Mulher trans que viralizou conquista nome social

Aos 63 anos, Ana Carolina Apocalypse celebra: “Como eu sempre quis ser chamada”.

por Redação MundoMais

Quarta-feira, 28 de Abril de 2021

Ana Carolina Apocalypse viralizou nas redes sociais no ano passado, ao compartilhar a história da sua transição de gênero, aos 59 anos. Agora, aos 63, ela comemora uma nova conquista: o nome social.

No Instagram, Ana Carolina, que atualmente possui mais de 81 mil seguidores, compartilhou uma foto com o seu novo documento e disse estar cada vez mais perto de seu sonho.

"A inclusão do nome social é um direito e eu realizei a minha. O nome social é o nome pelo qual as pessoas transgêneros e travestis preferem ser chamados, diferente do seu nome de registro em cartório que não reflete sua identidade de gênero", disse.

Em publicação, Ana Carolina também contou que o pedido da mudança já havia sido encaminhado há um tempo. Entretanto, por conta da pandemia, ela enfrentou atrasos para conseguir o novo registro. "Já faz algum tempo que havia realizado a solicitação, que deve ser feita aos órgãos públicos por meio de um requerimento de inclusão de nome social, mas por conta da pandemia estes serviços estão ficando com atendimento limitado e um maior prazo de entrega das solicitações. Mas finalmente recebi minha carteira de identidade com meu nome social!", comemora.

"Estou mais que feliz, é uma conquista ser reconhecida pelo âmbito administrativo pelo meu nome! Me traz a paz de não passar por determinados constrangimentos em momentos que precisava apresentar minha carteira de identidade."

Na mensagem, Ana Carolina ainda defende: "Acredito que a persistência nos traz onde almejamos e por mais que pareça impossível, a cada dia estou mais perto do meu sonho! Juntos somos mais fortes!"

Em entrevista no ano passado, ela contou que a novela "A Força do Querer", exibida em 2017, teve um papel importante na sua trajetória, já que ela criou uma identificação forte com o personagem Ivan, interpretado por Carol Duarte.

"Eu me sentia exatamente como ele, mas, no meu caso, estava em um corpo masculino. Então pesquisei sobre a transição e procurei o SUS", relatou na ocasião. Para ela, a transição foi uma decisão fácil e a notícia foi bem recebida pela família.

Em 2019, Ana Carolina ainda realizou uma cirurgia para colocação da prótese mamária, que, segundo ela, "foi a maior das realizações". "Estava tão feliz e completa que nem senti dor na cicatrização", contou.

Comentários (4)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 05-05-2021 às 18:31 Para falsa crente de Taubaté
    Jura? Como vc é otária sinha mejera! Cresci brincando com meninos e meninas, todos assistiam a rede grobo kkkkk. E hoje, aos meus 36 anus luz de idade, vejo todos casados, digo os meninos no caso, bem casados com suas esposas e seus filinhos! E se fossem gay, bi, tri, quatri, fodace, não é de sua conta! Nenhuma emissora de tv, radio, ou a internet tem poder para transformar ser humano algum, a pessoa é o que desde sempre, e que cada um cuide de sua vida! Se manke falsa crente possuida por lucifer, o verdadeiro cristão não fica em site gay, e muitos menos, ofendendo o seu próximo como vc faz! By; Cinderella A Gata Burralera.
  • em 30-04-2021 às 23:48 Crente Conservador Bolsonarista
    E assim nossas crianças sao doutrinadas pela rede globo a virar gays.
  • em 30-04-2021 às 23:48 Crente Conservador Bolsonarista
    Foi so assistir a novela da globo que ja quis mudar de sexo
  • em 30-04-2021 às 23:47 Crente Conservador Bolsonarista
    Com certeza falou tudo