UE alerta que regiões polonesas que se declaram livres de LGBT podem perder recursos

O executivo da União Europeia está em desacordo com a Polônia e a Hungria por causa de questões que vão dos direitos dos LGBT à liberdade de imprensa.

por Redação MundoMais

Segunda-feira, 06 de Setembro de 2021

A Comissão Europeia enviou cartas a cinco conselhos regionais da Polônia pedindo que abandonem as declarações de que são "livres de LGBT" para que recebam financiamento, confirmou um dos conselhos afetados nesta segunda-feira.

O executivo da União Europeia está em desacordo com a Polônia e a Hungria por causa de questões que vão dos direitos dos LGBT à liberdade de imprensa.

Em julho, a UE lançou uma ação legal contra ambos os países contra medidas que diz discriminar a comunidade gay. "A Comissão gostaria de enfatizar que declarar zonas livres de LGBTQI territórios, locais de trabalho ou serviços em que não sejam bem-vindos, constituem uma ação que vai contra os valores enunciados no artigo 2º do Tratado da União Europeia", afirma a carta.

O texto acrescenta que o financiamento extra sob parte do fundo de recuperação da Covid-19 do bloco será colocado em espera enquanto se aguardam as respostas das regiões à Comissão. "No momento, ela (a carta) está sendo analisada para preparar uma resposta", disse o porta-voz da região de Lubelskie, na Polônia, por e-mail. As regiões de Lubelskie e Malopolska votaram recentemente para se manterem livres da "ideologia LGBT".

Um porta-voz da Comissão Europeia não foi encontrado imediatamente para comentar a carta. O Ministério de Fundos e Política Regional da Polônia não respondeu imediatamente a um pedido de comentários.

*(Por Anna Wlodarczak-Semczuk em Varsóvia e Foo Yun Chee em Bruxelas)

Comentários (4)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 08-09-2021 às 07:20 Coerencia
    Não é nesse o pais onde se encontra o maior campo desconcentração na Cracóvia, ou estou errado? Pena que não aprenderam nada com os próprio sofrimento e perseguição
  • em 07-09-2021 às 02:11 Roger
    O que ministro tá é mandando prender que ameaçou ele e sia família de morte. Uma coisa é democracia outra é ameaças de morte e invasão de prédios públicos e fake news.que
  • em 06-09-2021 às 20:02 Cris
    A Polônia é um Terceiro mundo dentro da Europa e se beneficia dos vários recursos da União Europeia. Mas, a fonte pode secar, se não houver mudanças e a parte mais sensivel do ser humano é o bolso.
  • em 06-09-2021 às 17:24 Felipe
    Mundo Mais super preocupado com a liberdade de imprensa na Polônia e apoiando, aqui, a censura de Alexandre de Moraes contra a imprensa que ousa discordar dele. Cria vergonha na cara, redação de Mundo Mais!