques no Museu da Diversidade em abril

Conversas trazem depoimentos pessoais e intimistas em que são trazidas à tona lembranças, memórias, histórias, vivências e experiências.

por Redação MundoMais

Segunda-feira, 05 de Abril de 2021

Rafael - Catanduva/SP

A partir deste mês de abril, o Museu da Diversidade Sexual, (MDS),instituição vinculada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerido pela Amigxs da Arte, promove por meio do Programa Mais Orgulho uma ação de apoio às Paradas do Orgulho LGBTQIA+ no interior e litoral do Estado de São Paulo. Devido à necessidade de isolamento social causada pela epidemia de coronavírus, toda a programação será remota.

O Mais Orgulho irá veicular toda terça ao meio-dia, entrevistas gravadas em vídeo com personalidades LGBTQIA+ de cada local. As conversas trazem depoimentos pessoais e intimistas em que são trazidas à tona lembranças, memórias, histórias, vivências e experiências.

A programação será transmitida pelas redes sociais do Museu e plataforma Cultura em Casa, criada pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerida pela Amigxs da Arte.

Segundo Danielle Barreto Nigromonte, diretora executiva da Amigxs da Arte, instituição responsável pelo gerenciamento do MDS, “o Museu e a Amigxs da Arte vislumbraram a possibilidade da junção de duas ações que viabilizam e preservam as memórias das Paradas, dos ativistas e pessoas LGBTQIA+ que construíram a história do movimento pelo interior e litoral do estado de São Paulo em uma ação pioneira, coletiva e importante na luta desta população.

As entrevistas primam por destacar diferentes marcadores identitários, como raça, etnia, geração, pessoas com deficiência, gênero, identidade e orientação, com residência na cidade onde se realiza a Parada, e obrigatoriamente integrantes da sigla LGBTQIA+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, transgêneros etc).

O objetivo é criar um mosaico inovador, onde os depoentes contem sobre o panorama da cultura, sociedade LGBTQIA+ e suas relação com o município. Entre os tópicos abordados nas entrevistas, estarão assuntos como família, trabalho, relacionamentos, encontros, participação nas Paradas, sexualidade, pontos de convivência, discriminação, preconceito, história e militância.

As entrevistas, além de veiculadas em redes sociais das Paradas de cada cidade, vão integrar o acervo do Museu da Diversidade Sexual e das Associações Organizadoras das Paradas, sendo disponibilizadas para o público através de plataforma virtual e com acesso para pesquisas.

“Em tempos onde cada vez mais a memória brasileira (não apenas a LGBTQIA+, mas principalmente ela) é invisibilizada, o projeto Memórias da Diversidade Sexual & Mais Orgulho inverte o rumo dessa tradição de esquecimento do passado, colaborando para que essas memórias não se percam – e sim sejam preservadas para futuras gerações, mostrando a importância da comunidade LGBTQIA+ e sua cultura na construção da sociedade e da democracia brasileira”, diz Franco Reinaudo, diretor do Museu da Diversidade Sexual.

Agenda de cidades:

• 6 de abril – Praia Grande

• 13 de abril – Vinhedo

• 20 de abril – Araçatuba

• 27 de abril – Santos (ep 1)

• 4 de Maio – Santos (ep 2)

• 11 de maio – Iguapé (ep 1)

• 18 de maio – Iguapé (ep 2)

• 25 de maio – Iguapé (ep 3)

• de junho – São João da Boa Vista

• 8 de junho – Ribeirão Preto

• 15 de junho – Catanduva

• 22 de junho – Sertãozinho

• 29 de junho – Itu (ep 1)

• 6 de julho – Itu (ep 2)

• 13 de julho – Serrana

• 20 de julho – São José dos Campos

• 27 de julho – São José do Rio Preto (ep 1)

• 3 de agosto – São José do Rio Preto (ep 2)

• 10 de agosto – Lins

• 17 de agosto – Itaim Paulista

• 24 de agosto – Bebedouro

• 31 de agosto – Mogi Guaçu

• 7 de setembro – São Joaquim da Barra (ep 1)

• 14 de setembro – São Joaquim da Barra (ep 2)

• 21 de setembro – Campinas (ep 1)

• 28 de setembro – Campinas (ep 2)

• 5 de outubro – Campinas (ep 3)

• 12 de outubro – Campinas (ep 4)

• 19 de outubro – Itanhaém

• 26 de outubro – Fernandópolis

• 2 de novembro – Votuporanga

• 9 de novembro – Araraquara

Comentários (6)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 07-04-2021 às 07:33 JOHNNY JOHNN
    O VIADO BOLSONARISTA não use o MM para se esconder com o pseudônimo BOLSONARO não sou contra ELE, sou contra o PT, PARE DE atacar as noticias com seus comentários idiotas, o MM agradece a você por estar pagando para acessar o site, mas como eleitores, não somos obrigados a ler tanta merda que você escreve, use um outro Pseudônimo seu filha da puta de merda
  • em 07-04-2021 às 00:53 Crente Conservador Bolsonarista
    Estou cansado de ser atacado por vocês. Agora eu sou obrigado ir em museu? Onde eu faltei com o respeito com alguem aqui? Eu que estou sendo xingado e desrespeitado. Voces querem tanto ser incluidos aceitados e respeitados mas sao os primeiros a excluir quem pensa diferente. Se vai abrir museu e balada gls na minha cidade eu sou obrigado ir? E se eu nao quiser? Eu nao posso pensar diferente de vcs? Sou de direita sim. Apoio nosso chefe de naçao Bolsonaro. Tenho o maior orgulho dos seus filhos. Que todosveles sejam presidente pra endireitar o paìs que o pt roubou
  • em 07-04-2021 às 00:47 Crente Conservador Bolsonarista
    Gente eu nao posso comentar nada que voces me atacam
  • em 06-04-2021 às 18:36 JOHNNY JOHNN
    Esse VIADO BOLSONARISTA e assinante do MM para fazer críticas em todos as noticias, que caralho é esse gastar dinheiro para gozar e ainda falar mal, vá toma no Cú Viado de Merda
  • em 06-04-2021 às 11:27 Para falsa crente de taubate
    Depois vc diz que vem aqui cheia dos respeito né? Tb, o que se esperar duma vagabunda/mejera de 5 catiguria!? Xo.....Satanás!!!
  • em 06-04-2021 às 00:28 Crente Conservador Bolsonarista
    Me diga onde é o museu pra eu atravessar a rua