Promoção Black Friday Promoção Black Friday Promoção Black Friday

Alberto Fernández critica retirada de livros LGBTQIA+ de escolas em cidade espanhola

Presidente argentino disse que hoje em dia na Espanha os ‘libertários discriminam e censuram’ e afirmou repudiar ‘qualquer tentativa de discriminação e censura’.

por Redação MundoMais

Segunda-feira, 18 de Outubro de 2021

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, criticou neste domingo (17), a decisão da Justiça da Espanha de retirar 32 livros com temática LGBTQIA+ de 11 escolas da província de Castellón. “A justiça espanhola, a pedido de advogados de extrema-direita ligados ao Vox (partido), eliminou das bibliotecas das escolas de uma cidade da Comunidade Valenciana os livros que atendem e promovem o respeito à diversidade, afetando assim os direitos da população LGBT”, afirmou Fernández em seu perfil no Twitter.

Entre os livros retirados está “O fim do armário”, do jornalista argentino Bruno Bimbi. Fernández elogiou o jornalista e afirmou ter lido a publicação. “Bruno é um jornalista maravilhoso que conheci durante o debate do casamento igualitário. Tive o prazer de ler justamente esse livro, que me ajudou muito a abrir minha mente”, acrescentou. Segundo Fernández, hoje em dia os “libertários discriminam e censuram” na Espanha. “Mas quero dizer que repudio qualquer tentativa de discriminação e censura onde quer que ocorra”, concluiu.

Comentários (7)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 20-10-2021 às 11:56 Thais
    Nossa! Essa Felipe é um ó. Parabens Luana. A comunidade concorda com vc.
  • em 20-10-2021 às 11:54 Luana
    Felipe, talvez por vc ser uma bicha velha, vc é revoltada e não aceita que o tempo mudou. Vc viveu na ditadura. Nós estamos livres e conseguindo nossos direitos . Sua direita conservadora quer impedir isso. Não seja idiota e aplaude a liberdade. Fora bolsominio. Fora homofobico. Fora genocida.
  • em 19-10-2021 às 19:33 Felipe
    Censura, Luana e Pietra, quem pratica hoje em dia, no Brasil, é o STF, são os canceladores, as Big Techs. A direita é vítima - cruel, inclusive - dessa censura escrota, porque, quando opina, é tida por negacionista. Vejam que vcs são duas veadas novas, em contraposição a mim, um veado velho. Minhas lindas, atenção: MUITO AO CONTRÁRIO do que vcs pensam, a direita defende a liberdade, a cidadania verdadeira, a verdadeira democracia. Estudem, lindonas... O PSOL apenas quer usar vocês duas como bois de frigorífico, bonecos de manobra. As ideias que vocês acreditam firmamente ter foram simplesmente plantadas nas suas mentes. Cuidado: vocês estão sendo usadas como inocentes úteis.
  • em 19-10-2021 às 18:30 Pietra
    Concordo Luana com vc
  • em 19-10-2021 às 18:29 Luana
    Ele não é um excelente presidente , mas ao criticar a postura da Espanha ele acertou. Nada de censura. Fora extrema direita e fora genocida
  • em 19-10-2021 às 17:07 Felipe
    Fernández é um canastrão sem vergonha, que está arrastando a Argentina ao completo caos. Todo mundo que conhece Buenos Aires sabe que os argentinos são absolutamente tolerantes com os gays e isso há décadas. O que esse ordinário faz, ao implicar-se com um fato ocorrido lá na Espanha, é tentar desviar a atenção ao desastroso governo que impõe à população de seu país. Legítimo cafajeste de puteiro, esse sujeito. Não à sexualização de crianças. Ponto.
  • em 18-10-2021 às 14:30 Cris
    Brilhou!!