Promoção Black Friday Promoção Black Friday Promoção Black Friday

Lou Sullivan, pioneiro homem trans que morreu em 1991: 'Bom demais para ser verdade'

Lou manteve um diário por toda a vida e pretendia que fossem publicados após sua morte.

por Redação MundoMais

Sexta-feira, 05 de Novembro de 2021

Lou Sullivan (1951-1991) foi indiscutivelmente um dos primeiros homens trans a assumir-se publicamente, conhecido por fazer campanha para que homens trans tivessem acesso a cuidados de saúde na transição.

Ele foi fundamental na formação de redes de apoio para homens trans nos Estados Unidos, além de reuní-los por meio de encontros, boletins informativos e socialização, numa época em que a existência da transexualidade era quase invisível, mesmo em círculos queer e trans .

Lou manteve um diário por toda a vida e pretendia que os conteúdos fossem publicados após sua morte; ele morreu de complicações relacionadas à AIDS no início dos anos 1990. Seus diários são uma jornada franca e emocionante de sua adolescência até sua morte.

O que se segue é um extrato de Youngman: Selected Diaries of Lou Sullivan:

"Na verdade, vou viver como um homem. Eu não posso acreditar. Algo que eu queria fazer desde que me lembro - ser um menino! Deus, é bom demais para ser verdade. Não há como voltar agora, eu simplesmente sei disso. Parecia que tudo se encaixava - quando está certo, simplesmente acontece.

Mamãe disse que se é isso que eu quero e é o que vai me fazer feliz, é só isso que importa pra ela, que quem é ela para falar se os médicos acham que é certo para mim? Mas, disse ela, a única coisa que a preocupava era como eu iria para o banheiro masculino? Eu disse, mãe, há 6 anos que vou para o banheiro masculino - não tem problema. Você apenas entra em uma cabine e fecha a porta, e se não houver porta você só tem que ser rápido em puxar as calças para baixo ou para cima. Ela disse Oh! Claro que ela não esteve em um banheiro masculino, mas, sim, ela acha que isso é verdade! (Se essa é sua principal preocupação, não pode ser tão ruim.)

Quando contei ao papai, ele foi muito receptivo e disse que esperava que eu ficasse feliz , que está feliz por estar fazendo algo que me fará sentir melhor e que se eu precisar de alguma coisa, dinheiro ou qualquer coisa, devo apenas avisá-lo. Querido Jack. Quando ele lhe oferece dinheiro, você sabe que vem do coração dele! Claro que eu nunca aceitaria essa oferta, ele sabe disso, e é por isso que nos damos tão bem. Eu não testo seu amor ... Ele disse que de alguma forma se sentia muito próximo de mim.

Tenho me sentido um pouco apreensivo em tomar esses hormônios e viver como homem. Me preocupou, mas tentei não pensar muito sobre isso."

*Fonte: Pink News

Comentários (0)

Atenção: Insultos e comentários em desacordo com o tema poderão ser despublicados.