Pabllo Vittar é homenageada com título de cidadã honorária uberlandense

Para vereadora responsável pela proposta, a cantora levou o nome de Uberlândia para o mundo e é importante símbolo para defesa da comunidade LGBTQIA+.

por Redação MundoMais

Sexta-feira, 03 de Setembro de 2021

Na última quarta-feira (1), a Câmara Municipal de Uberlândia aprovou uma proposta de homenagem à cantora Pabllo Vittar feita pela vereadora Dandara Tonantzin, do Partido dos Trabalhadores (PT).

Como informou o G1, a artista receberá o título de "Cidadã Honorária" da cidade depois de uma votação feita em uma sessão do legislativo que aprovou a honraria por maioria simples na tarde de ontem.

Apenas três vereadores votaram contra a proposta, sendo eles Anderson Lima (PSL), Cristiano Caporezzo (Patriota) e Neemias Miquéias (PSD), segundo consta na ata da reunião.

A homenagem foi aprovada porque os parlamentares entenderam que Pabllo Vittar possui grande importância para a cultura da cidade e por ser um símbolo pop que defende os direitos da comunidade LGBTQIA+.

Durante a votação, Dandara Tonantzin, responsável pela proposta, afirmou: “Pabllo Vittar levou o nome de Uberlândia para o mundo. A cantora, publicamente, reivindica as suas raízes uberlandinas ou uberlandenses, levando o nome do município por onde passa de modo a fazer jus ao reconhecimento de sua cidadania honorária”.

Ainda não se sabe quando será realizada a entrega da homenagem à cantora, que compartilhou a notícia nos stories do Instagram dizendo "dona do Udão".

A artista nasceu em São Luís, no Maranhão, em 1993, mas mudou-se para Uberlândia em 2011 com a família, onde começou o curso de Design na Universidade Federal de Uberlândia. Foi no município também que iniciou suas primeiras apresentações profissionais, que começaram a chamar a atenção de produtores musicais pelo país.

Comentários (4)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 07-09-2021 às 18:55 Felipe
    Beijo, Marcos. O importante, lindo, é que, a cada dia, a máscara do gayzismo, da militância GLBT vai rasgando. Quem é gay, como nós, já vem sendo alertado há muito tempo. Essa agenda GLBT nojenta, esquerdista, semeia, ela sim, o ódio aos gays. A pretexto de defendê-los, os usam como bois. Tudo isso já vem sendo largamente percebido, repito, para sorte nossa.
  • em 06-09-2021 às 18:28 Para Felipe
    Verdade meu amigo! Infelizmente, o povo merece se fuder mermo, pois endeusam meros mortais ao em vez do Criador, Deus Pai! Muitos Tem O Pablo, a Anita, a Ludimila como deusas/rainhas, ficam totalmente cegos de tanta idolatria, por isso que a humanidade esta colhendo tanta desgraças nos dias atuais, infelizmente! Podem mim criticar a vontade, falei a verdade, pena muitos não dar credito! Boa noite. By; Marcos.
  • em 05-09-2021 às 19:24 Felipe
    Uberlândia seguramente não tem nada a tratar. Não há problemas na saúde, na educação, na habitação, no saneamento. Nada. Então, chamam a Pablo e lhe escolhem como símbolo pop que defende os direitos da comunidade LGBTQIA+. Faça-me o favor...
  • em 05-09-2021 às 10:59 Bentinho
    Arrasou, Berlandia; razô, Pabllo!!