Suíça aprova o casamento civil igualitário entre pessoas do mesmo gênero

Casais poderão adotar crianças e, no caso de lésbicas, terão acesso ao banco de esperma para inseminação artificial.

por Redação MundoMais

Sexta-feira, 01 de Outubro de 2021

No último domingo (26), a Suíça aprovou o casamento civil igualitário entre pessoas do mesmo gênero em todo país por meio de uma medida que permite também a adoção de crianças por esses casais. Além disso, o texto prevê o acesso de casais compostos por mulheres ao banco de esperma para realizar inseminações artificiais caso desejem.

A apuração ainda está em andamento, mas os resultados parciais mostram que o “sim” venceu com 64% dos votos, número que não pode mais ser revertido. A Suíça possui um sistema político que possibilita a realização de referendos (instrumento da democracia semidireta por meio do qual os cidadãos eleitores são chamados para se pronunciar por sufrágio direto e secreto sobre determinados assuntos de relevante interesse à nação) sobre temas civis.

A proposta foi lançada pela ala jovem do Partido Socialista. Antes, os casais homoafetivos podiam firmar um pacto civil, como uma espécie de união estável, mas que não oferecia os mesmo direitos que um casamento.

Comentários (1)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 01-10-2021 às 13:39 Rennan.
    Já estava mais do que na hora dessa vitória do bom senso igualitário. Agora que o mesmo ocorra no Principado de Andorra com os mesmos deveres e direitos para todos os casais. De ambas as orientações...