Pai de três se declara gay após 15 anos de casamento: “Tinha ódio de mim mesmo”

Matthew Paul Turner, pai de três filhos, declarou-se gay há 1 ano, mas ele não foi muito longe. Mudou-se para uma casa a 1 km da ex-esposa e dos filhos e todas as sextas-feiras se reúnem para uma “noite de cinema”.

por Redação MundoMais

Quarta-feira, 22 de Setembro de 2021

O pai de três Matthew Paul Turner, autor de livros infantis cristãos best-sellers do New York Times, terminou um casamento de 15 anos após anunciar que é gay. A revelação aconteceu há cerca de 1 ano. “Ser gay não é uma descoberta nova para mim. No entanto, como alguém que passou mais de 30 anos em igrejas fundamentalistas/evangélicas, explorando Deus por meio de teologias conservadoras, vivi muitos dias dominado pelo medo, vergonha e ódio de mim mesmo”, escreveu ele em um longo post no seu perfil do Instagram. Na postagem, ele elogiou a esposa, a blogueira Jessica Turner, por sua “graça e apoio constante”.

“Muitos dos passos que dei recentemente não teriam acontecido sem Jessica andando ao meu lado, me ajudando a superar todos os medos”, disse. Agora, 14 meses depois, Matthew e Jessica estão refletindo sobre perdão, graça e crescimento. “Jamais esquecerei nossa filha que tinha oito anos na época, quase nove, dizendo: ‘Papai, por que você se casou com a mamãe se era gay?’”, lembrou Jéssica, em entrevista ao Today nesta segunda-feira (13). “E Matthew disse a ela: ‘Porque me apaixonei pela sua mamãe'”, completou.

“Quando Jessica e eu nos conhecemos, ela era a luz da minha vida”, disse Matthew. “Eu sei que o que tínhamos era real”, afirmou. Mas Jessica se pergunta como ela não percebeu os sinais. “Acho que a pergunta que me fiz é: ‘Como é que eu não sabia?’”, disse. “E essa é a dor com a qual tenho convivido e lutado”, admitiu.

Quando Matthew se mudou, ele não foi muito longe. O ex-casal, que tem Elias, 13, Adeline, 10, e Ezra, 6, mora a menos de um quilômetro um do outro em Nashville, Tennessee. A família comemora aniversários e feriados juntos, e todas as sextas-feiras se reúnem para uma noite de cinema. Nos fins de semana, eles torcem pelos filhos nos jogos de futebol.

Mas sua história não é isenta de sofrimento. “Ainda é triste para mim, porque Matthew é com quem eu queria envelhecer e que eu pensei que estaria nesta sala envelhecendo comigo”, afmitiu Jessica. “E então, embora ainda envelheçamos juntos, lamento o fim do casamento”, completou. Ambos estão abertos à ideia de dizer “sim” novamente se encontrarem a pessoa certa. “Eu realmente amo ser uma esposa. Eu realmente amo cuidar de alguém”, disse ela. “E então, espero que ambas as nossas histórias tenham mais amor”, finalizou.

Comentários (9)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 06-10-2021 às 20:36 Crente Conservador Bolsonarista
    Que paisão tesão, queria um igual pra mim!!!
  • em 28-09-2021 às 08:54 Crente Conservador Bolsonarista
    Com certeza esse é fã das novelas da rede Globo.
  • em 26-09-2021 às 12:06 Jorge - Carapicuiba-SP
    Casamento não é sexo, creio que seja possível um casamento entre um Gay e uma mulher Hetero, e vice versa também, um Lésbica com um hétero, formarem uma família e terem filhos, precisamos retirar os rótulos, e ser claro com os parceiros. Se estiver tudo bem, nada de errado.
  • em 23-09-2021 às 08:21 Sergio
    Conheço vários. Isso é muito comum
  • em 23-09-2021 às 07:54 Paty
    Nem novidade mais,.conheço uns 4 que ainda são sacados e vivem dando o rabo
  • em 23-09-2021 às 01:19 Carlos
    Esse caso é até comum nos dias de hoje, nem chama mais atenção. Coisa mais comum que sempre aconteceu. Graças a Deus não precisei passar por isso!
  • em 22-09-2021 às 23:05 Zequinha
    quantos casamentos infelizes, convencionais existem neste mundo? São milhões e milhões
  • em 22-09-2021 às 20:30 Cris
    Essa história é mais velha que a Serra da Mantiqueira, como dizia minha Avó.
  • em 22-09-2021 às 18:16 Frorinda Marzipãn
    Quantas puladas de cerca essa mana num deu em? kkkkkkkkkk. Pelo menos agora, num engana mais a espousa/Mulé/Parcera kkkkkkkkkk.