Promoção Black Friday Promoção Black Friday Promoção Black Friday

Manequinho, mascote do Botafogo, ganha versão trans em tatuagem de torcedor

A versão da tatuagem é parecida com a original, mas exibe um homem mais velho, de barba, e com vulva aparecendo.

por Redação MundoMais

Terça-feira, 19 de Outubro de 2021

Um torcedor do Botafogo exibiu, nesta segunda-feira (18), sua nova tatuagem: uma versão trans de Manequinho, mascote do clube. Ele, Theodoro Fish, que é um homem trans de 25 anos, fez campanha no Twitter para que a novidade chegasse no perfil oficial da instituição de futebol.

O movimento veio após algumas tentativas de postar a tatuagem em grupos de Facebook da torcida. O post sempre era apagado. Se sentindo “silenciado e discriminado pelos administradores das páginas” decidiu ir ao Twitter, onde foi mais abraçado.

Nesse meio tempo, comecei a pensar que não poderia aceitar e me silenciar, que precisava gritar sobre e fazer chegar no clube que tanto defende a comunidade LGBTQIA+, e foi a melhor coisa que fiz pois como imaginava, nossa torcida é na sua maioria parceira da causa e não é por conta do preconceito de alguns alvinegros que eu deva abaixar a cabeça”, começou.

“Apenas fiz o que faço todos os dias: Resisto. Existo e ninguém cala esse amor junto a minha causa por visibilidade a comunidade trans”, concluiu Theodoro.

A tatuagem foi feita por outro homem trans, um tatuador de Florianópolis. Sobre a decisão de cravar o desenho na pele, o torcedor explicou: “O Botafogo é uma paixão que está na minha família há muitas gerações, sou carioca e entrava no estádio com os jogadores quando era criança. Essa tatuagem é a junção de duas características minhas que tenho muito orgulho: ser uma pessoa trans e botafoguense significa ser diferente e escolhido, lutar contra a ‘maré’ batendo no peito”.

A imagem tradicional do Manequinho é um garoto com camisa do Botafogo e sem calça, fazendo xixi com pênis de fora. A versão da tatuagem é parecida, mas com um homem mais velho, de barba, e com vulva aparecendo. Acionando outro torcedor da Estrela Solitária, o jornalista Pedro Certezas, foi que a história ganhou mais público, chegando a seis mil curtidas na rede social.

Comentários (1)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.

  • em 24-10-2021 às 13:19 Renato1
    Este tipo de coisa inexiste, gente sem noção, sou gay mais se quer se mulher que seja, se quer ser gay que seja, este papo de colocar buceta em homem acho deplorável. Por isso somos criticados e achincalhados.